Lula e Dilma participam de inauguração simbólica da transposição do São Francisco no sertão da Paraíba

Lula e Dilma participam de inauguração simbólica da transposição do São Francisco no sertão da Paraíba

Ex-presidentes Lula e Dilma são recebidos por milhares de pessoas em Monteiro, no sertão da Paraíba, para celebrar chegada do rio São Francisco no município

POR PATRÍCIA CAGNI – Congresso Em Foco

Os ex-presidentes da República Lula e Dilma foram até o sertão da Paraíba neste domingo (19) participar da inauguração simbólica da transposição do rio São Francisco. Lula foi o responsável pelo início das obras que levaram água até o sertão nordestino, em 2007. As obras foram interrompidas no governo Dilma, devido a diversas causas, entre elas denúncias de corrupção e crise política instalada antes do processo de impeachment.

Milhares de pessoas acompanham a cerimônia. Um grande engarrafamento se formou nas estradas que dão acesso à cidade de Monteiro. O objetivo dos petistas é rebater o discurso do atual governo sobre a “paternidade” da obra.

Senadores, deputados e membros do Partido dos Trabalhadores também participaram da homenagem aos ex-presidentes da legenda. No Twitter, internautas utilizaram a rede social para prestar apoio com a #ComLulaOSertaoVirouMar que ficou no ranking dos assuntos mais falados no Brasil durante boa parte do dia. 

 

Para delegado da Lava-Jato, foro privilegiado freia punições a políticos

Para delegado da Lava-Jato, foro privilegiado freia punições a políticos

“O foro é um salvo conduto para a impunidade. É inaceitável que tantas castas se perpetuem com esse privilégio, incompatível com o princípio republicano”, diz delegado

O delegado da Polícia Federal Márcio Adriano Anselmo, o mais antigo em atividade na Lava-Jato, acredita que parte da classe política envolvida na criminalidade ainda está imune aos efeitos da investigação. “E tem nas mãos o poder de ditar as leis no país”, alerta ele, em entrevista ao Correio. “A Lava-Jato atingiu corruptores, agentes públicos e seus intermediários. Mas parte da classe política, grande responsável pela perpetuação desse esquema, ainda se encontra imune a seus efeitos. É preciso atingir esses agentes.”

O foro privilegiado, que permite que ministros, deputados  e senadores só sejam julgados no Supremo Tribunal Federal (STF), atrapalha essa necessidade. “É só considerar a quantidade de condenações em primeira instância e a ausência de perspectiva de condenações em instâncias superiores”, observa. Para o delegado, não há chances de julgamentos em curto prazo no STF.

Aos 39 anos, Anselmo entrou no caso em junho de 2013. A missão era presidir um inquérito que vinha sendo levado de um lado para o outro sem solução em relação a quatro doleiros no Paraná, São Paulo e Brasília. Tudo acabou desvelando um amplo esquema de compra de apoio político baseado em arrecadação com grandes empresas fornecedoras de estatais. As primeiras prisões e buscas foram pedidas por ele, em janeiro de 2014, e executadas em 17 de março daquele ano. As informações são do Correio Braziliense.

‘Popstars’ Feliciano e Bolsonaro estudam deixar Partido Social Cristão

‘Popstars’ Feliciano e Bolsonaro estudam deixar Partido Social Cristão

Da esq. para dir., a partir do quarto homem na foto: Eduardo Bolsonaro, Jair Bolsonaro, Dr. Rey e Marco Feliciano na convenção do PSC, em 2015

ANNA VIRGINIA BALLOUSSIER – Folha de São Paulo

Em 2014, o PSC (Partido Social Cristão) era uma festa.

A sigla realizava sua convenção nacional na Assembleia Legislativa de São Paulo. Lá fora, caixas de som tocavam “Hotel California”. Dentro, uma selfie reunia dois deputados, Marco Feliciano e Jair Bolsonaro, e o candidato à Câmara Dr. Rey.

“Os dois maiores héteros e o homem que toca todas as mulheres [o cirurgião plástico Rey]”, bradava Feliciano no salão.

Do trio, só Bolsonaro não era filiado ao PSC –ainda. No ano seguinte, ele trocou o PP pelo partido, que já abrigava um de seus filhos, Eduardo, deputado que nem o pai.

A festa acabou. Potenciais puxadores de votos da legenda, Bolsonaro e Feliciano já articulam o divórcio eleitoral (após perder em 2014 e declarar que “o Brasil preferiu os mesmos malandros de sempre”, Dr. Rey deixou a sigla).

Pré-candidato à Presidência, o primeiro foi o deputado mais votado no Rio em 2014 (465 mil votos). O segundo teve a terceira melhor colocação no pleito paulista (398 mil).

