Em vitória de Temer, Câmara aprova em 1º turno congelamento dos gastos federais

Em vitória de Temer, Câmara aprova em 1º turno congelamento dos gastos federais

622413-970x600-1

Foram 366 votos a favor, 11 contra e 2 abstenções; Casa ainda votará emendas, e texto precisa passar por 2º votação –provavelmente no fim do mês– antes de ir ao Senado

MAELI PRADO, RANIER BRAGON e DÉBORA ÁLVARES – Folha de São Paulo

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta segunda-feira (10) o texto base da proposta de emenda à Constituição que congela os gastos federais pelos próximos 20 anos, prioridade legislativa do governo Michel Temer para 2016.

O resultado —366 votos a favor, 11 contra, com 2 abstenções— foi obtido com o empenho pessoal do presidente da República, o que incluiu um jantar para mais de 200 deputados na noite deste domingo (9).

Temer ainda exonerou três ministros —Fernando Coelho (Minas e Energia), Bruno Araújo (Cidades) e Marx Beltrão (Turismo)— para que reassumissem suas cadeiras de deputados federais e votassem pela aprovação da iniciativa.

A chamada PEC do Teto obteve, assim, 58 votos a mais do que o mínimo necessário (308).

A Câmara votará ainda nesta segunda-feira nove emendas de bancada que podem alterar a PEC. Após essa fase, o texto tem que passar ainda por uma segunda votação, provavelmente na última semana de outubro. Depois disso, segue para análise do Senado.

Ler mais

Em Assú, Cineteatro festeja outubro cheio de atrações

Cineteatro festeja outubro cheio de atrações

 po-cine-teatro-outubro

O mês de outubro, quando Assú completa 171 anos está sendo festejado com muitas atrações no Cineteatro Pedro Amorim, a programação teve início no último sábado, dia 08, com o espetáculo “Música de Câmara Arte e Empreendedorismo”, no domingo foi apresentado o “Projeto Domingo da Criança” com o grupo a Turma da Alegria.  

A programação segue intensa agenda até o dia 30. Estão previstos: shows musicais, exibição de filmes, recitais, espetáculos teatrais, dentre outros, realizados com apoio da Prefeitura do Assú.

No dia 12 de outubro haverá exibição de filmes infantis para criançada com entrada gratuita, a exemplo de quase toda a programação, com exceção dos dias 09, 14, 15 e 30, que serão cobrados ingressos.

 Aniversário 3 anos

Após passar mais de 30 anos abandonado, ficando literalmente em ruínas, o Cine Teatro foi revitalizado e inaugurado por meio de uma parceria entre a Prefeitura do Assú, Petrobras e Governo do Estado através da Lei Câmara Cascudo, transformando-se em um novo espaço de lazer e cultura. Em 2016 o novo Cine Teatro completou 3 anos de revitalização.

SEACOM -PMA

Robinson trata da federalização de hospitais do interior com presidente da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares

Robinson trata da federalização de hospitais do interior com presidente da EBSERH

10102016-reucom-ebserh-3 

O governador Robinson Faria se reuniu na tarde desta segunda-feira, 10, com o presidente da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH), Kleber de Melo Morais, em Brasília. O objetivo do encontro foi tratar do processo de federalização dos hospitais regionais de Caicó, Currais Novos e Santa Cruz, que passariam a funcionar nos moldes do Hospital Universitário Onofre Lopes, referência nacional.

“Ainda serão realizados alguns estudos para viabilizar a federalização destas unidades. E é muito importante frisar que esta mudança não implicará em nenhum prejuízo para a população da região. Muito pelo contrário. São previstas várias melhorias”, salientou o governador.

Durante a reunião, foram apresentadas as ações de ensino na saúde já desenvolvidas pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Nos três hospitais, já funcionam residências médicas. Do encontro, ainda participaram a subsecretaria de Saúde Ederlinda Dias e a reitora da UFRN Ângela Paiva. 

Prefeitura do Alto do Rodrigues convoca mulheres a participar de campanha de prevenção contra o câncer de mama

Prefeitura do Alto do Rodrigues convoca mulheres a participar de campanha de prevenção contra o câncer de mama

capturar

Chegou o mês de outubro e com ele a tradicional campanha Outubro Rosa de prevenção contra o câncer de mama. E o principal alerta é pra importância dos exames preventivos. No Brasil, são registrados 50 mil casos novos todos os anos.

