Governo do RN diz que há 3 mortos em rebelião em Alcaçuz

Governo do RN diz que há 3 mortos em rebelião em Alcaçuz

Polícia diz que vai esperar o amanhecer para entrar nos pavilhões

Fred Carvalho – Do G1 RN

“Pelo visual, podemos afirmar que pelo menos três presos foram mortos. Deu pra ver as cabeças arrancadas”, afirmou Zemilton Silva, coordenador de administração penitenciária do Rio Grande do Norte sobre a rebelião que acontece na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, maior presídio do estado. Na tarde deste sábado (14), detentos do Pavilhão 1 invadiram o Pavilhão 5.

O major Eduardo Franco, da comunicação da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, disse que o motim começou por volta das 16h30 (de Natal) e houve invasão de presos do pavilhão 1 no pavilhão 5, onde estão internos de uma facção criminosa rival. Ainda não há confirmação de fuga. Alcaçuz é o maior presídio do estado.

Zemilton Silva disse ainda não saber se os presos dos outros pavilhões também se rebelaram. O chamado pavilhão 5 é o presídio Rogério Coutinho Madruga, que fica anexo à Alcaçuz, em Nísia Floresta. Há separação entre presos de facções criminosas entre esses dois presídios. A penitenciária de Alcaçuz tem cerca de 1150 presos e capacidade para 620 detentos, segundo a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc).

Ronaldo Soares fala de ‘exílio voluntário’ no Pataxó ao invés de exílio forçado por lei

Ronaldo Soares fala de ‘exílio voluntário’ no Pataxó ao invés de exílio forçado por lei

O ex-prefeito Ronaldo Soares, usou hoje a rede de comunicação da mídia paga com dinheiro público a serviço da oligarquia Soares, em cadeia com cinco rádios comunitárias das regiões do Vale do Açu e Salineira, comandada pela emissora Nova 89 FM que tem como dono o secretário de Eventos da Prefeitura do Assú – para dizer que voltou do ‘exílio voluntário’, ao invés de exílio forçado pela lei que o proíbe até de ser candidato a vereador.

Ronaldo é hoje é o maior ficha suja da história política do Assú e por isso não pode ser candidato. Sem poder disputar nenhum cargo eletivo, ficou no ostracismo nos alpendres do Pataxó em Ipanguaçu, fugindo dos oficiais da Justiça, para não ser notificado para pagar uma divida milionária no valor de mais de R$ 7 milhões aos cofres do município do Assú, hoje gerenciado pelo seu filho e prefeito Gustavo Soares.

Com Gustavo no poder,  a mais poderosa oligarquia Soares/Montenegro que agora volta a ter o controle e o domínio política do município se revezando entre sogro, irmãos, primos e filhos, que sempre teve durante os séculos XIX e XX, mas Ronaldo não gostou que sua família seja apontada como oligarquia e acha que é um erro dos que falam essa palavra e que para ele tem sentido diferente. “Nós não temos o poder econômico”, justificou.

RONALDO NÃO GOSTA DE POBRES DIZIA WÁLACE

Escute abaixo o atual presidente da Câmara de Vereadores João Wálace, quando em 2004 disputou a Prefeitura do Assu contra os ex-prefeitos, Ronaldo Soares e o seu primo José Maria:

PSDB em Assú é mais fraco de caldo de cuscuz da melhor qualidade política

PSDB em Assú é mais fraco de caldo de cuscuz da melhor qualidade política

Em Assú, o presidente do diretório municipal do PSDB, Samuel Fonseca de Assú, réu em processo de improbidade administrativa, foi nomeado para assumir uma secretaria no governo do prefeito Gustavo Soares e não apoia nenhuma dos dois tucanos: Ezequiel e Rogério.

O tucano assuense é eleitor do PR deputado estadual George Soares, desde menino. Ronaldista apaixonado, Samuel nunca foi tucano e pegou a direção da legenda apenas por status político de ser chamado de presidente.

Os dirigentes de hoje do PSDB no Vale  do Açu, são mais fraco do caldo de cuscuz Os tucanos de Assú, Ipanguaçu e Carnaubais, fingem que são do  partido e os deputado Ezequiel  Ferreira e Rogério Marinho, fingem que acreditam na enganação.

Marcela Temer vai organizar encontro com primeiras-damas dos governadores

Marcela Temer vai organizar encontro com primeiras-damas

Marcela Temer vai organizar um encontro de primeiras-damas em Brasília. A ideia é debater ações sociais com as esposas dos governadores. 

