Sete ex-gerentes e ex-secretários da turma de Ronaldo em Assú retornam ao poder no governo do prefeito Gustavo Soares

Sete ex-gerentes e ex-secretários da turma de Ronaldo em Assú retornam ao poder no governo do prefeito Gustavo Soares

O ‘Pavão’ Nuilson Pinto, braço direito de Ronaldo, retorna ao seio do poder com a ressurreição da oligarquia Soares

O passado administrativo da Prefeitura do Assú nas mãos do ex-prefeito Ronaldo Soares foi reinstalado nas esferas do poder com a volta do modelo de gerentes na gestão do seu filho e prefeito Gustavo Soares que toma posse hoje a tarde. O slogan de campanha de Gustavo Soares: é tempo de mudar, vai começar agora com o retorno da turma da mãe e do pai dele aos gabinetes da viúva do município.

Pelo menos sete ex-gerentes e secretários da gestão nebulosa do ex-prefeito Ronaldo Soares que hoje é réu e responde a processo por uma dívida de mais de R$ 7 milhões aos cofres públicos por corrupção e desmandos administrativos, estão de volta a Prefeitura do Assú na condição de gerentes e secretários do governo Gustavo Soares que em campanha dizia: ‘é tempo de mudar”.

Com sete ex-gerentes e ex-secretários do ex-prefeito Ronaldo Soares na sua “turma”, como costuma falar do seu secretariado, o prefeito Gustavo Soares, vai governar com os velhos amigos do seu pai e a ajuda de sua mãe e do sogro do deputado e seu irmão, George Soares, para fazer as mudanças administrativas no município.

Para a Consultoria Administrativa, Consultoria de Projetos e Engenharia, Secretaria de Executiva de Infraestrutura, Secretaria Executiva de Gestão, Secretaria Executiva de Desenvolvimento Humano, Secretaria de Serviços Públicos e Secretaria de Assistência Social, foram escolhidos Creso Venâncio, José Sande Germano Martins, Nuilson Pinto de Medeiros, Clebson Corsino, Rizza Montenegro, Samuel Fonseca e Helenora Rocha da Costa, velhos amigos e parceiros antigos.

George Queiroz entregou 15 computadores, 16 notebooks e 10 impressoras para unidades de saúde em Jucurutu

George Queiroz entregou 15 computadores, 16 notebooks e 10 impressoras para unidades de saúde em Jucurutu

Ao lado da vice-prefeita, Paula Lopes, da secretária municipal de Saúde, Liane Araújo e do vereador Willame Lopes, o prefeito de Jucurutu, George Queiroz, antes do encerramento do seu mandato, realizou na última quinta-feira (29) a entrega de 15 computadores, 16 notebooks e 10 impressoras para auxiliar o trabalho dos profissionais da atenção básica que atuam nas unidades de saúde do município.

“Observando a exigência do Ministério da Saúde, que solicita ao município a implantação do sistema do Prontuário Eletrônico para o atendimento a população nas unidades básicas de saúde, estamos entregando todos esses equipamentos para esse trabalho”, explicou a secretária Liane Araújo. Os setores de vigilância sanitária e de endemias, também foram contemplados, cada um, com um computador e uma impressora.

Gustavo Soares cópia modelo administativo do ex-prefeito Ronaldo Soares. É o Assú de volta ao passado

Gustavo Soares cópia modelo administativo do ex-prefeito Ronaldo Soares. É o Assú de volta ao passado

Depois de falar que vai tomar conta do Instituto Padre Ibapina – IPI, mas sem explicar em detalhes como acontecerá essa decisão administrativa para evitar o fechamento da escola que tem 68 anos de funcionamento para não deixar centenas de crianças e adolescentes sem estudarem , o prefeito de Assú Gustavo Soares, do PR, que toma posso hoje a tarde, pediu um tempo de 30 a 60 dias para começar a governar por ter encontrado uma prefeitura ‘bagunçada’.

Sem demonstrar o entusiasmo da campanha de outubro de 2016 como candidato a prefeito quando dizia que a Prefeitura de Assú tinha dinheiro para fazer tudo, Gustavo Soares disse que recebeu uma administração com um sistema que ‘vem sufocando as finanças do município’ e anunciou entregar hoje a Câmara de Vereadores, um projeto de reforma copiado do seu pai com o objetivo de melhorar a situação e poder prestar um serviço de qualidade a população.

Em 2017, o Assú deve voltar aos tempos de 2000 a 2008, quando seu pai derrotou o ex-prefeito Zé Maria e assumiu o governo depois de renunciar ao mandato de deputado estadual. A grande medida administrativa do atual prefeito Gustavo Soares, é trazer de volta o sistema de gerências implantado pelo ex-prefeito em 2001, como a salvação do município que segundo Gustavo “está um caos”.

O ex-prefeito Ronaldo Soares usou a mesma estratégia para criar as gerências e atacar o seu adversário na época e hoje aliado, o ex-prefeito José Maria que teria deixado a Prefeitura do Assú atolada no caos administrativo e financeiro.

Prefeitos e vereadores tomam posse neste domingo

Prefeitos e vereadores tomam posse neste domingo

Apesar do fim do processo eleitoral, dezenas de municípios brasileiros começarão o ano sem saber quem os governará pelos próximos quatro anos

Tomam posse neste domingo (1º) os mais de 63,4 mil candidatos que venceram as eleições de outubro de 2016 e vão ocupar as prefeituras e assembleias legislativas em 5.568 municípios. Entre os prefeitos, 1.384 dos vencedores foram reeleitos, sendo 15 em capitais.

Pendências judiciais

Apesar do fim do processo eleitoral, dezenas de municípios brasileiros começarão o ano sem saber quem os gorvenará pelos próximos quatro anos. São as cidades em que o candidato mais votado teve o registro de candidatura negado pelo Tribunal Regional Eleitoral, mas conseguiram disputar as eleições sob efeito de medidas liminares e aguardam o julgamento de recursos no Tribunal Superior Eleitoral.

O problema é inédito e causa insegurança jurídica nos municípios em que persiste a indefinição. Segundo o TSE, caberá ao juiz eleitoral responsável pela jurisdição de cada uma dessas cidades determinar como proceder, por exemplo, se o candidato eleito poderá tomar posse até a definição final na Justiça.

Ler mais