Nove vereadores defendem união do grupo governista na disputa para o futuro presidente da Câmara em Assú

Nove vereadores defendem união do grupo governista na disputa para o futuro presidente da Câmara em Assú

Ivan-Júnior-1200

Vereadores garantiram ao prefeito Ivan Júnior a união do grupo na disputa pela presidência da Câmara

Os nove vereadores eleitos Fabielle (PSB), Enfermeiro Xavier (PSB) Beatriz Rodrigues (PSD), Delkiza Cavalcante (PSDC), Matheus do Frutilândia (PSD), Stelio Sá Leitao (PROS), Paulinho de Marlene (PSD), Junior do Trapia (PSB) e Valdson (PSB), estiverem reunidos ontem com o prefeito Ivan Júnior, para uma avaliação sobre o processo eleitoral na disputa pela Presidência da Câmara do Assú.

Segundo fontes, o grupo saiu da reunião com a decisão de permanecer unido e querem eleger o novo presidente para biênio 2017/2018, mas não ficou nada definido sobre quem será o candidato ou a candidata a presidência do legislativo assuense. A intenção do grupo que foi eleito pelo atual sistema governista, é escolher um dos nove por consenso para presidir a Câmara de Vereadores no próximo ano.

Enquanto o atual grupo governista se articula para definir o nome para presidente da CMA, o prefeito eleito Gustavo Soares, seguindo orientação do ex-prefeito Ronaldo Soares e do deputado estadual George Soares, vai lutar pela desagregação desse grupo e atrair de três a quatro dos atuais vereadores governistas para integrar a sua base de sustentação política do seu governo no legislativo e eleger o futuro presidente da Casa.

Apesar de ter sido eleito prefeito do Assú, Gustavo Soares, do PR, atualmente só conta apenas com seis vereadores eleitos pela oposição e precisa de pelo menos dois vereadores governistas eleitos para virar o jogo e eleger o presidente como seu aliado político.

Supremo nega pedido da defesa de Lula para retirar Moro de investigação

Segunda Turma do STF nega pedido de Lula para retirar Moro de investigação

lula-ministro-adriano-machado-reuters_300

Defesa do ex-presidente apresentou uma reclamação alegando que o juiz federal ‘usurpa’ a competência do STF ao apurar fatos de um esquema de corrupção na Petrobrás que já são alvo de investigação pela Corte

Rafael Moraes Moura e Julia Lindner,O Estado de S.Paulo

Por 4 a 0, a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal decidiu nesta terça-feira, 4, manter com o juiz federal Sérgio Moro três inquéritos contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A decisão do colegiado confirmou a liminar concedida no mês passado pelo ministro Teori Zavascki, relator dos processos da Lava Jato no STF.

A defesa de Lula apresentou uma reclamação alegando que o juiz federal Sérgio Moro “usurpa” a competência do STF, pois estaria apurando fatos envolvendo um esquema de corrupção na Petrobrás que já são alvo de investigação pela Corte.

Além de Teori, votaram pela rejeição do pedido da defesa de Lula os ministros Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes e Dias Toffoli. O ministro Celso de Mello não compareceu à sessão.

Ler mais

Ministro Fachin do STF libera denúncia contra Renan Calheiros para julgamento

Ministro Fachin do STF libera denúncia contra Renan Calheiros para julgamento

renan

Relator do STF libera ao plenário denúncia de 2007 contra Renan

GABRIEL MASCARENHAS – Folha de São Paulo

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Edson Fachin liberou para o plenário a denúncia contra o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), pela qual ele é acusado de usar dinheiro de uma empreiteira para pagar a pensão de uma filha que teve fora do casamento.

Agora, cabe à presidente da corte, ministra Cármen Lúcia, definir a data em que o caso será analisado pelo tribunal. Na ocasião, se o plenário decidir acolher a denúncia da PGR (Procuradoria-geral da República), o parlamentar vai se tornar réu em uma ação penal no STF.

