Contas do governo têm pior resultado para novembro desde 1997

Contas do governo têm pior resultado para novembro desde 1997

As informações foram divulgadas nesta segunda-feira (26) pelo Tesouro Nacional

LAÍS ALEGRETTI – Folha de São Paulo

As contas do governo federal tiveram um deficit de R$ 38,4 bilhões em novembro, o pior resultado para o mês desde o início da série histórica, em 1997. No mesmo mês do ano passado, o saldo negativo foi de R$ 21,2 bilhões.

As informações foram divulgadas nesta segunda-feira (26) pelo Tesouro Nacional.

O deficit no acumulado do ano é de R$ 94,2 bilhões, também o pior resultado para o período (janeiro a novembro) desde 1997. No mesmo período do ano passado, o deficit acumulado era de R$ 54,1 bilhões.

O Tesouro Nacional informou que passou a projetar um déficit de R$ 167,7 bilhões em 2016. Até o mês passado, a expectativa era de um saldo negativo de R$ 166,7 bilhões. Para dezembro, a expectativa é de um déficit de 73,5 bilhões.

Ler mais

Eleição para Mesa Diretora da Câmara dos Deputados será dia 2 de fevereiro

Eleição para Mesa Diretora da Câmara dos Deputados será dia 2 de fevereiro

A eleição para o cargo de presidente da Câmara e dos demais integrantes da Mesa Diretora foi marcada para o dia 2 de fevereiro. O presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), informou o cronograma em ofício encaminhado aos líderes dos partidos. O mandato dos eleitos será de dois anos.

Além da presidência da casa, mais dez cargos estarão em disputa: duas vice-presidências, quatro secretarias e quatro suplências de secretaria. A Mesa Diretora tem a atribuição de dirigir os trabalhos legislativos e os serviços administrativos da Câmara.

O prazo para o registro das candidaturas termina às 23h do dia 1º de fevereiro. Os partidos terão até as 12h desse mesmo dia para formar blocos parlamentares para concorrer à eleição. Às 15h, será realizada a reunião de líderes para definir a divisão dos cargos da Mesa Diretora.

Qualquer deputado pode ser candidato à presidência da Casa. Os demais cargos da Mesa são distribuídos de acordo com a proporcionalidade partidária. Assim, os partidos ou blocos escolhem os cargos que pretendem ocupar. Podem disputar o voto apenas parlamentares do partido ou bloco a que cabe a vaga.

Contas de telefone podem ter alta de quase 20% em janeiro

Contas de telefone podem ter alta de quase 20% em janeiro

Aumento é resultado da cobrança de ICMS em pacote de assinatura

POR BRUNO ROSA – O GLOBO

Em 2017, o brasileiro terá uma surpresa quando chegar a conta de telefone. O preço vai subir em todo o país para grande parte dos usuários de celular com planos de conta, os chamados pós-pago e controle. Esse grupo soma mais de 77,3 milhões de linhas, de acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Em alguns casos, a alta pode chegar a quase 20%. Para o telefone fixo — com 42 milhões de linhas em funcionamento —, o aumento deve ser de até 13%, indica estimativa feita por fontes do setor.

O aumento é fruto de uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), de outubro, que obriga as empresas de telefonia a recolherem o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre o valor da assinatura básica (ou pacote de assinatura) que é cobrada ao consumidor todo mês.

Ler mais

Licitação do Hospital da Mulher e Banco de Leite tem novo prazo

Licitação do Hospital da Mulher e Banco de Leite tem novo prazo

Os interessados em participar da licitação para construção do Hospital Regional da Mulher e Banco de Leite, em Mossoró, devem ficar atento ao novo prazo para envio das propostas que é 08 de março de 2017. O aviso do resumo do edital foi publicado na última sexta-feira(23), no Diário Oficial do Estado e encontra-se disponível no site: www.rnsustentavel.rn.gov.br .

Os recursos para construção e equipamento do Hospital e Banco de Leite são do Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Acordo de Empréstimo com o Banco Mundial, através do Projeto RN Sustentável. Essa obra é maior investimentos do Governo do RN com recursos Banco Mundial na área da saúde.

O Hospital Regional da Mulher terá 118 leitos e será referência na assistência materno-infantil para as regiões de Saúde: de Mossoró, Pau dos Ferros e Assu. 

Ler mais

Anac reajusta tarifa de embarque em aeroporto do RN e mais cinco do país

Anac reajusta tarifa de embarque em aeroporto do RN e mais cinco do país

Novos valores passarão a valer a partir do dia 1º de janeiro

O ano de 2017 vai começar com tarifas de embarque mais caras para voos domésticos em seis aeroportos do país. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) reajustou os valores das taxas em aeroportos do Rio Grande do Norte, Distrito Federal, São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. O aumento da cobrança passará a valer a partir de 1º de janeiro, de acordo com o Diário Oficial da União publicado nesta segunda-feira.

Em São Paulo, os aeroportos Internacional Governador André Franco Montoro, em Guarulhos (SP), e Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), terão aumento nas tarifas. No Rio de Janeiro, o novo valor vale para o Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim, o Galeão. O Aeroporto Internacional de São Gonçalo do Amarante, no Rio Grande do Norte, o Internacional Juscelino Kubitschek, em Brasília, e o Internacional Tancredo Neves, em Confins, também entram na lista de aumento de tarifas de embarque.

Os seis aeroportos que tiveram as tarifas de embarque alteradas foram concedidos à iniciativa privada no ano passado, entre maio e novembro. Além da taxa de embarque foram alteradas as tarifas de pouso, unificada de embarque e pouso de aeronaves, permanência em aeroportos, permanência em patio de manobras relativas às aeronaves do grupo II, cálculo da tarifa de armazenagem da carga importada, entre outras.

