Ministério Público Federal em Caicó atua para acabar com os lixões na região do Seridó

Ministério Público Federal em Caicó atua para acabar com os lixões na região do Seridó

lixo-7

Apesar de 12 municípios terem assinado acordos e haver verba federal já prevista, o consórcio que construiria o aterro sanitário da região ainda não viabilizou a obra

O Ministério Público Federal (MPF) em Caicó ajuizou uma ação civil pública buscando solucionar o problema dos lixões existentes em 25 municípios potiguares, sendo 23 da região do Seridó. Esses espaços de descarte de resíduos a céu aberto estão instalados em locais inadequados, levando diversos riscos à população, e alguns até mesmo em áreas de preservação que compõem a bacia do Rio Piranhas-Açu. Os danos ambientais podem ser graves e irreversíveis, pois os lixões funcionam em “condições absurdamente periclitantes”.

A ação do MPF, de autoria do procurador da República Bruno Lamenha, ressalta que a Política Nacional de Resíduos Sólidos, instituída em 2010, previa o fim dos “lixões” e a instalação de aterros sanitários regularizados em todos os municípios do país até agosto de 2014. Além disso, desde 2009 o MPF e o MP Estadual vinham firmando termos de ajustamento de conduta (TACs) com Ibama, Idema e 12 municípios da região: Acari, Caicó, Cruzeta, Florânia, Jardim de Piranhas, Jardim do Seridó, Ouro Branco, Parelhas, São João do Sabugi, São José do Seridó, Serra Negra do Norte e Timbaúba dos Batistas.

O Plano Estadual de Resíduos Sólidos, que divide o estado em cinco áreas e prevê a construção de um espaço de descarte para cada região, criou cinco consórcios que ficariam responsáveis por esses aterros. No Seridó, o consórcio foi instalado em 2009, reunindo os 25 municípios réus na ação, mas teve suas atividades praticamente paralisadas após as eleições de 2012.

O aterro previsto seria construído em Caicó, atendendo às demais cidades através de seis estações de transbordo, localizadas em Cerro Corá, Currais Novos, Jardim do Seridó, Jucurutu, São João do Sabugi e Florânia. A obra não saiu do papel e todos os prazos contidos nos TACs se esgotaram. O MPF executou judicialmente os acordos e mesmo com a Justiça aplicando parte das multas previstas em razão do descumprimento, os lixões irregulares continuam sendo o destino dos resíduos.

Ler mais

Governo do RN e CBF firmam parceria para realizar trabalho social

Governo do RN e CBF firmam parceria para realizar trabalho social

coletiva-cbf-fot-ivanizio-rasmos14

Um momento histórico para o Rio Grande do Norte, quando pela primeira vez a Seleção Brasileira joga uma partida oficial em Natal, ao disputar vaga para a Copa do Mundo da Rússia em 2018. Além do jogo com a Bolívia, o time do Brasil traz ainda o planejamento do CBF social, um conjunto de diversos eventos que agregam ações sociais, aulas de futebol e proximidade com a Seleção.

O projeto foi apresentado numa coletiva, na tarde desta quarta-feira (5), com o governador Robinson Faria, o secretário geral da Confederação Brasileira de Futebol, Walter Feldman, o presidente da Federação Norte Riograndense de Futebol, José Vanildo, o tricampeão mundial, Jairzinho Furacão, o ex- jogador da seleção e embaixador potiguar do projeto, Souza, e Diogo Netto, gerente da CBF Social, na Arena das Dunas.

No Rio Grande do Norte, como parte das ações, a organização da partida arrecadou dez toneladas de alimentos com a troca de ingressos pelo treino da seleção na Arena das Dunas; realizou palestras para universitários do curso de Educação Física; entregou ainda uma camisa autografada ao Hospital Infantil Varela Santiago. Os eventos encerram amanhã, com a participação de 50 estudantes da rede pública de ensino na torcida.

Ler mais

STF decide a favor de prisão após julgamento na segunda instância

STF decide a favor de prisão após julgamento na segunda instância

16279258

A ministra Cármen Lúcia e o procurador-geral Rodrigo Janot durante sessão no Supremo

GABRIEL MASCARENHAS – Folha de São Paulo

O STF (Supremo Tribunal Federal) estabeleceu nesta quarta (5), por 6 votos a 5, que a prisão de réus condenados pela Justiça deve ocorrer a partir da decisão da segunda instância.