A investigação aponta que Renan teria praticado os crimes de peculato, falsidade ideológica e uso de documento falso.

O plenário vai se debruçar sobre as acusações nove anos após o escândalo que levou o peemedebista a renunciar à presidência do Senado, quando ocupou a cadeira pela primeira vez.

Ler mais

Ministério Público recomenda a prefeito de Paraú Antonio de Narcisio, do PSD, coibir nepotismo com demissão

Ministério Público recomenda a prefeito de Paraú Antonio de Narcisio, do PSD, coibir nepotismo com demissão

antonio-de-narciso

Recomendação emitida pela Promotoria de Justiça da Comarca de Campo Grande prevê a exoneração de funcionários que tenham relação de parentesco consanguíneo ou até terceiro grau com membros da Prefeitura

O Ministério Público do Rio Grande do Norte, por intermédio da Promotoria de Justiça da Comarca de Campo Grande, recomendou ao prefeito do município de Paraú, Antonio de Narcisio, do PSD, que exonere, no prazo de 15 dias a contar do recebimento da Recomendação, todos os ocupantes de cargos comissionados, função de confiança ou função gratificada, que detenham relação de parentesco consanguíneo, em linha reta ou colateral, ou por afinidade até o terceiro grau com representantes da Prefeitura.

O documento prevê ainda que, a partir do recebimento da Recomendação, a Prefeitura se abstenha de nomear ou contratar pessoas em situação que caracterize nepotismo. A medida vale para cargos comissionados, funções de confiança ou gratificadas e para contratações por tempo determinado para atender a necessidade temporária de excepcional interesse público.

A Recomendação prevê ainda que o prefeito Antonio de Narcisio, do PSD, se abstenha de contratar, em casos excepcionais de dispensa ou inexigibilidade de licitação, pessoa jurídica cujos sócios ou empregados se enquadrem no perfil mencionado; e estabelece que os que forem nomeados aos cargos declarem por escrito antes da posse não se enquadrarem no perfil de nepotismo.

O prefeito de Paraú Antonio de Narcisio, do PSD, deve remeter à Promotoria de Justiça, mediante ofício, cópia dos autos de exoneração e rescisão contratual que correspondiam às hipóteses de nepotismo, bem como declaração de todos os servidores de cargos comissionados, funções de confiança e funções gratificadas no Poder Executivo Municipal.

Caso a Recomendação não seja acatada, o MPRN adotará as medidas legais necessárias a fim de assegurar a sua implementação, inclusive através do ajuizamento de Ação Civil Pública de responsabilização pela prática de ato de improbidade administrativa e reclamação perante o Supremo Tribunal Federal.

Prefeito de Caraúbas Ademar Ferreira é acusado da prática de fraude em licitação

Prefeito de Caraúbas é acusado pelo Ministério Público da prática de fraude em licitação 

ademar-660x330

Denúncias são desdobramentos da Operação Sangria e apontam para a prática de crimes contra a administração pública que inclui fraudes a procedimentos licitatórios e dispensa indevida de licitação, além de desvio de verba pública

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) ofereceu três denúncias contra o prefeito de Caraúbas, Ademar Ferreira da Silva, por irregularidades em dispensa ou fraude em licitação.

O chefe do Executivo é acusado de liderar organização criminosa voltada à prática de crimes contra a administração pública, incluindo-se fraudes a procedimentos licitatórios e/ou de dispensa de licitação e desvios de verbas públicas em favor dos integrantes do grupo, bem como de empresas que habitualmente contratavam com o Município e seus respectivos sócios. As denúncias são desdobramentos da “Operação Sangria”, cujas investigações foram realizadas no âmbito da Promotoria de Justiça de Caraúbas.

