Petrobras aumenta preço do diesel nas refinarias em 6,1% em média

Petrobras aumenta preço do diesel nas refinarias em 6,1% em média

O diesel pode subir 3,8% ou cerca de R$ 0,12 por litro em média

A Petrobras anunciou nesta quinta-feira, 5, o aumento do preço do diesel nas refinarias em 6,1%, em média. Os novos valores começam a ser aplicados a partir desta sexta-feira, 6. O preço da gasolina nas refinarias não foi alterado.

Segundo a empresa, se o ajuste feito hoje for integralmente repassado e não houver alterações nas demais parcelas que compõem o preço ao consumidor final, o diesel pode subir 3,8% ou cerca de R$ 0,12 por litro em média.

“A decisão é explicada principalmente pelo efeito da continuada, embora mais discreta, elevação dos preços do petróleo nos mercados internacionais, pela valorização do real desde a última revisão de preços e por ajustes na competitividade da Petrobras no mercado interno de gasolina e diesel”, diz a estatal, em nota.

Ler mais

Gustavo Varela da Princesa do Vale não nega ter deletado postagem no Facebook mas explica porque apagou

Gustavo Varela da Princesa do Vale não nega ter deletado postagem no Facebook mas explica porque apagou

Recebi há poucos minutos, um email do chefe do departamento de jornalismo da Rádio Princesa do Vale, Gustavo Varela, com esclarecimentos sobre notícia divulgada aqui no Blog do VT.

Sem polêmica ou comentário, veja abaixo email completo:

VT, um abraço e obrigado pelo registro feito a mim sobre a nova função que estou exercendo na Rádio Princesa. Fico feliz pela confiança da direção da emissora e acima de tudo ao Senhor Deus que possibilitou tudo isso.

Apenas um esclarecimento a respeito da matéria que consta nesse link http://blogdovt.com/gustavo-varela-deleta-postagem-no-facebook-que-exaltava-lideranca-politica-do-ex-prefeito-ronaldo-soares/

Não postei fotos que exaltasse a liderança política da ‘Família Soares’ ou que demonstrasse admiração e/ou simpatia.

O que houve é que um amigo me marcou nas fotos da posse do prefeito Gustavo Soares. Estávamos fazendo a cobertura do evento político e como me marcar em algumas publicações dele é ‘procedimento padrão’ essa foi mais uma.

A maioria das marcações eu deixo. Mas quando se trata de algo que aparece político A ou B eu costumo remover independente de quem tenha me marcado. Embora e alguns momentos acabe deixando.

Não sou fã de política. Por mais apaixonante que ela seja para alguns e os políticos sejam ‘idolatrados’, não quero que estejam ligados à minha imagem e isso não é de agora.
No mais fique na paz.

Dom Jaime Vieira celebra missa de posse dos novos dirigentes do Tribunal de Justiça do RN

Dom Jaime Vieira celebra missa de posse dos novos dirigentes do Tribunal de Justiça do RN

A tradicional missa de posse dos novos dirigentes do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte aconteceu na manhã desta quinta-feira (05), celebrada pelo arcebispo metropolitano Dom Jaime Vieira Rocha. A celebração em ação de graças pela posse dos novos gestores contou com a presença de vários desembargadores da ativa e aposentados, inúmeros juízes, advogados, autoridades políticas, servidores do Judiciário, familiares e amigos dos novos gestores do TJRN.

O presidente que toma posse às 18h no Teatro Riachuelo, desembargador Expedito Ferreira, disse que aquele momento era de agradecer a Deus e a todos os seus pares que o escolheram à unanimidade para dirigir os destinos do Tribunal de Justiça durante o biênio 2017-2018. O magistrado chega ao comando da Justiça potiguar com 36 anos dedicados à carreira da magistratura. Ele destaca que vai valorizar magistrados e servidores, focar na reestruturação das unidades, na produtividade e na melhor prestação de serviço aos cidadãos do Rio Grande do Norte.

O novo vice-presidente, Gilson Barbosa disse que a celebração é uma expressão de sua vivência cristã e considera importante pedir, nesse momento, ajuda, proteção e orientação a Deus para bem saber gerenciar a coisa pública no âmbito do Poder Judiciário.