Como a sentença se refere a ações diretas de inconstitucionalidade, a decisão, que manteve entendimento adotado em fevereiro para um caso específico, terá de ser seguida por todos os tribunais do país.

Votaram pelo entendimento majoritário os ministros Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Teori Zavascki, Luiz Fux, Gilmar Mendes e Cármen Lúcia, presidente da corte.

Saíram vencidos o relator, Marco Aurélio Mello, Rosa Weber, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski e Celso de Mello.

O tribunal votou duas ações apresentadas pela OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e pelo PEN (Partido Ecológico Nacional). Ambos sustentam que o princípio constitucional da presunção de inocência não permite a prisão enquanto houver direito a recurso. O julgamento começou no dia 1º deste mês, mas foi suspenso horas depois.

Ler mais

Moro nega a Lula mais tempo para apresentar defesa

Moro nega a Lula mais tempo para apresentar defesa

lula12

Por não haver base legal, “não há como se deferir prazo adicional de cinquenta e cinco dias”, disse juiz em despacho, que liberalmente concedeu mais cinco dias para a defesa

O juiz federal Sergio Moro, responsável pelos inquéritos da operação Lava Jato na primeira instância, negou nesta quarta-feira (5) o pedido feito pelos advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para ampliar em 55 dias o prazo para manifestação da defesa em inquérito da Lava Jato. O prazo vence hoje.

No despacho, Moro afirma não haver base legal para o pedido da defesa, que é relacionado ao inquérito em que Lula, Marisa Letícia e outras seis pessoas foram denunciadas por corrupção passiva e lavagem de dinheiro pelo Ministério Público Federal (MPF).

“Não há como se deferir prazo adicional de cinquenta e cinco dias, conforme requerido pela Defesa, o que representaria o lapso temporal entre a instauração do inquérito e o oferecimento da denúncia. Não há nenhuma base legal para essa pretensão e o prazo do MPF para oferecer a denúncia, de quinze dias, após a conclusão do inquérito, não tem qualquer relação com o prazo para a resposta preliminar, peça bem menos complexa e que não se presta ao esgotamento das alegações das partes”, argumentou o magistrado.

Como o prazo da defesa encerra-se hoje, Moro decidiu conceder “por liberalidade”, mais cinco dias, a contar a partir desta quarta-feira. “Então, não há falar que há qualquer dificuldade para [defesa] apresentar a resposta preliminar. Aliás, a defesa do coacusado José Adelmário já apresentou sua resposta sem qualquer dificuldade”, comparou o juiz, que também estendeu o prazo para a defesa de Adelmário.

Ler mais

Diretor-presidente Marcelo Toscano nega possibilidade de privatização da CAERN

Diretor-presidente Marcelo Toscano nega possibilidade de privatização da CAERN

caern-1

A possibilidade de privatização da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) foi rechaçada durante a audiência pública realizada na tarde desta quarta-feira (5), na Assembleia Legislativa.

Convidados pelo deputado Fernando Mineiro (PT), representantes do Executivo disseram que a possibilidade de venda da companhia sequer é cogitada pelo Governo do Estado e que, no momento, o objetivo é melhorar os serviços prestados à população potiguar.

Proposta pelo deputado Fernando Mineiro, a audiência pública teve como objetivo discutir o saneamento básico de Natal e possível Programa de Parceria de Investimentos (PPI) para a companhia, que supostamente seguiria um entendimento nacional de abertura das estatais para capital privado como contrapartida a investimentos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

caern-2

“São questões que precisamos discutir. Os sindicalistas não são contra a priovatização somente para conservar seus trabalhos, mas não é o caso. A água é um direito sagrado de todos e é um risco ir para a iniciativa privada”, disse Mineiro, sugerindo ainda que o sindicato que representa os profissionais que atuam na área produzissem uma carta aberta relatando os riscos à sociedade.

Por outro lado, o diretor-presidente da Caern, Marcelo Toscano, garantiu que a privatização não é cogitada pelo Governo do Estado. Segundo o gestor, o maior objetivo da administração é fazer com que a Caern se torne ainda mais eficiente, cumpra com os planos para o saneamento básico e, dessa forma, ofereça serviços melhores à população.