Uma das denúncias relata que entre 16 e 25 de maio de 2011, Ademar Ferreira da Silva, na condição de Prefeito, com o intuito de obter para a empresa J. A. Construções e Empreendimentos LTDA. vantagem decorrente de licitação, fraudou o caráter competitivo do Convite nº 024/2011 (para a recomposição de calçamento à base de paralelepípedo, areia e cimento, em diversas ruas espalhadas pela cidade de Caraúbas) e do Convite nº 025/2011 (para a construção de duas academias ao ar livre para terceira idade).

Em 06 de junho do mesmo ano, na qualidade de ordenador de despesas do Município, o prefeito desviou, em proveito alheio, rendas públicas no montante de R$ 49.219,76 através da contratação da mesma empresa J.A. Construções e Empreendimentos LTDA., mediante fraude em procedimento licitatório (Convite nº 024/2011).

Ler mais

Prefeito Maurício Marques é denunciado pelo Ministério Público por crime de desobediência

Ministério Público oferece denúncia contra prefeito de Parnamirim por crime de desobediência

prefeito-de-parnamirim

Prefeito Maurício Marques por cinco vezes omitiu dados requisitados por representante ministerial em inquérito civil que apura a observância das normas ambientais e urbanísticas do Teatro Municipal

O Ministério Público Estadual, por intermédio de seu procurador-geral de Justiça adjunto, Jovino Pereira da Costa Sobrinho, ofereceu denúncia à Justiça em desfavor do prefeito de Parnamirim Maurício Marques dos Santos por obstaculizar a instrução de procedimento e eventual ajuizamento de ações por parte de representante ministerial.

O MPRN quer que seja recebida a denúncia pelo Tribunal de Justiça, notificado o prefeito que é detentor de foro especial por prerrogativa de função e a condenação do chefe do Executivo municipal de Parnamirim nas sanções previstas no art.10 da Lei nº 7.347/1985.

A legislação caracteriza como crime a recusa, retardamento ou omissão no cumprimento de requisição formulada pelo Ministério Público, como informações pretendidas imprescindíveis ao eventual ajuizamento de ação civil pública.

Na denúncia consta que desde o final do mês de outubro de 2014 até a presente data, portanto há quase dois anos, o prefeito omitiu de forma intencional dados técnicos requisitados pela 10ª promotoria de Justiça de Parnamirim, nos autos do inquérito civil público nº 102/2013.

Ler mais

TCE determina indisponibilidade dos bens de 27 empresas e 17 pessoas envolvidas no escândalo de R$ 34,9 milhões no Idema

TCE aponta que desvios no Idema chegam a R$ 34,9 milhões e decreta indisponibilidade de bens

idema_-_foto_fachada

O Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN) determinou a indisponibilidade dos bens de 27 empresas e 17 pessoas físicas envolvidas em pagamentos irregulares da ordem de R$ 34,9 milhões no Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema).

A indisponibilidade dos bens foi decretada no dia 09 de agosto após auditoria realizada pela Diretoria da Administração Indireta detectar que os desvios ocorridos no Idema, e investigados inicialmente pelo Ministério Público Estadual na Operação Candeeiro, superaram o valor previamente aferido, que era de R$ 19 milhões.

O relator do processo, conselheiro Gilberto Jales, votou pelo cumprimento das medidas cautelares sem audiência prévia dos responsáveis, em razão do risco de ocultação de patrimônio. O voto foi aprovado à unanimidade pelos demais conselheiros do Pleno do TCE.