Preocupada com esta situação e disposta a contribuir cada vez mais para reduzir esse número, a prefeitura do Alto do Rodrigues através da secretaria municipal de Saúde capitaneada por Maria Auxiliadora, convoca todas as mulheres para compareceram as Postos de Saúde da Família (PSFs) e participarem efetivamente da campanha.

Na tarde desta segunda-feira (10), a secretária reuniu as equipes de saúde e agentes comunitários, para intensificar as ações e elaborar um cronograma com uma programação especial para cada unidade do município.

Governo do RN investe R$ 718 mil e conclui a nova ponte sobre o Rio Doce

Governo do RN investe R$ 718 mil e conclui a nova ponte sobre o Rio Doce

ponte-sobre-o-rio-doce-zn-foto-dinarte-mariz-2

O Governo do Estado, através do Departamento de Estradas de Rodagens (DER) concluiu a obra de construção da nova ponte sobre o Rio Doce, no bairro da Redinha, na zona norte de Natal. O Rio Doce corta a avenida João Medeiros Filho (RN-302) e a antiga ponte estava em estado precário e prejudicando o tráfego de veículos e pessoas.

ponte-sobre-o-rio-doce-zn-foto-dinarte-mariz-3

As obras foram realizadas num período 120 dias e custaram R$ 718 mil (setecentos e dezoito mil Reais). O trabalho de engenharia envolveu além da construção do novo pontilhão, equipamentos que antes não existiram como calçada, passagem para pedestre, acesso para deficientes, mureta e corrimão. Também foi ampliada a capacidade de vazão da tubulação embaixo da ponte. Agora a capacidade é duas vezes maior.

ponte-sobre-o-rio-doce-zn-foto-dinarte-mariz-4

Os recursos para a obra são originários da Contribuição de intervenção no domínio econômico (CIDE) incidente sobre as operações realizadas com combustíveis.

O governador Robinson Faria disse que apesar das dificuldades econômicas, o Governo do Estado vem mantendo investimentos. “Priorizamos obras e ações que vêm atender as necessidades da população. No caso da ponte do Rio Doce é beneficiada grande parcela da população de Natal que utiliza a avenida João Medeiros Filho diariamente. Executamos uma obra de qualidade, moderna, que atende motoristas e pedestres, inclusive pessoas com dificuldade de locomoção”, afirmou o Governador.

Com apoio de Gustavo Soares, vereadora Eli da Saúde pode ser a primeira mulher a presidir à Câmara de Assú

Com apoio de Gustavo Soares, vereadora Eli da Saúde pode ser a primeira mulher a presidir à Câmara de Assú

ga4

Gustavo Soares estranhamente agora vai adotar política publica para cuidar de mulheres espancadas e maltratadas pelos seus maridos e companheiros

A vereadora eleita pelo Partido Progressista – PP, Elisângela Albano, pode ser a primeira mulher a exercer o cargo de presidente da Câmara Municipal do Assú, durante a história do município e o prefeito eleito Gustavo Soares, que já manifestou a intenção de valorizar as mulheres assuenses, deve apoiar a aliada para se eleger chefe do Poder Legislativo Municipal.

Na campanha de 2012, Elisângela Albano, não obteve sucesso e tirou apenas 173 votos pelo PSD, ficando assim na suplência e assumiu a vaga posteriormente, depois que o juiz eleitoral Diego de Almeida Cabral, atendendo ao Ministério Público, cassou o registro do vereador eleito na época Odelmo de Moura Rodrigues.

A postura coerente e combativa da vereadora da oposição ao governo do prefeito Ivan Júnior, acabou levando Elisângela Albano, a Eli da Saúde, a ser recompensada agora com a sua eleição, passando de 173 votos na campanha de 2012, para 949 votos em 2016, por se manter sempre fiel a liderança do deputado estadual, George Soares e o prefeito eleito Gustavo Soares, está disposto a lutar para elegê-la presidente da Casa.

Com a escolha da ex-secretária Sandra Alves para o lugar de vice-prefeita eleita, Gustavo Soares, que casou e se separou, estranhamente agora promete desenvolver uma política municipal de ‘valorização da mulher’ na sua futura gestão, com a divulgação de uma campanha de conscientização para evitar que elas sejam espancadas ou maltratadas por seus maridos e companheiros, além de cuidar das vítimas de agressão familiar. 

