Presidente do TSE e ministro da Defesa ressaltam normalidade das eleições no país

Presidente do TSE e ministro da Defesa ressaltam normalidade das eleições no país

8aab0a94-2cbb-403d-8c75-a9ac2fb91b25

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, e o ministro da Defesa, Raul Jungmann, concederam coletiva de imprensa, juntos, na sede do tribunal, no começo da tarde, para falar das eleições deste domingo (2). De acordo com o presidente do TSE, as eleições correm em um quadro de normalidade durante todo o dia.

O ministro Gilmar Mendes informou também que, com as mudanças ocorridas na legislação, que modificaram a forma de financiamento das campanhas eleitorais – com a proibição de doações de pessoas jurídicas – os gastos declarados até hoje pelos candidatos chegaram a R$ 2 bilhões e 181 milhões. Em 2012, esses gastos chegaram a R$ 6 bilhões e 240 milhões. “Uma diferença significativa, o que talvez reflita o caráter mais modesto, mais econômico da campanha, em função das mudanças ocorridas na legislação”, disse.

Segurança

O presidente do TSE lembrou que acompanhou as situações mais delicadas em relação à segurança pública nos estados. “Estivemos duas vezes no Rio de Janeiro, pedimos que as Forças Armadas e a Força Nacional lá continuassem depois das Olimpíadas e das Paralimpíadas, e assim foi feito”, disse.

Ler mais

Pesquisas apontam que Natal e outras 5 capitais devem definir a eleição já no 1º turno

728x90 aplicativo detranPesquisas apontam que 6 capitais devem definir a eleição já no 1º turno

urna

Do UOL, em São Paulo

A eleição para prefeito deverá ser decidida logo no primeiro turno em ao menos seis capitais, apontam as mais recentes pesquisas de intenção de voto divulgadas entre a quarta-feira (28) e este sábado (1°), véspera da eleição. Umas delas, Palmas, tem menos de 200 mil eleitores e não tem possibilidade de ir para o segundo turno.

Das outras cinco, Boa Vista, Salvador, Natal, João Pessoa devem reeleger seus prefeitos, que registram mais de 60% de intenções de voto, segundo o Ibope. A outra é Rio Branco, onde Marcus Alexandre (PT) tem 60% de preferência entre os eleitores ouvidos, também de acordo com o Ibope.

Os números são de votos válidos, que excluem as intenções de voto que, na pesquisa, são contabilizadas como brancos, nulos, não sabem e não responderam. Para vencer no primeiro turno, o candidato precisará de 50% dos votos válidos mais um.

Nos dois maiores colégios eleitorais, São Paulo e Rio de Janeiro, a disputa está acirrada para o segundo turno.

Ler mais

Eleições: 144 milhões de brasileiros vão às urnas

Eleições: 144 milhões de brasileiros vão às urnas

urna

Para votar, o eleitor que está apto deve levar um documento oficial com foto, como carteira de identidade, carteira de motorista ou passaporte válido; título de eleitor não é obrigatório

AGÊNCIA BRASIL

As seções eleitorais da maioria dos municípios brasileiros foram abertas às 8h para que 144 milhões de eleitores possam votar e escolher prefeitos e vereadores em todos os estados, com exceção do Distrito Federal e do arquipélago de Fernando de Noronha, onde não há eleição para os cargos em disputa. Os locais de votação fecham às 17h, de acordo com o fuso horário da cada cidade.

Para votar, o eleitor que está apto deve levar um documento oficial com foto, como carteira de identidade, carteira de motorista ou passaporte válido. A apresentação do título de eleitor não é obrigatória.

O eleitor pode levar um papel com uma “colinha” com o números de seus candidatos, mas não pode manifestar sua intenção de voto ou fazer propaganda para seu candidato no local de votação, sob pena de prisão, por crime eleitoral. O uso de celulares e máquinas fotográficas para fazer imagens da urna eletrônica ou selfies na cabina da votação está proibido.

Ler mais

Polícia Federal investiga Lula por antena próxima a sítio em Atibaia

Polícia Federal investiga Lula por antena próxima a sítio em Atibaia

16275297

BELA MEGALE e JULIO WIZIACK – Folha de São Paulo

A Polícia Federal do Paraná abriu mais um inquérito para investigar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O foco é a antena da empresa de telefonia Oi instalada nas proximidades do sítio em Atibaia (SP) usado pela família do petista.

O objetivo da investigação, segundo policiais envolvidos no caso, é apurar as relações entre Lula, a Oi e a Andrade Gutierrez, que era uma das controladoras da empresa de telefonia na época em que foi feita a negociação para instalar a antena, em 2010.

A PF vai apurar também se o equipamento foi uma contrapartida de algum favorecimento que o ex-presidente possa ter proporcionado a essas companhias.

Em fevereiro deste ano, a Folha informou que um amigo de Lula, o ex-sindicalista e hoje funcionário da Oi José Zunga Alves de Lima, foi o responsável por conseguir a instalação da antena no terreno próximo ao sítio. O equipamento passou a funcionar em setembro de 2011.

Segundo a reportagem, Zunga fez as gestões internas na Oi para que a antena fosse colocada como um “presente” para o petista.

Ler mais