Ler mais

Semarh promove oficinas sobre Plano Estadual e Intermunicipais de Resíduos Sólidos

Semarh promove oficinas sobre Plano Estadual e Intermunicipais de Resíduos Sólidos

CIDADE
DATA
OFICINA
PLANO
LOCAL
HORÁRIO
Pau dos Ferros
05/10/2016
Apresentação e validação do Plano
PERS/RN
Auditório -IFRN
14h às 18h
Mossoró
06/10/2016
Apresentação e validação do Plano
PERS/RN
Estação das Artes
14h às 18h
Assú
07/10/2016
Validação PERS e Diagnóstico PIRS
PERS/RN e PIRS Assú
Cineteatro Pedro Amorim
8h às 12h
14h às 18h
Areia Branca
10/10/2016
Validação do Diagnóstico
PIRS Assú
Câmara Municipal de Areia Branca
14h às 18h
Angicos
11/10/2016
Validação do Diagnóstico
PIRS Assú
Câmara Municipal de Angicos
8h às 12h

Veja acima tabela com as datas, locais e horários das oficinas confirmadas

A Secretaria Estadual de Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) está promovendo oficinas sobre a elaboração do Plano Intermunicipal de Resíduos Sólidos das regiões do Mato Grande, Assu e do Plano Estadual. Os eventos acontecerão a partir de amanhã até o dia 25 desse mês, nos municípios de Pau dos Ferros, Mossoró, Assu, Areia Branca e Angicos.

O objetivo dessas oficinas é apresentar as proposições e validar os planos, contratados pela Semarh, para nortear a gestão de resíduos sólidos dos municípios das duas regiões e do Estado. Na ocasião, serão discutidas com os gestores públicos municipais e com a sociedade civil questões ligadas à coleta seletiva, a extinção dos lixões e o apoio aos catadores de materiais recicláveis.

O Secretário de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídicos, Mairton França, ressalta que os plano já estão em fase final de execução e que é muito importante a participação de todos os atores envolvidos. “A elaboração dos planos vão permitir que os municípios possam obter recursos, junto aos órgãos federais, para investir em ações, na área de resíduos sólidos, tais como a recuperação ambiental da área onde funciona os lixões, aquisição de material para limpeza urbana e estruturação do projeto de coleta seletiva” disse Mairton.

Os Planos intermunicipais do Mato Grande e Assu estão sendo elaborados pela empresa Brencorp. Além destes, a Semarh também contratou os planos das regiões do Alto Oeste, Seridó e Agreste.

Robinson visita navio-veleiro Cisne Branco no Porto de Natal

Governador visita navio-veleiro Cisne Branco no Porto de Natal

visita-cisne-branco_demis-roussos-6

O governador Robinson Faria participou na manhã desta terça-feira (04) de uma visita ao Navio-Veleiro Cisne Branco, da Marinha do Brasil, atracado no Porto de Natal. Durante um café da manhã na embarcação para recepcionar o governador e autoridades estaduais, foram apresentadas informações gerais sobre o Cisne Branco e a missão do Navio pelas águas do país. A embarcação esteve aberta a visitação pública durante os dias 1 e 3 de outubro.

visita-cisne-branco_demis-roussos-2

Robinson Faria destacou que a presença do Cisne Branco no Rio Grande do Norte é um incentivo na disseminação das tradições marítimas. “O navio que ainda preserva a utilização de velas participa de eventos nacionais e internacionais. Aqui no Estado, mais de cinco mil pessoas visitaram a embarcação e isso mostra o interesse da população em conhecer de perto o trabalho da Marinha”, disse o governador.

O vice-almirante e comandante do 3° Distrito Naval, Aguiar Freire, afirmou que a embarcação “tem a função de instrução e também divulga os valores da Marinha do Brasil junto à sociedade”.

Ler mais

Deputado José Adécio participa diretamente na eleição de 21 dos 167 prefeitos eleitos em 2016

Deputado José Adécio participa diretamente na eleição de 21 dos 167 prefeitos eleitos em 2016. Virá com força total em 2018!

jose-adecio

José Adécio, político sério, ficha limpa, homem de palavra, reconhecido pela sua coerência, na vida pública há 40 anos, sem máculas. Em apenas 45 dias de eleições municipais, participou diretamente na campanha de 41 municípios e consegue a façanha de eleger 21 prefeitos, fortalecendo e aumentando sua base política em todas as regiões do Estado. Base forte que consolida a possibilidade de alçar novos voos em 2018.