PT vê risco de que bancada no Senado, eleita no auge da aprovação de Lula, seja dizimada em 2018

PT vê risco de que bancada no Senado, eleita no auge da aprovação de Lula, seja dizimada em 2018

16239170

O PT já admite que sua bancada no Senado pode ser dizimada pelas urnas em 2018, quando acabam os mandatos de 8 dos 10 senadores que o partido tem hoje, segundo a coluna Painel da Folha de São Paulo.

O grupo, que inclui Gleisi Hoffmann (PR), Humberto Costa (PE), e Lindbergh Farias (RJ), foi eleito em 2010, quando Lula deixava a Presidência com 83% de aprovação e o PT era o preferido de 26% do eleitorado — hoje o índice é de 11%.

Alvejada pela Lava Jato e com o comando de menos da metade das prefeituras do que tinha há seis anos, parte dos senadores já admite reservadamente não disputar a reeleição se o cenário não se alterar até lá.

Ministério Público denuncia Lula, Marcelo Odebrecht e mais nove

Ministério Público denuncia Lula, Marcelo Odebrecht e mais nove

601290-970x600-1

Suspeita é de favorecimento à empreiteira em financiamento do BNDES para obras realizadas em Angola; sobrinho de ex-presidente é acusado de receber propina

O MPF (Ministério Público Federal) denunciou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o herdeiro Marcelo Odebrecht e Taiguara Rodrigues, empresário e sobrinho da primeira mulher do petista, e mais oito pessoas por um esquema de desvios envolvendo a empreiteira e liberação de verbas do BNDES para obras em Angola.

Lula foi denunciado pelos crimes de organização criminosa, lavagem de dinheiro, tráfico de influência e corrupção passiva, Odebrecht por organização criminosa, lavagem de dinheiro, corrupção ativa e Taiguara Rodrigues por organização criminosa e lavagem de dinheiro.

A informação foi divulgada nesta segunda (10) no site do MPF do Distrito Federal. Na mesma data, os procuradores protocolaram à Justiça Federal a denuncia envolvendo os 11 acusados.

“As práticas criminosas ocorreram entre, pelo menos, 2008 e 2015 e envolveram, segundo o MPF, a atuação de Lula junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e outros órgãos sediados em Brasília com o propósito de garantir a liberação de financiamentos pelo banco público para a realização de obras de engenharia em Angola”, diz o documento divulgado pelo Mistério Público.

Segundo os investigadores, os trabalhos foram executados pela Odebrecht que, em retribuição ao fato de ter sido contratada pelo governo angolano com base em financiamento para exportação de serviços concedida pelo BNDES, repassou aos envolvidos valores que, atualizados, passam de R$ 30 milhões.

Ler mais

Câmara derruba exigência de duas sessões e vota teto já nesta 2ª

Câmara derruba exigência de duas sessões e vota PEC do Teto nesta 2ª

img20161010123124506276med

Com a decisão tomada, previsão é que a proposta seja votada a partir das 15h

MAELI PRADO, RANIER BRAGON e DÉBORA ÁLVARES – Folha de São Paulo

A Câmara dos Deputados derrubou nesta segunda-feira (10) a exigência regimental de duas sessões para se iniciar a votação em primeiro turno da PEC do Teto, que por 20 anos limita os gastos do governo à inflação dos 12 meses anteriores.

O regimento da Casa exige a realização de duas sessões entre a votação da medida em uma comissão especial, o que ocorreu na quinta (6), e a votação em plenário. Com a decisão tomada há pouco, a previsão é que a proposta seja votada a partir das 15h.

Haverá ainda uma votação em segundo turno (quando a Câmara terá que confirmar ou não sua decisão do primeiro turno). Em seguida, a proposta segue para análise do Senado.

Ler mais

STF nega pedido de PT e PC do B e mantém votação do teto de gastos

Ministro nega pedido da oposição e mantém votação da PEC do teto

barroso-stf

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Luís Roberto Barroso, que negou o pedido da oposição,  diz que responsabilidade fiscal é fundamento de economias saudáveis

GABRIEL MASCARENHAS – Folha de São Paulo

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Luís Roberto Barroso negou nesta segunda-feira (10) o pedido de cancelamento da votação da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) do teto para gastos públicos, feito pela oposição na última sexta (7).

Relator do mandado de segurança apresentado por deputados do PT e do PCdoB, Barroso saiu em defesa da responsabilidade fiscal, ao dizer que trata-se de um “fundamento das economias saudáveis”.