Ler mais

Diário de Assú conserta erro na nomeação de Nuilson Pinto e do engenheiro Sande para a mesma função

Diário de Assú conserta erro na nomeação de Nuilson Pinto e do engenheiro Sande para a mesma função

Sem qualquer envolvimento em corrupção, engenheiro Sande Germano assume Consultoria de Engenharia

Depois de fazer uma confusão danada com a publicação da nomeação do réu acusado de improbidade administrativa por dano de quase R$ 400 mil aos cofres da Prefeitura do Assú, Nuilson Pinto e do engenheiro civil José Sande Germano, para exercer a mesma função de Consultor de Engenharia, o Diário Oficla do Município consertou hoje o erro publicado ontem.

De acordo com o DOM, o engenheiro José Sande Germano Martins que não responde por improbidade administrativa ou por qualquer outro crime contra a administração pública, foi nomeado pelo prefeito Gustavo Soares para a Consultoria de Engenharia da Prefeitura de Assú. Já o suspeito de lesar os cofres públicos Nuilson Pinto de Medeiros ficou com o cargo de Secretário Municipal de Infraestrutura.

Devolução de recursos do FUNDEB prejudica municípios do RN, diz presidente da FEMURN Ivan Júnior

Devolução de recursos do FUNDEB prejudica municípios do RN, diz presidente da FEMURN Ivan Júnior

A decisão do ministro Marco Aurélio de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF) em revogar a liminar concedida em abril de 2016 para que o Rio Grande do Norte (Estado e municípios) devolva à União R$ 192 milhões referentes ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) deverá prejudicar os municípios do RN. A Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte – FEMURN – vai recorrer da decisão, para que as prefeituras não percam os valores.

No ano de 2015, os municípios repassaram corretamente os dados escolares ao Fundeb, receberam a complementação e aplicaram devidamente os recursos. A União alegava que o Rio Grande do Norte não teria direito a complementação e cobrou os valores aos municípios. A FEMURN optou por ajuizar uma ação coletiva para que os municípios não fossem penalizados pelo erro de cálculo da união, e alegou que as prefeituras não agiram por má fé recebendo os recursos e os aplicando corretamente. O entendimento havia prevalecido para o STF, até o ministro Marco Aurélio reexaminar o processo no final de 2016.

O presidente da FEMURN, Ivan Lopes Júnior, alerta para as dificuldades que os municípios deverão enfrentar caso tenham que devolver os recursos: “A União quer retirar dos municípios e do Estado quase R$ 200 milhões. Isso vai dificultar a vida dos cidadãos e gestores. A devolução desses recursos vai inviabilizar ainda mais a situação econômica das prefeituras e do Governo do Estado, comprometendo o investimento em educação, caso tenhamos que devolver os valores”, afirmou Ivan.

Ainda de acordo com o presidente, a Federação está acompanhando o caso, com convicção na vitória municipalista: “Estamos confiantes que vamos conseguir reverter este quadro, e as prefeituras não serão prejudicadas com a devolução”, considerou Ivan Júnior.

ASSESSORIA DE IMPRENSA FEMURN

Saque da poupança é o maior desde 1995 e supera depósito em R$ 41 bilhões

Saque da poupança é o maior desde 1995 e supera depósito em R$ 41 bilhões

Saques de recursos da caderneta de poupança somaram R$ 1,98 bilhão em 2016, informou BC

MAELI PRADO – Folha de São Paulo

Em meio à crise econômica, os saques de recursos da caderneta de poupança somaram R$ 1,98 trilhão em 2016, o maior montante desde 1995, início da série histórica, informou nesta quinta-feira (5) o Banco Central.

Como os depósitos totalizaram R$ 1,94 trilhão, a captação líquida da caderneta foi negativa em R$ 40,7 bilhões no ano passado, mostram os dados do BC.

É a segunda vez desde 2005 que esse movimento acontece —no ano passado, o montante sacado da caderneta foi R$ 53,6 bilhões maior do que o depositado.

Ler mais

Prefeito de Ipanguaçu Valderedo nomeia mãe da advogada da candidata derrotada do PMDB Marluce de Cocó

Prefeito de Ipanguaçu Valderedo nomeia mãe da advogada da candidata derrotada do PMDB Marluce de Cocó

A cidade de Ipanguaçu encravada no Vale do Açu está em polvorosa. O clima político ficou agitado depois que o prefeito Valderedo Bertoldo chamou para ser a sua secretária de Municipal do Trabalho, Habitação e Assistência Social (SEMTHA), Rosa Maria Gonzaga de Souza, uma das maiores entusistas que pediam em praça pública votos contra o atual gestor.