Ler mais

Vice-prefeito do PMDB Eurimar e aliados do prefeito eleito Gustavo Soares ameaçam perseguir Dedé Ramalho

Vice-prefeito do PMDB Eurimar e aliados do prefeito eleito Gustavo Soares ameaçam perseguir Dedé Ramalho

eurimar-e-gustavo

Com a vitória de Gustavo Soares, o Assú voltou a ser uma cidade amedrontada pela covardia política, como foi na época do padrinho e ex-prefeito Ronaldo Soares, com seu estilo de Don Vito Andolini Corleone

Mal terminou a campanha eleitoral e a ameaça de perseguição política patrocinada por aliados do prefeito eleito Gustavo Soares aos simples cidadãos que seguem a orientação política do prefeito Ivan Júnior, vai transformar o Assú numa cidade do medo destilado pelo ódio e a vingança dos vencedores do pleito contra quem democraticamente não votou pela volta da oligarquia Soares/Montenegro ao poder.

O atual vice-prefeito do Assú, Eurimar Nóbrega, do PMDB e outros lacaios e vassalos do prefeito eleito Gustavo Soares, como Tiago advogado, Marcos Soares e Marconi Móveis, estão fazendo ameaça de perseguição ao ASG Dedé Ramalho, falando que vão lhe mandar para a comunidade do Trapiá com uma vassoura na mão, segundo acusação da futura vítima na sua pagina social.

2016-10-05-1

A grave acusação foi feita hoje na rede social do Facebook pelo ASG Dedé Ramalho, conforme post acima que ele mesmo escreveu na sua página. Com a vitória de Gustavo Soares, o Assú voltou a ser uma cidade amedrontada pela covardia política, como foi na época do padrinho e ex-prefeito Ronaldo Soares, com seu estilo de Don Vito Andolini Corleone.

Depois de muito tempo sem se falar um com o outro, o atual vice-prefeito do Assú, Eurimar Nóbrega, agora virou refém do ex-prefeito Ronaldo Soares com a vitória do prefeito eleito, Gustavo Soares, mas deve se lembrar que quando exercia o cargo de coordenador geral da campanha da ex-secretaria Fátima Morais em 2004, recebeu um telefonema de Ronaldo que só não o chamou de carne assada, mas do resto disse o que quis.

Eurimar pode ate querer agradar a Ronaldo, para acabar assim com uma desavença que vem de longas datas, quando por telefone os dois trocaram impropérios, palavrões e desaforos entre si e ficaram intrigados, mas não espere perdão do velho Jacaré, com esse tipo de conduta. O Blog do VT abre espaço para que os acusado digam suas versões sobre esse episódio vergonhoso.

Centro de Ensino Superior do Seridó realiza primeira Semana de Administração e Turismo em Currais Novos

Centro de Ensino Superior do Seridó realiza primeira Semana de Administração e Turismo em Currais Novos

semana-adm-tur

Palestras, oficinas e mesas redondas compõem a I Semana de Administração e Turismo (AdmTur) do Centro de Ensino Superior do Seridó (CERES) Currais Novos, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), que segue até esta sexta-feira, 7.

Com tema “Explorando as potencialidades regionais”, o evento busca aproximar os alunos às áreas de empreendedorismo, marketing, logística e eventos. A solenidade de abertura aconteceu na noite da terça-feira, 4, no auditório da Câmara dos Diretores Lojistas (CDL) de Currais Novos, e reuniu mais de 150 pessoas, incluindo a comunidade universitária e o público externo.

semana-adm-tur-ceres_04out16

O momento contou com apresentação cultural do grupo de dança Desafio Swing, exposição da artista plástica Layanne Santos e sessão de autógrafos do professor Muirakytan Kennedy de Macedo, historiador e autor de obras como “Rústicos Cabedais: patrimônio e cotidiano familiar nos sertões da pecuária”. O professor também ministrou a palestra de abertura, que abordou a “Formação Histórica e Econômica do Seridó”.