“A responsabilidade fiscal é fundamento das economias saudáveis, e não tem ideologia. Desrespeitá-la significa predeterminar o futuro com deficits, inflação, juros altos, desemprego e todas as consequências negativas que dessas disfunções advêm”, opinou, na ementa de seu voto.

“A democracia, a separação de Poderes e a proteção dos direitos fundamentais decorrem de escolhas orçamentárias transparentes e adequadamente justificadas, e não da realização de gastos superiores às possibilidades do Erário, que comprometem o futuro e cujos ônus recaem sobre as novas gerações”, complementou o relator.

O ministro disse reconhecer que a PEC deverá provocar perdas financeiras a parte da administração pública, mas nem por isso, de acordo com ele, a proposta ofende a Constituição.

Ler mais

Rodrigo Maia prevê até 380 votos a favor da PEC do Teto

Rodrigo Maia prevê até 380 votos a favor da PEC do Teto

1476063374777

Presidente da Câmara afirmou que a ‘prioridade’ da pauta é votar a proposta; repatriação deve ser encaminhada em seguida

Igor Gadelha,O Estado de S.Paulo

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), previu nesta segunda-feira, 10, que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que cria um teto para os gastos públicos deve ser aprovada, em primeiro turno, com votos favoráveis de até 380 deputados.
Publicidade

“Pelas minhas projeções, vai se chegar a 360, 380 deputados votando a favor da PEC”, afirmou em entrevista ao chegar à Câmara. Segundo ele, o quórum na sessão deve ser alto, embora só 250 parlamentares tivessem registrado presença na Casa por volta das 11 horas.

Maia afirmou que a “prioridade” da pauta da Câmara desta semana será a PEC do teto. Ele reiterou que o projeto que altera a lei de repatriação só deve ser votado após PEC. “Depois da votação da PEC, encaminharemos repatriação que, se tiver acordo, vai ser votação muito rápida”, disse.

Ler mais

Novo prefeito do Assú Gustavo Soares terá desafio de ser minoria na Câmara de Vereadores

Novo prefeito do Assú Gustavo Soares terá desafio de ser minoria na Câmara de Vereadores

14141708_1178977738812142_5355097368926881453_n

Gustavo Soares, ja se mostra um excelente aluno da astuciosa e velha raposa política do pai, Ronaldo Soares e quer fazer maioria na Câmara. O que será que Gustavo esta conversando com seu irmão e deputado George Soares?

Eleito com o discurso de ‘mudança’ e de muita promessa para ressuscitar a oligarquia Soares/Montenegro, o prefeito eleito Gustavo Soares, (PR), terá como um dos seus maiores desafios o relacionamento com a Câmara Municipal do Assú. O Jacarezinho, filho do ex-prefeito Ronaldo Soares, chega ao cargo numa situação de minoria na Câmara, mas ele promete mudar o quadro até dezembro.

Com somente seis vereadores eleitos da coligação ‘Unidos pela Mudança’, Gustavo Soares já busca explicitamente alianças em nome da governabilidade e deverá aceitar “partilhar a máquina pública” para eleger o futuro presidente da Câmara de Vereadores.

Gustavo deverá fazer também o conhecido jogo do “toma lá, dá cá”, atendendo a pedidos de cargos e de liberação de recursos em troca de votos dos vereadores. Comenta-se nos bastidores que Jacarezinho deverá começar traindo seu discurso e as pessoas que votaram nele, fatiando a Prefeitura do Assú para vereadores A, B ou C.

Para aprovar os projetos de interesse da Prefeitura, Gustavo Soares, vai precisar dos vereadores eleitos pela coligação Assú Avançando do candidato derrotado Patrício Júnior, do PSD. O quadro é delicado para o futuro prefeito, já que ele terá de dialogar muito com a Câmara, já que até agora não fez a maioria no parlamento.

João Nogueira, do PT, diz que é ‘normal’ prefeito comprar vereadores para ter maioria na Câmara em Assú

João Nogueira, do PT, diz que é ‘normal’ prefeito comprar vereadores para ter maioria na Câmara em Assú

14199671_1240578662642130_8840714217316410968_n

“Normal, qual prefeito que não faz isso? Jogue a primeira pedra.” Esse comentário é do empresário e dono da empresa de internet, Assunet, o petista João Nogueira, através do Facebook, ao reagir á notícia de que o prefeito eleito Gustavo Soares, está querendo ‘comprar’ até meados do próximo mês de dezembro, pelo menos três vereadores para integrar a sua base de sustentação política na Câmara Municipal do Assú.