A nomeação de Rosa, mãe da advogada Raissa Fonseca e esposa de Ivan Fonseca, que votou e apoiou a candidata derrotada, Marluce de Cocó, está provocando o maior rebuliço e a indicação desagradou e deixou chateada muita gente aliada do prefeito Valderedo, por ele ter nomeada uma adversária.

Em Ipanguaçu, a reclamação e a insatisfação com o prefeito Valderedo Bertoldo é uma só. Ele vem desprezando os aliados e prestigiando os adversário. Segundo aliados do prefeito Valderedo, o pior na nomeação de Rosa, é que sua filha e advogada Raissa Fonseca, exercia o cargo de assessora jurídica na campanha eleitoral da candidata derrotada Marluce de Cocó.

Agora, o prefeito Valderedo Bertoldo, só falta nomear também a advogada Raissa Fonseca para integrar a sua equipe de assessores jurídicos.

Prefeito Valderedo exige até carteira de vacina no recadastramento de servidores da Prefeitura de Ipanguaçu

Prefeito Valderedo exige até carteira de vacina no recadastramento de servidores da Prefeitura de Ipanguaçu

Com apenas cinco dias no comando da Prefeitura de Ipanguaçu, o prefeito Valderedo Bertoldo, 51 anos, determinou uma verdadeira devassa no governo do seu antecessor Leonardo Oliveira, do PT e mandou fazer um rigoroso cadastramento dos funcionários efetivos e comissionados do município.

Valderedo Bertoldo mandou convocar todos os titulares de cargo público de provimento efetivo e em comissão, para comparecerem perante o setor de Recursos Humanos, entre o dia 05 de janeiro de 2017 até 16 de fevereiro de 2017. O Atendimento para a realização do cadastramento será no horário de expediente das 08:00 hs às 17:00 hs.

Segundo o prefeito Valderedo Bertoldo, o recadastramento possui caráter obrigatório e o servidor municipal deverá comparecer munido de todos os documentos pessoais. Na lista de documentos exigidos, até carteira de vacina é solicitada.

Na portaria, o prefeito Valderedo não explica como ficará a situação de quem não se recadastrar, mas a lógica diz que o servidor também será penalizado e não receberá os vencimentos, além de outras consequências legais.

Secretário de Assú e acusado de provocar dano erário de quase R$ 400 mil nomeado por Gustavo Soares, vira fiscal da lei

Secretário de Assú e acusado de provocar dano erário de quase R$ 400 mil nomeado por Gustavo Soares, vira fiscal da lei

O secretário de Serviços Públicos do Assú, Samuel Fonseca de Assis, acusado de provocar prejuízos de aproximadamente R$ 400 mil aos cofres da Prefeitura do Assú, virou fiscal da lei e da moralidade no governo do prefeito Gustavo Soares.

O secretário da patota de Ronaldo Soares, foi incumbido pelo atual prefeito a verificar as condições de alguns prédios públicos, como por exemplo, Mercado Público Municipal, da Central de Abastecimento (Mercado Novo), Praça de Eventos Jota Keully e Feira-Livre do município, dentre outros.

O prefeito Gustavo Soares que governa olhando pelo retrovisor, exigiu um relatório espelhando a situação encontrada pela nova administração em cada setor do Poder Executivo assuense. Segundo Samuel Fonseca, “há um quadro de precariedade gritante em praticamente todos os pontos físicos visitados até agora”. A inspeção vai ter prosseguimento por todo o curso da semana e abrangerá todas as estruturas públicas.

Prefeito Gustavo Soares começa a montar turma de Ronaldo suspeita de corrupção para governa o Assú

Prefeito Gustavo Soares começa a montar turma de Ronaldo suspeita de corrupção para governa o Assú

Depois de nomear Nuilson Pìnto de Medeiros como o primeiro suspeito da prática corrupção na administração pública como consultor da Prefeitura do Assú, o prefeito Gustavo Soares, começa a montar aos poucos uma equipe de integrantes de réus envolvidos em crimes de dano ao erário.

Para Secretaria Municipal de Serviços Públicos, o nomeado pelo prefeito Gustavo Suares, é Samuel Fonseca de Assis, suspeito da prática de dano aos cofres públicos do município e réu no mesmo processo que tramita na Justiça da Comarca por improbidade administrativa contra Nuilson Pinto.