São eles: REGIÃO CENTRAL – Afonso Bezerra – Chico Bertuleza; Fernando Pedrosa – Sandra Jaqueline; Pedro Avelino – Neide Suely; Angicos – Dr. Ronaldo. MATO GRANDE – Caiçara do Norte – Amarindinho; Rio do Fogo – Laerte Paiva; TOUROS – Assis do Hospital; Galinhos – Fábio Rodrigues; João Câmara – Maurício Caetano –  VALE DO ASSÚ – Pendências – Fernandinho; Ipanguaçú – Valderedo; MÉDIO OESTE – Triunfo Potiguar – Lúcia; Campo Grande – Manoel Veras; Grossos – Mauricinho; AGRESTE – Monte das Gameleiras – Jailton Felix; Várzea – Pedro Sales; Montanhas – Manoel Gustavo; Brejinho – João Gomes; Boa Saúde – Maria Edice; POTENGÍ – Rui Barbosa – Tiquinho; SERIDÓ – Florânea – Drª Márcia.

Frases que marcaram sua trajetória:

“POLÍTICO TEM QUE TER CARA E LADO”.

“POLÍTICO SEM MANDATO SÓ O VENTO BATE NAS COSTAS”.

“DEUS ME POUPOU DO SENTIMENTO DO MEDO! ”

“FAÇO DA POLÍTICA UM INSTRUMENTO DE SERVIR, PROCURANDO SEMPRE SER COERENTE COM MINHAS POSIÇÕES. DISSO EU NÃO ABRO MÃO. ”

José Adécio.

Fonte: Blog do Xua do Agreste

Pesquisa CNI/Ibope revela que desaprovação ao governo Temer subiu de subiu de 53% para 55%

Sobe desaprovação ao governo Temer, segundo pesquisa CNI/Ibope

temer3

Índice vai de 53% para 55% em primeiro levantamento sobre a popularidade do peemedebista desde que ele assumiu cargo após impeachment de Dilma; porcentual de ruim ou péssimo se mantém em 39%

Daiene Cardoso, O Estado de S.Paulo

Pesquisa CNI/Ibope divulgada na manhã desta terça-feira, 4, mostrou que a desaprovação ao governo do presidente Michel Temer subiu de 53% para 55% e 17% não souberam ou não responderam, contra 16% da mostra divulgada anteriormente. Na pesquisa anterior, 31% aprovavam a maneira de Temer governar, agora 28% aprovam.

O porcentual dos que acreditam que o governo é ruim ou péssimo se manteve em 39% e os que acham o governo regular caiu de 36% para 34%. Não souberam responder 12%, ante 13% da última pesquisa.

Sobre o nível de confiança em Temer, 68% disseram não confiar contra 66% do levantamento anterior. De acordo com a nova pesquisa, 26% disseram confiar, um ponto porcentual a menos que o último levantamento. Não souberam responder 6%, ante 7% da última pesquisa.

Ler mais

Aposentadoria média de senadores e deputados federais é 7,5 vezes superior à média do INSS

728x90

Aposentadoria média de parlamentar é 7,5 vezes superior à média do INSS

1475553522405Com plano de previdência próprio, ex-senadores e ex-deputados recebem, em média, R$ 14,1 mil por mês, enquanto no INSS esse número é de R$ 1.862; proposta em estudo prevê modificações nas regras para obtenção dos benefícios pelos congressistas

Murilo Rodrigues Alves, O Estado de S.Paulo

A União gasta todo ano R$ 164 milhões para pagar 1.170 aposentadorias e pensões para ex-deputados federais, ex-senadores e dependentes de ex-congressistas, segundo levantamento feito pelo ‘Estado’. O valor equivale ao que é despendido para bancar a aposentadoria de 6.780 pessoas com o benefício médio do INSS, de R$ 1.862.