O Ministério Público deve ficar de olho nas negociações e no jogo do ‘toma lá dá cá’ do prefeito eleito Gustavo Soares, para obter a maioria na Câmara de Vereadores, já que utilizar dinheiro do contribuinte assuense para cooptar integrantes do poder legislativo assuense para a sua base na Casa, não é algo ‘normal’, mas uma atitude vergonhosa e corruptora com a utilização indevida e ilegal de recursos públicos do município.

É pouco provável que Gustavo Soares, eleito pelo PR com o discurso da aplicação correta do dinheiro público, antes de começar a sua futura gestão, já passe a atuar na contramão da moralidade, gastando uma fortuna para garantir maioria na Câmara de Vereadores, além da troca de cargos por apoio no legislativo.

Ministros voltam à Câmara para votar PEC do teto dos gastos

Temer exonera dois ministros para votarem a favor da PEC dos gastos

1476087215-327851387

Bruno Araújo, das Cidades, e Fernando Coelho Filho, de Minas e Energia, foram exonerados por Temer para ajudar o governo a aprovar a PEC 241. Eles retornarão ao ministério após votação

Os ministros de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, e das Cidades, Bruno Araújo, foram exonerados pelo presidente Michel Temer para retornar à Câmara e ajudar o governo na aprovação da proposta de emenda constitucional que limita os gastos públicos por 20 anos. As exonerações foram publicadas na edição desta segunda-feira (10) do Diário Oficial da União. Os dois são deputados federais por Pernambuco. Fernando Coelho é do PSB e Bruno, do PSDB.

Ontem Temer fez um apelo final aos parlamentares para aprovar a PEC 241/16. Em jantar para cerca de 215 deputados e senadores, no Palácio da Alvorada, o peemedebista disse que a aprovação da medida é uma vitória da “classe política” e que qualquer movimento contrário à PEC “não pode ser admitido”.

“Nós estamos cortando na carne com essa proposta e todo o qualquer movimento ou ação corporativa que possa tisnar (macular) a medida do teto de gastos públicos não pode ser admitida”, defendeu em discurso. A polêmica proposta, que enfrenta resistência de entidades e da oposição, é considerada prioritária pelo presidente para reequilibrar as contas públicas.

Ex-presidente do PT vê fim de ciclo e pede ‘novo’ partido

728x90Hora é de formar nova frente sem hegemonia do PT, diz Tarso Genro

2015052294331

Ex-ministro defende refundação do partido e afirma que se esgotou um ciclo

POR SIMONE IGLESIAS – O GLOBO

Ministro da Justiça, da Educação, e de Relações Institucionais no governo Lula, Tarso Genro afirma em entrevista ao GLOBO que parte da derrota sofrida pelo PT nas urnas ocorreu pela incapacidade de dar um rumo mais coerente ao governo Dilma. Presidente do PT após o mensalão, Tarso defende a refundação do partido, sem hegemonia automática. Sustenta que se esgotou um ciclo.

Em 2012, o PT elegeu 644 prefeituras. Este ano, 256. O número de votos recebidos caiu de 17,3 milhões para 6,8 milhões. O partido ficou fora de disputas em redutos importantes, como Rio, São Paulo, Porto Alegre. No Nordeste, só foi para o segundo turno em Recife. Como o senhor analisa o resultado das urnas neste ano?

O resultado das urnas foi muito ruim para o PT, que saiu da condição de grande partido da esquerda, para a condição de partido médio, com menos influência na esfera política. Mas, atenção: isso se dá no âmbito de um desgaste brutal da política e da totalidade dos partidos, o que fortalece, como está ocorrendo no continente europeu, em regra, o ascenso de formações de uma extrema direita truculenta e primária. O grande vencedor destas eleições municipais, com raras exceções, foi o “ninguém”, e isso é ruim para a democracia e para a República, que só se afirmam por processos políticos que mobilizem a sociedade e construam líderes políticos respeitados e promovidos na soberania popular.

Ler mais

Em dois anos, Governo do RN deixou de receber R$ 980 milhões do orçamento e mais R$ 691 milhões de transferência federais

Em dois anos, Governo do RN deixou de receber R$ 980 milhões do orçamento e mais R$ 691 milhões de transferência federais

escritio-de-rmpreendedor-fot-ivanizio-ramos4

De janeiro de 2015 a setembro de 2016 o Rio Grande do Norte já deixou de receber R$ 980 milhões previstos nos orçamentos para os dois anos, segundo nota oficial divulgada pelo governador Robinson Faria adiantando que a frustração das transferências federais chega a R$ 691 milhões e que a redução das receitas dos royalties, é de 61 por cento.