Os dois e outros envolvidos são acusado de provocarem um prejuízo aos cofres da Prefeitura do Assú no valor de R$ 375.923,00. O ex-prefeito Ronaldo Soares, pai do atual prefeito, também é réu. A Justiça já chegou até a determinar o bloqueio de bens dos dois atuais auxiliares do governo de Gustavo que exerciam funções administrativas no governo da turma de Ronaldo Soares.

Prefeito de Itajá Alaor Pessoa nomeia 40 afilhados, decreta emergência, dispensa licitação e proíbe novas contratações

Prefeito de Itajá Alaor Pessoa nomeia 40 afilhados, decreta emergência, dispensa licitação e proíbe novas contratações

O prefeito de Itajá Alaor Pessoa Neto, 40 anos. começou o ano com um quente e dois fervendo para quem esperava um mar de rosas no seu governo. Ele decretou pelo prazo de 90 dias, o estado de Emergência da Administração Pública em Itajá.

Alaor Pessoa também determinou que todos os procedimentos licitatórios serão dispensados, com vista amanter o funcionamento do Município pelo prazo máximo de 90 (noventa) dias, ou até que seja concluído procedimento licitatório regular e realizada a contratação pelo procedimento normal.

Depois de nomear aproximadamente 40 afilhados para exercerem os cargos de secretários e outras funções na administração, o novo prefeito de Itajá Alaor Pessoa, proibiu a prorrogação de prazo de qualquer contratação realizada durante o prazo emergencial, salvo por justificado interesse público diverso da manutenção de preços.

No caso de obras e serviços de engenharia, segundo o decreto assinado pelo prefeito Alaor Pessoa, estabelece-se um prazo máximo de execução de 180 (cento e oitenta) dias, sendo vedada a prorrogação de prazo.

Robinson nomeia Vagner Araújo como secretário Extraordinário para Gestão de Projetos

Robinson nomeia Vagner Araújo como secretário Extraordinário para Gestão de Projetos

O governador Robinson Faria nomeou o secretário extraordinário para Gestão de Projetos, que terá a atribuição de acompanhar a execução de todos os projetos e metas de governo. A função será assumida por Francisco Vagner Gutemberg de Araújo. A nomeação está publicada no Diário Oficial desta quinta-feira, 05.

O secretário extraordinário de Gestão de Projetos terá também a função de gerenciamento de ações previstas no Programa de Governo, em articulação com a União, outros Estados, Municípios e demais pastas da Administração Pública Estadual, além de avaliação sistemática das ações executadas.

Ler mais

Desembargadora afastada do Tribunal de Justiça do Amazonas pelo STJ recebeu R$ 261 mil em 4 meses

Desembargadora afastada do Tribunal de Justiça do Amazonas pelo STJ recebeu R$ 261 mil em 4 meses

Investigada pela PF por suspeita de ligação com a facção criminosa Família do Norte, Encarnação das Graças Salgado foi tirada de suas funções pelo Superior Tribunal de Justiça em junho de 2016

Julia Affonso, Fábio Serapião e Fausto Macedo

Mesmo afastada do Tribunal de Justiça do Amazonas desde junho de 2016, a desembargadora Encarnação das Graças Salgado, alvo da Operação La Muralla 2, da Polícia Federal, recebeu, entre aquele mês e outubro, subsídios de R$ 261 mil – ou R$ 212.106,78 líquidos.

A magistrada é investigada pela PF por suspeita de ligação com a facção criminosa Família do Norte (FDN), envolvida em uma série de assassinatos, roubos e tráfico de drogas. Integrantes da FDN são acusados de promover o massacre de 56 presos em Manaus.

Em junho do ano passado, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) afastou Encarnação da Corte estadual pelo período de seis meses. A suspensão foi renovada em dezembro por mais seis meses.

Ler mais

Prefeito Valderedo Bertoldo dá prazo de 180 dias para secretários de Ipanguaçu cumprirem metas ou serão demitidos

Prefeito Valderedo Bertoldo dá prazo de 180 dias para secretários de Ipanguaçu cumprirem metas ou serão demitidos

Depois de anunciar os nomes do seu secretariado para comandar os destinos do município no período de 2017 a 2020, o prefeito de Ipanguaçu Valderedo Bertoldo, vai jogar duro e não vai permitir moleza na sua equipe de primeiro e segundo escalão.