Ler mais

Temer reúne ministros e Agricultura diz que não há ‘risco sanitário’ na carne

Temer reúne ministros e Agricultura diz que não há ‘risco sanitário’ na carne

Governo prepara novas medidas administrativas; presidente da ABPA disse que o governo está mais preocupado com o mercado externo e não está dando explicações ao consumidor

Lorenna Rodrigues e Tânia Monteiro, O Estado de S.Paulo

O presidente Michel Temer realiza neste domingo, 19, três reuniões para discutir a crise aberta pela Operação Carne Fraca.  Os encontros começaram com o ministro da Agricultura, Blairo Maggi. Em seguida, o presidente recebeu os representantes do setor de produção de proteína animal, como os presidentes da ABIEC (Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne), Antonio Camardelli, da ABPA (Associação Brasileira da Proteína Animal), Francisco Turra, além do presidente da CNA (Confederação Nacional da Agricultura), João Martins.

Martins voltou a dizer que os produtores são vítimas, mas ressaltou que o Brasil tem uma boa defesa sanitária.

“Temos mais de 4 mil unidades [de abate] no Brasil e isso aconteceu em 3 unidades. Temos um dos melhores sistemas de fiscalização do mundo”, afirmou. “A população precisa ter certeza que estão consumindo carne com a inspeção perfeita é melhor qualidade possível”, afirmou.

Ler mais

Fachin mantém condenação de juíza ligada a narcotráfico

Fachin mantém condenação de juíza ligada a narcotráfico

O CNJ verificou, ao julgar processo administrativo disciplinar (PAD), o envolvimento da magistrada da Justiça da Bahia com o narcotraficante colombiano Gustavo Duran Bautista

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, negou liminar por meio da qual a juíza Olga Regina de Souza Guimarães buscava suspender decisão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que a condenou à pena de aposentadoria compulsória por ‘conduta incompatível com a magistratura e violação de deveres funcionais’.

O CNJ verificou, ao julgar processo administrativo disciplinar (PAD), o envolvimento da magistrada da Justiça da Bahia com o narcotraficante colombiano Gustavo Duran Bautista. A decisão foi tomada no Mandado de Segurança (MS) 34662, informou o site do Supremo.

Fachin apontou que ‘não estão presentes, no caso, os requisitos para a concessão da medida cautelar’.

Sobre a alegação da defesa de nulidade pela falta de intimação pessoal para a sessão de julgamento do processo administrativo, o ministro disse que, ‘pelo princípio da ausência de nulidade sem prejuízo, é preciso que a magistrada demonstre o prejuízo concreto resultante do eventual descumprimento de formalidade’.

Ler mais

Mega-sena acumula e pode pagar R$ 26,3 milhões na quarta-feira

Mega-sena acumula e pode pagar R$ 26,3 milhões na quarta-feira

Nenhum apostador acertou as seis dezenas da Mega-Sena. Com isso, o prêmio acumulou, e o próximo concurso, a ser realizado na quarta-feira, poderá pagar até R$ 26,3 milhões. O sorteio foi realizado na noite deste sábado pela Caixa Econômica Federal em Barra Bonita (SP).

Confira as dezenas sorteadas: 04 – 14 – 17 – 43 – 52 – 56.

A Quina teve 43 apostas ganhadoras. Cada uma vai receber R$ 35.274,91.

A Quadra registrou 2.960 vencedores, cujo prêmio será de R$ R$ 732,05.

Ministro Lewandowski nega liminar de deputados do Distrito Federal

Ministro Lewandowski nega liminar de deputados do Distrito Federal

Investigados na Operação Dracon, conduzida pela Procuradoria-Geral de Justiça do Distrito Federal, Celina Leão (PPS) e Christiano Araújo (PSD) foram submetidos a diversas medidas cautelares

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, rejeitou liminar por meio da qual os deputados distritais Celina Leão (PPS) e Christiano Araújo (PSD) pediam a suspensão de julgamento sobre o recebimento de denúncia, previsto para este mês, no Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT).

A decisão do ministro foi tomada na Reclamação (RCL) 26579, em que os parlamentares alegam que sua defesa ‘não teve amplo acesso à íntegra de interceptações ambientais produzidas no curso da investigação’. As informações foram divulgadas no site do Supremo.

Investigados na Operação Dracon, conduzida pela Procuradoria-Geral de Justiça do Distrito Federal, Celina e Araújo foram submetidos a diversas medidas cautelares, entre elas interceptações ambientais realizadas em seus gabinetes na Câmara Legislativa do DF.

Ler mais

Previdência: idade mínima de 65 anos prejudica segurados mais pobres

Previdência: idade mínima de 65 anos prejudica segurados mais pobres

Expectativa de vida em alguns estados se aproxima da idade proposta do governo

POR BRUNO DUTRA – O Globo

Em discussão na Câmara dos deputados, desde dezembro, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC 287), que trata da reforma da Previdência Social, ganhou as ruas na semana passada e maciça oposição dos trabalhadores. Isso porque o principal ponto da reforma, e mais polêmico, que institui idade mínima de 65 anos para se aposentar, para homens e mulheres, deve prejudicar os trabalhadores de estados mais pobres do país, onde a expectativa de vida se aproxima muito da idade proposta pelo governo federal.