Ler mais

UERN receberá mais de R$ 700 mil em emendas do deputado Rogério Marinho

UERN receberá mais de R$ 700 mil em emendas do deputado Rogério Marinho

 

A Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN) receberá mais de R$ 700 mil em emendas destinadas pelo deputado federal Rogério Marinho (PSDB). Os recursos poderão ser utilizados pela instituição para a aquisição de novos equipamentos e melhoria da infraestrutura da instituição.

 Ao todo, são duas emendas apresentadas pelo parlamentar a favor da UERN. Uma delas no valor de R$ 250 mil, enquanto a outra de R$ 476,22 mil, somando exatamente R$ 726,22 mil. Os recursos foram liberados pelo Ministério da Ciência e Tecnologia e serão repassados ao Governo do Estado.

 Para Rogério Marinho, a “UERN cumpre um importante papel para a sociedade potiguar”. Defensor da educação desde o seu primeiro mandato na Câmara, o deputado destaca o papel da instituição para a capacitação dos potiguares, principalmente no interior do Estado. “Educação é um investimento fundamental para qualquer país e nós jamais desistiremos dessa luta, continuaremos fazendo a nossa parte a favor do ensino no RN”, disse.

 Em setembro deste ano, Rogério Marinho já havia se reunido em Mossoró com o reitor da UERN, Pedro Fernandes, e vários diretores da instituição, quando firmou compromisso em apoiar projetos da universidade, por meio de suas emendas parlamentares.

Charlles Degoule assumirá a Secretaria de Eventos em Assú no governo do prefeito Gustavo Soares

Charlles Degoule assumirá a Secretaria de Eventos em Assú no governo do prefeito Gustavo Soares

Charlles no primeiro escalão do prefeito Gustavo Soares

O blogueiro de Macau Wallacy Atlas revelou que o prefeito eleito de Assú, Gustavo Soares anunciará sua equipe de governo, que o ajudará a reeguer a Terra dos Poetas a partir do dia 1º janeiro de 2017.

Um dos nomes cotados para estar na equipe do futuro gestor assumindo a Secretaria de Eventos, segundo Walace Atlas, é o do enfermeiro de fato e de direito, Charlles Degoule que entende do assunto e é capacitado para exercer o cargo com maestria.

Charlles é “Ronaldista” de corpo e alma, ficando firme e forte na oposição a atual gestão há 6 anos quando o deputado estadual George Soares rompeu com o sistema do atual prefeito e sua trupe.

Degoule ainda é pai do bordão “Parará”, proferido em suas postagens nas redes sociais. VEJA MATÉRIA AQUI

Gustavo Soares, reu e acusado de erro médico em Natal, adia posse em Assu por causa de plantão no Walfredo

Prefeito eleito de Assú Gustavo Soares pode adiar posse por causa de plantão no Walfredo Gurgel em Natal

Apesar de dedicação quer mostrar, Gustavo Soares, é reu e acusado da prática de erro médico em Natal

A posse do prefeito eleito de Assú, Gustavo Soares, do PR, que deveria acontecer nos primeiros minutos de janeiro de 2017, poderá ser adiada para o final da tarde do dia primeiro ou na manhã do dia 02, mas ainda não está definida a mudança do horário e do dia.

Comenta-se nos bastidores que o provável adiamento da posse teria sido motivado porque Gustavo Soares foi escalado como médico de plantão no hospital Walfredo Gurgel em Natal e por causa disso, não poderia participar da solenidade, mas a maioria dos vereadores eleitos, não concordam com a mudança na programação oficial.

Uma coisa é certa. Gustavo Soares vai ter quer escolher: se vai continuar como médico do Walfredo Gurgel ou como prefeito de Assú. Ele não pode por lei, é continuar exercendo as suas atividades paralelamente como profissional de um hospital público e como prefeito constitucional do município. Gustavo vai ter escolher uma.

EM TEMPO: O médico e prefeito eleito de Assú Gustavo Soares, é acusado da prática de erro e omissão durante cirurgia que acabou prejudicando o paciente José dos Anjos Paixão. A vítima ingressou com ação pedido de indenização no valor de R$ 30 mil e foi submetido a perícia médica no Tribunal de Justiça do RN para que saber se Gustavo é culpado ou inocente da acusação.

Deputados querem rever isenção tributária para igreja e clube de futebol

Deputados querem rever isenção tributária para igreja e clube de futebol

Câmara quer aproveitar discussão da reforma da Previdência para reavaliar benefício fiscal. Isenções que tiram recursos do INSS poderão ser revistas

Deputados federais querem aproveitar a discussão da reforma da Previdência no próximo ano para reavaliar isenções tributárias que esvaziaram os cofres do governo e representam um terço do rombo previsto para as contas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) em 2017.

Isenções garantidas por lei a pequenos empresários, indústrias, entidades filantrópicas e produtores rurais devem representar uma renúncia de R$ 62,5 bilhões em contribuições que poderiam ajudar a financiar a Previdência.

O deficit do INSS, ou seja, a diferença entre as suas despesas e as contribuições que ele recebe, deverá atingir no próximo ano R$ 181 bilhões.

Com a política de desoneração da folha de pagamento, cujo objetivo é preservar empregos nas indústrias beneficiadas, o governo abre mão de receitas, mas tem que repassar a diferença para os cofres da Previdência.

As isenções concedidas a igrejas e instituições de ensino religiosas estão entre os principais alvos dos deputados. Os parlamentares falam também em mudar a cobrança de clubes de futebol, que antes recolhiam um percentual da folha de salários e agora pagam 5% sobre o total do faturamento.

Ler mais