Marcela lançou em outubro, o programa Criança Feliz, no Palácio do Planalto, em Brasília

A informação do colunista da revista VEJA, Gabriel Mascarenhas que não revelo a data do encontro que será promovido que ela chama de bela anfitriã.

Renan Calheiros escapou de incêndio no Ano Novo, diz VEJA

Renan Calheiros escapou de incêndio no Ano Novo, diz VEJA

Por pouco, o país não fica sem o seu presidente do Senado no Ano Novo. De férias em Barra de São Miguel, Alagoas, Renan Calheiros escapou de um incêndio provocado pelo tablet de um dos seus netos.

O aparelho explodiu e queimou a cortina e um pedaço de sua casa de praia, segundo o colunista da revista VEJA, Mauricio Lima.

PSDB de Carnaubais apoia apenas Rogério Marinho, mas descarta Ezequiel Ferreira

PSDB de Carnaubais apoia apenas Rogério Marinho, mas descarta Ezequiel Ferreira

O prefeito de Carnaubais, Thiago Meira, é um tucano ‘diferente’ do prefeito do PSDB de Ipanguaçu, Valderedo Bertoldo, que não apoia as lideranças tucanas no RN e como também não vota nos deputados estaduais e federais do partido.

O tucano de Carnaubais está dividido entre o PSDB e o PR. Apoia o presidente de honra do PSDB no Estado e deputado federal Rogério Marinho, mas para deputado estadual fica mesmo com George Soares, do PR.  

Os dirigentes do partido no Vale do Açu, são fracos e não tem fidelidade a legenda tucana na região.

Desembargador que vetou aumento de vereadores ganha R$ 92 mil

Desembargador que vetou aumento de vereadores ganha R$ 92 mil

O desembargador que barrou o aumento de salário dos vereadores de SP –de R$ 15 mil para quase R$ 19 mil– recebeu R$ 92 mil de salário em novembro, segundo a colunista da Folha, Mônica Bergamo.

O mês é o último com dados atualizados no portal do TJ-SP (Tribunal de Justiça de SP). Dimas Borelli Thomaz, assim como outros desembargadores da corte, possui ganhos acima do teto constitucional, de R$ 33,7 mil.

Na sentença sobre a Câmara Municipal, Thomaz escreveu que o reajuste “mostra-se incompatível com os primados da moralidade, da proporcionalidade, da razoabilidade e da economicidade”.

NA FORMA DA LEI

O salário dos desembargadores tem como paradigma o valor de R$ 30 mil. O excedente, segundo o TJ-SP, se refere a subsídios e verbas indenizatórias. Thomaz diz que sua folha de novembro inclui uma parcela do 13º e recomposições. “Não existe ilegalidade nem imoralidade”, afirma.

Presidente da Câmara de São Bernardo cria regra até para aperto de mão

Presidente da Câmara de São Bernardo cria regra até para aperto de mão

Nada de aperto de mão mole. A Câmara de Vereadores de São Bernardo do Campo (Grande SP) agora tem um manual de conduta profissional para os seus funcionários –o cumprimento deve ser firme e com três sacudidas.

As novas regras, apresentadas pelo presidente da Casa, Pery Cartola (PSDB) incluem abolir decotes nas roupas femininas e meias brancas com trajes escuros masculinos, segundo a jornalista Regiane Soares, do AGORA.

Entre outras regras, mulheres devem preferir batons e esmaltes de cores claras e nunca deixar peças íntimas à mostra. Homens devem evitar sandálias franciscanas, bermudas, calças caindo ou camisas para fora. Ambos devem evitar perfumes fortes.

EM TEMPO: Em Assú essa moda não ‘pega’ na Câmara de Vereadores. O presidente e vereador João Wálace, é um sujeito desleixado, arrogante e temperamental.

Militares fazem acordo para compra de novos blindados por R$ 6,3 bilhões

Militares fazem acordo para compra de novos blindados por R$ 6,3 bilhões

Questionado sobre a contratação de despesas dessa magnitude em momento de dificuldade financeira, o governo orientou a Folha a procurar o próprio Exército

O Exército pretende gastar nos próximos anos R$ 6,3 bilhões para atualizar e equipar sua frota de veículos blindados. O governo de Michel Temer fechou em 2016 dois contratos sem licitação envolvendo os blindados Guarani: um deles com a montadora Iveco e outro com a subsidiária brasileira da fabricante israelense de armamentos Elbit.

