Robinson abre a 54ª Festa do Boi que deve receber cerca de 500 mil pessoas e gerar mais de R$ 50 milhões de negócios

Robinson abre a 54ª Festa do Boi que deve receber cerca de 500 mil pessoas e gerar mais de R$ 50 milhões de negócios

festa-do-boi_demis-roussos-2

Foi aberta na noite deste sábado (8), a 54ª Festa do Boi, que é realizada em parceria entre o Governo do Estado do Rio Grande do Norte e a Associação Norte-rio-grandense dos Criadores (Anorc), e segue até o sábado (15), no Parque Aristófanes Fernandes, em Parnamirim.

O evento que tradicionalmente dá a oportunidade do pecuarista potiguar apresentar seus produtos e fazer importantes negócios, neste ano de 2016, deve gerar em torno de R$ 50 milhões, segundo a Anorc, e receber cerca de 500 mil pessoas, entre expositores, criadores e público em geral.

festa-do-boi_demis-roussos-4

“Apoiamos a Festa do Boi e acreditamos no agronegócio porque essa é uma das principais atividades econômicas estado. Hoje, o Rio Grande do Norte é o responsável por 55% das exportações nacionais nesse mercado”, disse o secretário de Agricultura, Pecuária e Pesca, Guilherme Saldanha.

Ler mais

Caixa socorreu Odebrecht no estádio do Corinthians com R$ 350 milhões

Caixa socorreu Odebrecht no estádio do Corinthians com R$ 350 milhões

2016-10-09

Caixa ajudou Odebrecht no Itaquerão com R$350 milhões

CAMILA MATTOSO e JULIO WIZIACK – Folha de São Paulo

A Odebrecht fez uma transação sigilosa com a Caixa Econômica Federal em 2014 para cobrir um buraco milionário para construção da Arena do Corinthians, palco da abertura da Copa no Brasil.

O dinheiro, gasto pela empreiteira no estádio, não tem prazo para retorno. Para ajudar a Odebrecht a recuperá-lo, o banco estatal comprou debêntures emitidas pela empreiteira no valor de ao menos R$ 350 milhões.

Debêntures são títulos de crédito lançados ao mercado para captar recursos. Na prática, funciona como um empréstimo. A Odebrecht terá que devolver esse recurso à Caixa com juros.

O ex-presidente do Corinthians e atual deputado federal Andrés Sanchez (PT-SP), que participou do projeto de construção da arena, confirmou à Folha a transação, mas disse que não comentaria o negócio porque o acerto foi feito entre a Caixa e a Odebrecht, sem envolver o clube.

Ler mais

Com eleição de 792 prefeitos, PSDB vai gerir orçamento de R$ 136,2 bilhões

728x90Com eleição de 792 prefeitos, PSDB vai gerir orçamento de R$ 136,2 bilhões

psdb-alckmin-aecio-didasampaio-768x511

Prefeitos do PSDB vão gerir, a partir de 2017, o maior orçamento na comparação com as demais legendas. O partido, que hoje tem 754 prefeituras, administra R$ 57,3 bilhões. A partir de 2017, considerando o resultado do primeiro turno, o valor subirá para R$ 136,2 bilhões.

O PT, por sua vez, terá redução de 85% no volume de recursos municipais administrados. O partido hoje controla um orçamento de R$ 110 bilhões. O resultado da eleição no primeiro turno deixa os prefeitos petistas como gestores de R$ 15,8 bilhões, a partir de 2017.

O DEM terá um orçamento 16% maior do que o gerido pela sigla hoje. Entre os principais partidos, perde apenas para o PSDB. O PMDB, de Michel Temer, administra R$ 63,4 bilhões e agora terá R$ 69,8 bilhões. Ou seja, um crescimento de 10%.