Ler mais

Por unanimidade, TCU rejeita contas do governo Dilma em 2015

Por unanimidade, TCU rejeita contas do governo Dilma em 2015

1474704226422

Parecer pela reprovação, que leva em conta as pedaladas fiscais e os decretos orçamentários tratados no impeachment, será agora enviado para julgamento do Congresso

Fábio Fabrini ,O Estado de S.Paulo

O Tribunal de Contas da União (TCU) decidiu nesta quarta-feira, 5, dar parecer pela rejeição das contas do governo Dilma Rousseff em 2015, a exemplo do que ocorreu em relação ao ano anterior. O documento, aprovado por unanimidade em sessão de mais de três horas, será agora encaminhado ao Congresso, ao qual cabe julgar os balanços da União em definitivo.

Os ministros da corte acompanharam o voto do relator do processo, José Múcio Monteiro, antecipado pelo Estado em 28 de setembro. Eles entenderam que dez irregularidades ensejam a reprovação das contas. Sete delas se referem às chamadas pedaladas fiscais.

Essas manobras foram atrasos no repasse de recursos para bancos públicos bancarem obrigações do governo com programas sociais e empréstimos subsidiados. Com isso, os saldos das contas desses programas ficaram negativos nas instituições, que tiveram que cobrir os gastos com o dinheiro depositado pelos correntistas. Para o TCU, os atrasos configuraram empréstimos ilegais entre os bancos e seu controlador, a União, porque não foram autorizados pelo Legislativo.

A decisão do tribunal foi tomada após a análise da defesa da ex-presidente, apresentada em setembro. Tanto a área técnica quanto o Ministério de Público que atua perante a corte, cujas análises serviram para embasar os votos dos ministros, consideraram que os argumentos de Dilma não foram suficientes para elidir as principais falhas identificadas.

Ler mais

Polícia Federal indicia Lula por corrupção em contratos do sobrinho em Angola

Polícia Federal indicia Lula por corrupção em contratos do sobrinho em Angola

lula-reuters

Além do ex-presidente, foram indiciados o empreiteiro Marcelo Odebrecht e o empresário Taiguara Rodrigues, sobrinho do petista, na ampliação da hidrelétrica de Cambambe em 2012

Fausto Macedo, Julia Affonso, Ricardo Brandt e Mateus Coutinho – O Estado de São Paulo

A Polícia Federal indiciou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por corrupção. A PF também indiciou o empreiteiro Marcelo Odebrecht e Taiguara Rodrigues, sobrinho de Lula, estes dois por corrupção e lavagem de dinheiro.

Além de Odebrecht, outros sete executivos da empreiteira foram enquadrados por corrupção e lavagem de dinheiro. A PF afirma que o ex-presidente recebeu parte de uma propina de R$ 20 milhões que teriam sido pagas pela Odebrecht para a empresa Exergia, de Taiguara.

Segundo a PF, a propina teria sido uma contrapartida da empreiteira por supostamente ter sido favorecida por Lula em Angola. A empreiteira teria bancado despesas pessoais do petista, inclusive, pagamentos de plano de saúde.

O ex-presidente teria beneficiado o sobrinho por meio da Odebrecht em contratos em Angola. Foi na obra de ampliação e modernização da hidrelétrica de Cambambe, em Angola, contudo, que o empresário firmou um contrato milionário com a Odebrecht, em 2012, e que está na mira dos investigadores. Sua empresa Exergia fechou um contrato de prestação de serviços para a empreiteira naquele ano no valor de R$ 3,5 milhões.

Ler mais

José Adécio diz que eleições municipais deixam lições para os políticos

José Adécio diz que eleições municipais deixam lições para os políticos

adecio-eleicao

Em pronunciamento durante a sessão plenária desta quarta-feira (5), na Assembleia Legislativa, o deputado José Adécio (DEM) felicitou os prefeitos eleitos no Rio Grande do Norte e disse que as eleições municipais deste ano foram diferentes de outras anteriores.

“Faço um breve relato sobre o que vi e assisti na eleição do dia 2 de outubro. Tenho a mais absoluta certeza e convicção que o eleitor não votou em partidos, mas sim em candidatos”, declarou José Adécio.

De acordo com o parlamentar, foram muitas as lideranças políticas do Estado que não obtiveram o êxito esperado no pleito do último domingo. “A vida pública é como uma onda: ela cresce e decresce, nunca se estabiliza, nunca é constante”, comentou.