O contrato com a Iveco, de R$ 6 bi, prevê a entrega de 1.580 veículos blindados até 2035. Com a empresa Ares, ligada à israelense Elbit, o prazo é mais curto. Serão 215 torres de armamentos para equipar esses veículos, ao custo de R$ 328 milhões, entregues ao longo dos próximos quatro anos.

O Exército informou que os pagamentos dependerão da disponibilidade de recursos do governo federal para esses projetos e que, no caso das torres, o cronograma ainda não foi definido e será montado “conforme a descentralização de recursos” do governo, segundo o jornalista Felipe Bächtold que assina a matéria da Folha.

Palácio do Planalto não tem câmeras de segurança desde de 2009 no governo Lula

Palácio do Planalto não tem câmeras de segurança desde de 2009 no governo Lula

À revista ‘Veja’, ministro do Gabinete de Segurança Institucional afirmou que medida evitaria registros do que ocorria na sede da Presidência; equipamentos teriam sido retirados durante governo Lula

O ministro do Gabinete de Segurança Institucional, general Sérgio Etchegoyen, disse que o Palácio do Planalto está sem câmeras de segurança desde 2009, quando os equipamentos foram retirados durante reforma feita no prédio pelo governo Lula. Ele disse acreditar que a medida foi tomada para evitar registros do que ocorria na sede da Presidência da República, o que caracterizaria obstrução da Justiça.

Segundo as declarações de Etchegoyen, dadas em entrevista à revista “Veja”, o Palácio vem negando pedidos da Justiça para ter acesso a imagens, no âmbito de investigações contra corrupção, porque não havia qualquer câmera nos últimos anos. O general, que está à frente da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), disse que “o Palácio passou anos em que, convenientemente, não se registrou nada”.

Ler mais

Gustavo Soares continua cuidando de gente e nomeia cabo eleitoral do irmão dele para a ouvidoria em Assú

Gustavo Soares continua cuidando de gente e nomeia cabo eleitoral do irmão dele para a ouvidoria em Assú

O prefeito Gustavo Soares continua cuidando de gente aliada dele e do seu irmão, o deputado George Soares, para trabalhar na Prefeitura do Assú. A candidata a vereadora derrotada, presidente do PR Mulher em Assú e cabo eleitoral do deputado, Maria das Dores Lopes de Medeiros, a Dorinha Medeiros, foi nomeada para exercer o cargo de Secretária Municipal Adjunta de Ouvidoria.

Eleitora fiel e atuante nas campanhas eleitorais do deputado  George Soares, Dorinha Medeiros e sua irmã Gracinha, são conhecidas por desenvolverem um trabalho ‘voluntário’ de ação social no município. Dorinha foi candidata e perdeu nas urnas, mas o prefeito Gustavo Soares, não a deixou desamparada e sem emprego.

Prefeito de Ipanguaçu do PSDB é um tucano fora do ninho no Vale do Açu

Prefeito de Ipanguaçu do PSDB é um tucano fora do ninho no Vale do Açu

Atualmente, o prefeito de Ipanguaçu do PSDB do Vale do Açu, Valderedo Bertoldo, não apoia as lideranças tucanas do Estado como o deputado e presidente da Assembléia, Ezequiel Ferreira e o presidente de honra do partido no RN, deputado federal, Rogério Marinho.

O prefeito de Ipanguaçu do PSDB é um tucano fora do ninho. Ele apoia o vice-presidente da Assembléia e deputado estadual do DEM, José Adécio e o deputado federal, Rafael Motta, do PSB. Sem apoiar o projeto político dos tucanos, o prefeito Valderedo aposta na força do PSB para ajudar a governar Ipanguaçu e Rafael, já até garantiu emenda para ajudar no desenvolvimento do município.

Campeã de votos no último pleito, a vereadora Fabielle inicia mandato participativo e atuante

Campeã de votos no último pleito, a vereadora Fabielle inicia mandato participativo e  atuante 

Ex-prefeita de Mossoró Claudia Regina e a vereadora Fabielle Bezerra 

A vereadora Fabielle  Bezerra, a mais bem votada da cidade do Assú, inicia seu mandato com força e disposição. Nesta ultima quarta-feira, ela se reuniu com a amiga e ex-prefeita de Mossoró Claudia Regina. Segundo Fabielle “foi uma conversa para ouvirmos alguém experiente na política para começarmos o nosso mandato de forma transparente.” 