A aposentadoria média de um ex-parlamentar (levando em conta também os que se aposentam proporcionalmente) é de R$ 14,1 mil. Todo reajuste dos salários de deputados e senadores é repassado para as aposentadorias. Com a morte do parlamentar, a viúva ou os filhos (até os 21 anos) passam a receber a pensão. Enquanto o teto do INSS é de R$ 5.189,82, o do plano de seguridade dos congressistas é de R$ 33.763.

Responsável pela condução da proposta da reforma da Previdência, o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, é aposentado pela Câmara. Ele recebe R$ 19.389,60 por mês, além do salário de R$ 30.934,70 de ministro. Padilha se aposentou com 53 anos, em 1999, depois do seu primeiro mandato de deputado federal pelo Rio Grande do Sul. “Tenho 70 anos e sou aposentado”, limitou-se a dizer o ministro, quando foi procurado para falar sobre o assunto.

Já o ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, que terá a missão de angariar votos entre os parlamentares para garantir o quórum para fazer as mudanças na Previdência, aposentou-se, após cinco mandatos na Câmara, em 2011, quando tinha 51 anos. Recebe R$ 20.354,25 de aposentadoria, além do salário de ministro. Procurado, ele não quis comentar.

A Câmara tem 525 ex-deputados aposentados, mas 22 estão com o pagamento do benefício suspenso por estarem exercendo mandato. Já o Senado conta com 70 ex-senadores aposentados, mas 9 deles estão em exercício do mandato e, por isso, não acumulam o benefício com o salário de R$ 33,7 mil.

Ler mais

Fernando Bezerra é acusado de ter recebido R$ 41,5 milhões em propina da Queiroz Galvão, OAS e Camargo Corrêa

Senador do PSB de Pernambuco Fernando Bezerra Coelho é denunciado na Lava Jato

fernando-b

Bezerra é suspeito de ter recebido R$ 41,5 milhões em propina da Queiroz Galvão, OAS e Camargo Corrêa

GABRIEL MASCARENHAS – Folha de São Paulo

A PGR (Procuradoria-geral da República) denunciou nesta segunda-feira (3) o senador Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE) por suspeita de ter recebido R$ 41,5 milhões em propina da Queiroz Galvão, OAS e Camargo Corrêa, contratadas pela Petrobras para a construção da refinaria de Abreu Lima.

A PGR sustenta que parte dos recursos desviados também abasteceram a campanha à reeleição do então governador do Estado, Eduardo Campos, morto num desastre aéreo em 2014.

“A denúncia demonstra que o grupo adquiriu a aeronave em que ocorreu o acidente e que as operações de compra e utilização caracterizaram financiamento ilícito de campanha”, diz a PGR.

Bezerra Coelho é acusado de corrupção passiva qualificada e lavagem de dinheiro. Além dele, foram denunciados o empresários João Carlos Lyra Pessoa de Mello Filho, por lavagem de dinheiro, e Aldo Guedes Álvaro, ex-presidente da Companhia Pernambucana de Gás, por corrupção e lavagem.

Ler mais

Operação da Polícia Federal mira no Governador da Bahia, dois ex-ministros de governos do PT e OAS

Governador da Bahia e dois ex-ministros de governos do PT são investigados na Hidra de Lerna

rui-costa

O governador Rui Costa (PT), da Bahia, é investigado. Polícia Federal investiga esquema de financiamento ilegal de campanhas políticas na Bahia e fraudes em licitações e contratos no Ministério das Cidades

Julia Affonso e Fausto Macedo – O Estado de São Paulo

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira, 4, à Operação Hidra de Lerna. A ação, que no total cumpre 16 mandados de busca e apreensão, investiga um esquema de financiamento ilegal de campanhas políticas na Bahia e outro de fraudes em licitações e contratos no Ministério das Cidades. O governador Rui Costa (PT), da Bahia, é investigado.