O parlamentar destacou as eleições nos municípios de Montanhas, Ipanguaçu, e Campo Grande, reforçando que foram candidaturas simples, sem grandes apoios e estruturas, porém vitoriosas.

Ao final do pronunciamento, o parlamentar parabenizou os demais colegas deputados e candidatos que apoiou nas eleições. “Agradeço aos 21 prefeitos que se elegerem com o nosso apoio e também aos outros 17 candidatos que não se elegeram, mas aceitaram o nosso apoio. Posso dizer que saio fortalecido dessa campanha, que foi um ensinamento do povo aos políticos. A minha contribuição foi com minha palavra e presença, porque o povo não votou em lideranças, mas nos candidatos”, concluiu José Adécio.

Projeto de Walter Alves obriga divulgação na internet da relação de beneficiários da Previdência

728x90 aplicativo detranProjeto de Walter Alves obriga divulgação na internet da relação de beneficiários da Previdência

walter-alves-no-plen

Uma proposta em análise na Câmara dos Deputados torna obrigatória a publicação mensal na internet da relação de pessoas que recebem benefícios do Regime Geral de Previdência Social – aposentadoria, pensões, BPC, LOAS etc. A medida está prevista no Projeto de Lei 4831/16, de autoria do deputado federal Walter Alves (PMDB-RN).

Pelo texto, a relação deverá estar acompanhada do tipo de benefício concedido, da data de concessão e de término do provento, e do número de CPF do beneficiário. A proposta prevê ainda a possibilidade de relatórios por município e de consulta por nome do beneficiário.

Ler mais

Assú e mais trinta e sete municípios do RN receberão cursos do Pronatec

Assú e mais trinta e sete municípios do RN receberão cursos do Pronatec

pronatec-2016-rn-03

Cursos serão ofertados ainda neste semestre pela Escola Agrícola de Jundiaí, da UFRN e deverá beneficiar mais de 2.500 norte-rio-grandenses

A Escola Agrícola de Jundiaí (EAJ), que pertence à Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), anunciou nesta quarta-feira (5) que está em fase de planejamento para a realização de cursos de capacitação profissional em 38 municípios do estado em parceria com o Governo Federal através do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).

A meta é que mais de 2.500 norte-rio-grandenses sejam beneficiados ainda neste semestre. Dentre as modalidades ofertadas nesta etapa está o Programa Mulheres Mil, modalidade exclusiva para mulheres em estado de vulnerabilidade social. E há também cursos voltados para o sistema prisional, em especial para detentos do regime fechado.

Ao todo, mais de 100 cursos serão ofertados nos municípios de Assu, Angicos, Baía Formosa, Baraúna, Barcelona, Brejinho, Caicó, Equador, Goianinha, Ipueira, João Câmara, Jucurutu, Jundiá, Lagoa de Pedras, Lagoa Salgada, Macaíba, Martins, Monte Alegre, Mossoró, Natal, Nísia Floresta, Nova Cruz, Paraú, Parnamirim, Pedro Velho, Pilões, Rafael Godeiro, Riachuelo, Rio do Fogo, Santo Antônio, São Gonçalo do Amarante, São José de Mipibu, São Miguel do Gostoso, Senador Georgino Avelino, Serra Caiada, Serra de São Bento, Serra do Mel e Vera Cruz.

Governo Robinson amplia benefícios do Proadi e cede áreas para instalação de novas indústrias

Governo Robinson amplia benefícios do Proadi e cede áreas para instalação de novas indústrias

05-10-proadi-1

O governador Robinson Faria assinou na manhã desta quarta-feira (05) a concessão de dois novos benefícios do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Industrial do Rio Grande do Norte (Proadi) a duas empresas (Marinar Produtos Alimentícios e Implasverde) e a prorrogação do incentivo a outras quatro (Megafral, Coats Correntes Têxtil, Biosev – Unidade Estivas – e Bomfrigo Alimentos industriais. O ato solene aconteceu na sala de reuniões da Governadoria, no Centro Administrativo do Estado, em Natal.

Os benefícios vão assegurar investimentos de R$ 12,4 milhões e gerar 2.419 empregos diretos. As indústrias estão instaladas nas cidades de Natal, Mossoró, João Câmara, Monte Alegre, São Gonçalo do Amarante e Arez.