Da Coluna Estadão

Secretaria de Comunicação do governo Gustavo Soares, deve ficar entre Lúcio Flávio e Jarbas Rocha, da Princesa

Secretaria de Comunicação do governo Gustavo Soares, deve ficar entre Lúcio Flávio e Jarbas Rocha, da Princesa

20160227_121706

Lúcio Flavio tem vasta experiencia como secretário de comunicação, inclusive na administração do prefeito Ivan Júnior e do ex-prefeito Ronaldo Soares, pai do prefeito eleito Gustavo Soares 

O novo secretário de Comunicação da Prefeitura do Assú a partir de 2017, deverá sair dos quadros de radialista profissionais que trabalham na Rádio Princesa do Vale e que tem o ex-prefeito Ronaldo Soares e a ex-secretária Rizza Montenegro, como sócios da emissora e são os pais do prefeito eleito Gustavo Soares, do PR.

george-panorama

Jarbas Rocha,  depois que assumiu o comando de dois importantes programa na Princesa, faz questão de destacar seu parentes com os Soares que são sócios da emissora 

O atual chefe da redação do departamento de jornalismo da Rádio Princesa, Lúcio Flávio da Fonseca, primo do ‘Jacarezinho’ e prefeito eleito, é o mais cotado para assumir a pasta da Secretaria de Comunicação. O outro cotado para comandar a pasta de comunicação, é o repórter Jarbas Rocha Soares, apresentador do programa Caderno de Ocorrência e do programa político Panorama do Vale.

tiberio

Tibério Guedes (camisa vermelha), foi assessor da campanha de Comunicação do Jacarezinho e tem chance de ser emplacado no cargo

A escolha do prefeito eleito Gustavo Soares deverá ser entre um dos seus dois primos, mas o assessor de imprensa da campanha eleitoral do futuro chefe do executivo assuense e radialista da Nova 89 FM, Tibério Guedes, não é carta fora do baralho nesse jogo para a montagem do primeiro escalão do governo do ‘Jacarezinho’.

Em crise, pelo menos 6 Estados e DF não têm dinheiro para pagar 13º salário

Em crise, Estados dizem não ter caixa para pagamento do 13º salário

1475956800393

Governos estaduais esperam ajuda da União e melhora da economia para amenizar problemas financeiros. Para aliviar o peso da folha de pagamento no final do ano, alguns Estados já vêm pagando parte do 13º no aniversário do servidor

Murilo Rodrigues Alves, Idiana Tomazelli, Adriana Fernandes,O Estado de S.Paulo

Em meio à grave crise fiscal, os governos estaduais já preveem dificuldades para pagar o 13.º e o restante dos salários de servidores públicos até o fim do ano. Os Estados evitam admitir oficialmente que não há caixa para pagar o benefício, mas pelo menos sete de 24 unidades da Federação consultadas pela reportagem reconhecem que não há definição de como e quando o 13.º será depositado na conta de 2 milhões de servidores.

Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Minas, Bahia, Distrito Federal, Sergipe e Roraima não teriam, hoje, os recursos para honrar o compromisso, segundo os secretários de Fazenda. Alguns deles não conseguirão fazer o pagamento mesmo com a ajuda esperada do governo federal. Além do socorro do Tesouro, eles contam com a recuperação, mesmo que mínima, da economia – o que contribuiria para o aumento da arrecadação.

Antes de se preocupar com o pagamento do salário adicional, muitos Estados ainda precisam se empenhar para dar conta do contracheque dos próximos meses. A situação é tão delicada que um dia é vivido de cada vez, e o fim do ano ainda é questão de longo prazo. “Não temos nada definido sobre o pagamento do 13.º. Há um longo caminho ainda até o dia 20 de dezembro (prazo para o depósito). Não podemos garantir nada”, disse o secretário estadual de Fazenda do Rio Grande do Sul, Giovani Feltes.

Ler mais

Assembleias barram pedidos do STJ para processar governadores; de 52 até hoje, só um foi aceito

Assembleias barram pedidos do STJ para processar governadores; de 52 até hoje, só um foi aceito

fernando_pimentel

Se depender das Assembleias Legislativas Brasil afora, praticamente nenhum governador suspeito de irregularidade será processado. Das 52 solicitações feitas pelo STJ contra chefes do Poder Executivo estadual, apenas uma foi autorizada — contra Ivo Cassol, então governador de Rondônia, em 2005.

De acordo com a coluna Painel da Folha de São Paulo, outros 15 pedidos foram negados e 36 não foram sequer respondidos. O Supremo discute se isso é constitucional. O relator Celso de Mello foi favorável à exigência da consulta.

Os números foram enviados pelo STJ ao Supremo. O caso recente mais emblemático é o do governador Fernando Pimentel (MG), indiciado pela PF, em que o tribunal superior referendou a necessidade de a Assembleia autorizar a ação.