A empreiteira OAS e um diretório do PT na Bahia são alvo da investigação e os ex-ministros Márcio Fortes (Cidades – Governo Lula) e Mário Negromonte (ex-ministro de Cidades do Governo Dilma e atual conselheiro do Tribunal de Contas da Bahia), de busca e apreensão.

Os mandados, em razão do foro por prerrogativa de função de investigados, foram todos deferidos pela Ministra Maria Thereza Rocha de Assis Moura, do Superior Tribunal de Justiça. A Federal cumpre mandados na Bahia, no Distrito Federal e Rio de Janeiro.

Ler mais

Com a derrota para vereador, Arnóbio Júnior deve ser nomeado novo secretário de Saúde do Assú

Com a derrota para vereador, Arnóbio Júnior deve ser nomeado novo secretário de Saúde do Assú

14449759_

Gustavo Soares com Arnóbio e seu irmão Mário Abreu que também é  amigo do prefeito eleito desde os tempos da escola, colega de profissão, além de companheiro de especialidade na medicina

Após a derrota dos dois vereadores do PMDB, Arnóbio Júnior e Heliomar Alves, o prefeito eleito do Assú, Gustavo Soares, do PR, vai recompensar a perda do partido provavelmente com duas secretarias e deverá convocar os peemedebistas para assumir duas secretarias a partir de janeiro de 2017, quando tomar posse como chefe do executivo assuense.

Para a Secretaria Municipal de Saúde, o prefeito eleito Gustavo Soares, que é médico ortopedista, deverá chamar o atual vereador Arnóbio Júnior, privilegiando assim o seu colega que atua também na área de ortopedia como excelente fisioterapeuta e com experiência no campo administrativo.

Excelente profissional, Arnóbio Júnior, deverá assumir a pasta comandada hoje por Lucianny Edja Guerra de Massena, já exerceu o cargo de secretário de Saúde, no município do Alto do Rodrigues, no governo do então prefeito do PMDB Eider Medeiros, mas existem a ambição de outros aliados pelo cargo que querem vetar o nome do sobrinho de Zeca Abreu.

Comenta-se nos bastidores que existe um prévio acordo político com a cúpula do diretório PMDB do Assú para Arnóbio Abreu Júnior, ser nomeado como novo secretário de Saúde, desde que desistiu da vaga de vice-prefeito para Sandra Alves. Agora é hora de cumprir e não deixa-lo de fora da nova equipe.

PT perde quase metade da influência no Nordeste

PT perde quase metade da influência no Nordeste

1474141016864

PT diminuiu o número de prefeituras em seis dos nove Estados do Nordeste; número de prefeituras só cresceu no Piauí

Igor Gadelha,O Estado de S. Paulo

O PT perdeu significativamente sua influência na eleição deste ano no Nordeste, principal reduto petista no País desde a chegada do partido ao governo federal, em 2002. No domingo, 2, a legenda elegeu 114 prefeitos na região, 37,7% a menos do que os 183 de 2012. Isso representa uma perda de quase metade dos eleitores governados pela sigla na região.

O PT diminuiu o número de prefeituras em seis dos nove Estados do Nordeste. As maiores perdas foram justamente naqueles que são governados por petistas. Na Bahia, administrada por Rui Costa, o PT elegeu 39 prefeitos neste ano, 53 a menos do que conseguiu eleger em 2012. No Ceará, governado por Camilo Santana, a legenda elegeu 15 prefeitos, quase metade dos 26 eleitos no último pleito.

O partido também elegeu menos prefeitos neste ano em Pernambuco, Sergipe, Rio Grande do Norte, Paraíba e Maranhão. O único Estado em que a sigla aumentou o número de prefeitos foi o Piauí, governado pelo petista Wellington Dias. No Estado, o partido elegeu 38 prefeitos, 17 a mais do que os 21 petistas que venceram a disputa em 2012. Em Alagoas, o PT elegeu este ano dois prefeitos, mesmo número da última eleição.

Ler mais