05-10-proadi-4

Na cerimônia o governador Robinson Faria oficializou a doação de duas áreas a empresas que serão instaladas no Centro Industrial Avançado de Macaíba – a Multipak Embalagens do Nordeste, de fabricação de artefatos de material plástico, e a Vilac Foods Tecnologia Ingredientes LTDA., do ramo alimentício. As áreas possuem, respectivamente, 15.710,22 m² e 13.678,69 m². A primeira indústria vai investir R$ 3,5 milhões e gerar 105 empregos diretos. A segunda também vai investir R$ 3,5 milhões e gerar 115 empregos.

Ler mais

Polícia Federal abre inquérito sobre compra de térmicas no governo Fernando Henrique

Polícia Federal abre inquérito sobre compra de térmicas no governo Fernando Henrique

fhc

Investigação da Operação Lava Jato mira em suposto esquema de corrupção em negócios da Petrobrás entre 1999 e 2001, segundo delação do ex-diretor da estatal Nestor Cerveró

Julia Affonso, Ricardo Brandt, Fausto Macedo e Mateus Coutinho – O Estado de são Paulo

A Operação Lava Jato investiga um suposto esquema de corrupção na compra de termoelétricas pela Petrobrás, no período de 1999 a 2001 (Governo FHC). A Polícia Federal abriu inquérito para apurar a aquisição envolvendo as empresas Alsotm/GE e NRG.

A investigação parte da delação do ex-diretor da área Internacional da Petrobrás Nestor Cerveró, que, na década de 1990, era gerente de energia do Departamento Industrial da estatal petrolífera.
O delator narrou que, em 1997, ‘se vislumbrou a possibilidade de uma crise energética no Brasil’ e que a Petrobrás começou a negociar o desenvolvimento de térmicas.

Ele apontou o ex-senador e ex-líder do Governo Dilma no Senado, Delcídio do Amaral (ex-PT/MS), que, na época, exercia a função de diretor da Petrobrás.

Ler mais

“Vamos botar culpa em Ivan se Gustavo não cumprir as promessas com o povo”, diz Ronaldo Soares

Ronaldo Soares mandou Gustavo Soares “dá a Lua e as estrelas como garantia ao eleitor do Assú”

ronaldo-e-gustavo

O velho Jacaré diz que vai botar culpa no prefeito Ivan Júnior, se o filho não tiver competência para cumprir as promessas feitas ao povo do Assú na praça pública durante a campanha

O maior projeto de enganação política em Assú para ressuscitar a oligarquia dos Soares/Montenegro, montado e executado a partir de ordens emanadas dos alpendres da casa do Dnocs invadida pelo ex-prefeito Ronaldo Soares, em Pataxó, foi vitorioso e teve como pilar principal o engodo da promessa para ludibriar e conquistar o apoio do jovem eleitor assuense que desconhecia a sede de poder do velho cacique e as suas artimanhas.

Para Ronaldo Soares, o que importava era seu filho e prefeito eleito Gustavo Soares, fazer promessa ao povo, mesmo que não possa cumpri-la. O importante para o velho cacique Ronaldo era ganhar as eleições, não importava os meios que foi usado para os Soares voltar a ter o poder caneta. “Vamos dá a Lua e as estrelas como garantia ao eleitor do Assú”, disse Ronaldo a um aliado que justificando o rojão de promessas.

Depois de ganharmos as eleições, garantiu o ex-prefeito Ronaldo, ‘vamos inventar mais mentiras para dizer que não podemos fazer o que prometemos em praça pública’, disse durante conversa com aliados nos alpendres da casa do Dnocs em Pataxó.

“Vamos botar culpa no prefeito Ivan Júnior e dizer que ele deixou arrombada a Prefeitura do Assu, assim ficamos de bem com o povo, ajudamos a reeleger o deputado George Soares e prejudicamos a candidatura de Ivan para deputado estadual em 2018”, confidenciou o velho Jacaré e pai do prefeito eleito Gustavo Soares.

Agora vamos ver se o povo vai engolir essa conversa fiada de Ronaldo, quando Gustavo Soares, não puder cumprir as promessas de emprego para o povo, deixar o sistema de saúde do Assú igual a Inglaterra, entre outras mirabolantes, já que George Soares, dizia que a Prefeitura do Assú tem muito dinheiro.