Eis a nota divulgada pelo Governo do RN

O Rio Grande do Norte, a exemplo dos outros estados brasileiros, sofre os efeitos da maior crise financeira já enfrentada pelo país.

As finanças do Estado são compostas pela arrecadação própria e por repasses do Governo Federal. De janeiro de 2015 a setembro de 2016 o Rio Grande do Norte já deixou de receber R$ 980 milhões previstos nos orçamentos para os dois anos. Somente em transferências federais, a frustração chega a R$ 691 milhões em relação à previsão orçamentária. Além disso, as receitas dos royalties do petróleo apresentaram redução em mais de 61% em comparação a 2014.

Destes recursos, o Governo do Estado repassa obrigatoriamente, todos os meses, o dinheiro para a manutenção dos poderes Legislativo, Judiciário, do Ministério Público e do Tribunal de Contas. No mês de setembro, esse valor somou R$ 126,5 milhões.

O Executivo age em diversas frentes para contornar a situação: renegocia contratos, reduz drasticamente despesas de custeio, realizou auditoria na folha e censo do servidor corrigindo possíveis distorções e trabalha com uma máquina mais enxuta e mais eficiente. Encaminhou projeto à Assembleia para vender ativos imóveis do Estado e tem realizado ações para crescer a arrecadação estadual.

O governador Robinson Faria está coordenando as negociações com o Governo Federal para garantir compensações financeiras diante das perdas milionárias que prejudicam pelo menos 20 dos 26 estados da federação. A expectativa é que o RN receba recursos federais para reequilibrar as finanças.

Apesar dos esforços na redução de despesas em todas as áreas e de um controle mais rigoroso na aplicação dos recursos, a crise ainda impede o pagamento em dia dos compromissos com os servidores.

O RN tem hoje 103.866 servidores entre ativos, inativos e pensionistas, que geram uma folha salarial em torno de R$ 420 milhões. Os cargos comissionados representam apenas 0.5% dessa folha, o segundo menor percentual do país.

Para garantir a total transparência, foram instituídas, pela primeira vez, reuniões periódicas com um fórum de servidores para, junto deles, deliberar sobre o calendário de pagamento.
O atraso na folha do servidor não é uma escolha do Governo. A prioridade do governador Robinson Faria é honrar o compromisso com o servidor. Para isso, não tem medido esforços para diminuir os impactos negativos da crise que afeta os estados ao mesmo tempo em que busca caminhos para amenizar, de maneira mais rápida, essa grave situação.

É importante que a população acompanhe de perto as finanças e as ações que estão sendo conduzidas. Com determinação, transparência e o apoio do povo potiguar sairemos desta situação fortalecidos e prontos para retomar o crescimento do Rio Grande do Norte.

Governo do Estado do RN

Temer diz que movimento contra teto de gastos ‘não pode ser admitido’

Temer diz que movimento contra teto de gastos ‘não pode ser admitido’

temer-jantar

O presidente Michel Temer e a primeira-dama Marcela recebem parlamentares no Palácio da Alvorada

GUSTAVO URIBE, VALDO CRUZ e RANIER BRAGON – Folha de São Paulo

Em jantar com a base aliada, o presidente Michel Temer criticou os partidos de oposição contrários à proposta do teto de gastos públicos e disse que qualquer movimento para derrotá-la “não pode ser admitido”.

No discurso para uma plateia de cerca de 210 deputados federais, o peemedebista defendeu que a eventual aprovação da iniciativa não é apenas uma vitória do governo federal, mas também da classe política.

“Nós estamos cortando na carne com essa proposta e todo o qualquer movimento ou ação corporativa que possa tisnar a medida do teto de gastos públicos não pode ser admitida”, disse.

Segundo ele, ao aprovar a medida, a os Poderes Executivo e Legislativo “estarão fazendo história”. O peemedebista ressaltou que seu objetivo é chegar no último dia do mandato erguendo as mão e dizendo que salvou o país.

“Nós estamos fazendo história até o último dia do governo federal. E, lá na frente, vamos erguer as mãos e dizer que salvamos o Brasil”, afirmou.

Ler mais