Ele afirmou durante a solenidade de posse na Câmara de Vereadores de Ipanguaçu que todos os secretários nomeados e que estarão atendendo a população durante o dia a dia a partir de agora, vão ter um prazo de 180 dias, para estarem á disposição do povo, atendendo e ouvindo, as revindicações da sociedade.

Para os secretários que não corresponderem as expectativas da população e as metas do novo governo, o prefeito Valderedo Bertoldo afirmou que eles serão substituídos após o termino do prazo de seis meses.

Caern divulga calendário de abastecimento para a cidade de Caicó

Caern divulga calendário de abastecimento para a cidade de Caicó

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) divulgou o calendário de abastecimento de água para o mês de janeiro para a cidade de Caicó, que está sendo mantida pelo sistema da Adutora Manoel Torres, a partir do Rio Piranhas-Açu. A cidade está sendo abastecida com a captação no leito do rio, em Jardim de Piranhas, com uma vazão de 450 metros cúbicos por hora.

A companhia reafirma que o uso racional de água é essencial, principalmente, no cenário de escassez que se encontra a região Nordeste.

A cidade foi dividida em setores para que todos possam ser atendidos, enquanto persiste a ausência de chuva suficiente para reposição do rio Itans, manancial que abastece a cidade seridoense.

Confira abaixo as datas de distribuição de água por setor, em Caicó:

Ler mais

Câmara começa o ano com 30 trocas de deputados

Câmara começa o ano com 30 trocas de deputados

Posse de Yeda Crusius, na vaga de Nelson Marchezan Junior, está prevista para esta quinta-feira, segundo a Secretaria-Geral da Mesa da Câmara. Ao todo, 19 deputados renunciaram ao mandato nos últimos dias para assumir o cargo de prefeito ou vice. Outros três se licenciaram para comandar secretarias. Dança das cadeiras abriu vagas para novos suplentes

POR EDSON SARDINHA – Congresso Em Foco

Embora o Congresso Nacional esteja em recesso parlamentar, a nova composição das prefeituras já provoca ao menos 30 mudanças na Câmara. Essas trocas vão alterar 11 bancadas estaduais. A mais afetada será a do Rio de Janeiro: com dez substituições entre os seus 46 deputados. Ao todo, 19 parlamentares renunciaram ao mandato na Casa nos últimos dias: 15 deles para assumir o cargo de prefeito e quatro para ocupar o gabinete de vice. Outros três apenas se licenciaram para ocupar secretarias municipais e podem voltar ao Congresso quando quiserem.

Mas a dança das cadeiras não se restringirá a essas 22 mudanças. É que alguns dos parlamentares efetivados já exerciam o mandato na condição de suplente. Com a renúncia dos colegas, eles foram efetivados, abrindo oito novas vagas para políticos que estavam na suplência. Alguns deles são velhos conhecidos da Câmara, como Ariosto Holanda (PDT-CE), Assis Melo (PCdoB-RS) e Nelson Padovani (PSDB-RS). No Senado, só deve ocorrer uma substituição: o suplente Eduardo Lopes (PRB-RJ) será efetivado no lugar de Marcelo Crivella (PRB), novo prefeito do Rio.

Ler mais

STJ determina afastamento de conselheiro do TCE-RR que se recusa a deixar cargo

STJ determina afastamento de conselheiro do TCE-RR que se recusa a deixar cargo

Polícia Federal deverá agir se o conselheiro Henrique Machado se recusar a deixar o cargo, de acordo com decisão da ministra Laurita Vaz, presidente do tribunal

Breno Pires,O Estado de S.Paulo

A presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministra Laurita Vaz, determinou que seja cumprido imediatamente o afastamento do conselheiro do Tribunal de Contas de Roraima (TCE-RR) Henrique Manoel Fernandes Machado, decidido pela Corte Especial do STJ. Réu pelo crime de peculato, ele tem se recusado a deixar o cargo. Chamando a recusa de “inaceitável”, a ministra do STJ envolveu a Polícia Federal no caso, para que, se necessário, force o cumprimento da decisão.

O afastamento de Machado foi determinado em novembro de 2011, quando a Corte Especial do STJ recebeu a denúncia criminal contra ele. Após uma liminar do ministro do STF Ricardo Lewandowski, en 2014, o conselheiro retornou ao posto. Em dezembro passado, no entanto, a relatora do caso no STF, ministra Rosa Weber, revogou a liminar anterior. Mas Machado não aceitou deixar o TCE-RR, do qual era presidente.

Ler mais