A vereadora também tem se mostrado presente em todos os bairros e comunidades da cidade, atendendo a convites, ouvindo o povo e mantendo a proximidade da época da campanha,visando um mandato sempre presente e atuante.

Presença da vereadora na Novena de São Sebastião no bairro Bela Vista

A vereadora Fabielle que teve seu trabalho reconhecido como diretora do Centro Clínico na Secretaria de Saúde na gestão anterior, pretende desenvolver um mandato com compromisso e respeito aos eleitores, buscando atender aos anseios da população de forma responsável e atuante junto a todos que acreditaram no seu projeto político.

Mulher traída espalha fotos da amante do marido nua por cidade

Mulher traída espalha fotos da amante do marido nua por cidade

Uma mulher publicou fotos nuas da suposta amante de seu marido e espalhou por uma cidade da Nova Zelândia, segundo o jornal Extra/O Globo. Gaylyne Fowler, da cidade de Hawera, afirma que descobriu que seu marido Darryl estava tendo um caso com uma amiga após encontrar um vídeo do encontro sexual.

Condenada criminalmente, a mulher contou ao portal “Daily Mail” que repetiria a divulgação.

Gaylyne estava casada há 25 anos com o marido e é mãe de três filhas. Com a ajuda de um amigo, ela distribuiu as publicações em toda a cidade e na estação de bombeiros local, onde seu marido prestava serviço.

A vingança rendeu ao casal uma multa em dinheiro e a mulher foi acusade de comportamento ofensivo.

Ezequiel não vai disputar reeleição e sonha com vaga de deputado federal ou senador em 2018

Ezequiel não vai disputar reeleição e sonha com vaga de deputado federal ou senador em 2018           

O projeto de pré-candidatura de Guilherme Saldanha segue a engenharia política do tucano e deputado estadual Ezequiel Ferreira que não deverá disputar a reeleição e será provavelmente candidato a deputado federal ou a senador nas eleições de 2018, segundo a especulação que começa a circular no meio político em Natal.

Com a pré-candidatura de Guilherme Saldanha a deputado estadual pelo PSDB, Ezequiel Ferreira espera fortalecer politicamente o partido na região por causa da atuação do atual secretário de Agricultura que é uma figura de notável destaque na luta por emprego e geração de renda dos pequenos produtores do Vale do Açu e conhece muio bem a região como presidente do Distrito Irrigado Baixo-Açu (DIBA).

Construção civil espera gerar mais de 200 mil empregos

Construção civil espera gerar mais de 200 mil empregos

A expectativa de que os juros básicos cheguem a menos de 10% ao ano até o fim de 2017 animou a construção civil. Os lançamentos na planta devem voltar no segundo semestre, de acordo com incorporadoras, juntamente com os mais de 200 mil empregos perdidos em 2016.

A recuperação esbarra nos estoques de imóveis prontos ou em construção. Segundo a Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc), há 117,7 mil imóveis à espera de comprador, o suficiente para atender à demanda por um ano e quatro meses.

O estoque aceitável é de um ano. Esse é o patamar médio do setor. A partir dos números de nove incorporadoras com ações em Bolsa, o banco JP Morgan calcula que os estoques somam 24 meses hoje, totalizando R$ 23,4 bilhões em valor de mercado dos imóveis.

Os problemas se concentram nos ramos de média e alta renda — nos quais os estoques estão entre 35 e 40 meses, contra 15 meses há dois anos. No caso das companhias que atuam na baixa renda (essencialmente MRV e Direcional), eles são de 13 meses.

Secretário Guilherme Saldanha deve ser candidato a deputado estadual pelo PSDB

Secretário Guilherme Saldanha deve ser candidato a deputado estadual pelo PSDB

Nas rodas de bate papo político no Vale do Açu, o secretário estadual de Agricultura, Guilherme Saldanha, é apontado como um dos integrantes da primeiro escalão do governador Robinson Faria, que deverá disputar uma cadeira de deputado estadual pelo PSDB, patrocinada pelo presidente da Assembléia Ezequiel Ferreira.

Até março, o secretário Guilherme Saldanha que já foi presidente do Distrito Irrigado Baixo-Açu (DIBA), estará na região para anunciar investimentos de R$ 7 milhões para o projeto de irrigação pública, fruto de recursos do programa RN Sustentável – financiado pelo Banco Mundial e operacionalizado pelo Governo do Estado.