No Maranhão e Alagoas, por exemplo, ambos no Nordeste do país, caso a reforma fosse aprovada neste ano, os homens, com expectativa de vida de 66 anos, conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) só receberiam o benefício por um ano.

Já em estados do Norte, Como Rondônia, Amazonas e Pará, os segurados homens do INSS, com expectativa de vida de 68 anos, só teriam acesso ao benefício por três anos. As propostas de mudanças também afetariam diretamente as mulheres desses estados.

Ler mais

Walter Alves e Garibaldi participam de missa em homenagem a São José em Angicos

Walter Alves e Garibaldi participam de missa em homenagem a São José em Angicos

O deputado federal Walter Alves (PMDB-RN) e o senador Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN) participaram, na manhã de hoje (19), da missa campal em homenagem a São José, realizada no município de Angicos, a 171 quilômetros de Natal. A cerimônia reuniu milhares de fiéis na praça José da Penha, em frente à igreja matriz da cidade.

Desde o último dia 9 de março, a Paróquia de São José dos Angicos, que envolve os municípios de Angicos e Fernando Pedroza, na região Central do Rio Grande do Norte, realiza uma programação alusiva ao santo que, segundo a Bíblia, foi o pai adotivo de Jesus Cristo e esposo da virgem Maria. Este ano, o tema escolhido foi “A virgem Maria e São José, uma escola de virtudes”.

A missa campal foi presidida pelo arcebispo de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha e concelebrada pelo pároco de Angicos, padre Severino da Silva Neto, e o arcebispo emérito Dom Matias.  

A cerimônia também contou com a presença do prefeito de Angicos, Deudeste Gomes; outros prefeitos da região, vereadores e os deputados estaduais José Dias e José Adécio.

Vereadores da ‘oposição’ em Assú não demonstram entusiasmo com discurso do ex-prefeito

Vereadores da ‘oposição’ em Assú não demonstram entusiasmo com discurso do ex-prefeito

Apesar do sábio ditado popular de que “andorinha só não faz verão”, o ex-prefeito Ivan Júnior – líder político do grupo de cinco vereadores da bancada oposicionista na Câmara Municipal – foi o único até o presente, a fazer oposição responsável e equilibrada ao governo do prefeito do Assú, Gustavo Soares, vulgo Gustavo Paraguassu”, mas parece que não conseguiu entusiasmar os vereadores ditos de oposição.

Enquanto o ex-prefeito Ivan Júnior quebrou a tradicional trégua de 100 dias em virtude de ofensivos ataques pessoais e administrativos, os vereadores liderados do ex-gestor aguardam ainda o fim do prazo da trégua para começar a se posicionar sobre os rumos administrativos do governo municipal no plenário da Câmara como também nos microfones da Princesa do Vale a fim de fazer uma avaliação positiva ou negativa do prefeito Gustavo Soares, o Gustavo Paraguassu.

Ministério Público Federal pede que Correios pare de funcionar como banco postal

Ministério Público Federal pede que Correios pare de funcionar como banco postal

O Ministério Público Federal (MPF) ingressou com uma ação na justiça pedindo para que a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) pare de prestar o serviço de banco postal por meio das suas agências. A ação foi apresentada após os inúmeros registros de ataques a agências dos correios nos últimos anos.

A ação civil pública, com pedido de liminar e em caráter de urgência, foi impetrada na Justiça Federal na terça-feira (14) e traz como justificativa a falta de garantia de segurança nos Correios da Paraíba. Caso o pedido seja deferido e a ECT descumpra, o MPF pede que seja aplicada multa diária de pelo menos R$ 50 mil. A multa deve ser revertida em favor da Delegacia de Repressão a Crimes Contra o Patrimônio (Delepat) da Polícia Federal na Paraíba, para fins de aparelhamento.

Na ação, o MPF pede ainda que o Banco do Brasil seja condenado a suspender a execução do contrato de correspondente bancário firmado com a ECT por também não garantir a segurança das agências dos Correios. Outro requerimento do Ministério Público Federal é que os Correios e o Banco do Brasil paguem dano moral coletivo.

As informações da Polícia Federal apontam que, até o mês de outubro de 2016, já havia 709 ocorrências de crimes envolvendo agências dos Correios na Paraíba, pulverizados, em sua maioria, nas pequenas cidades do estado. Do G1 PB.

Ministério Público Federal abre inquérito após denúncia de irregularidade em concurso da UFPB

Ministério Público Federal abre inquérito após denúncia de irregularidade em concurso da UFPB

Inquérito aberto na sexta-feira (17) vai investigar denúncia de candidato.Concurso ocorreu em março de 2016 e ofertou 154 vagas.

O Ministério Público Federal (MPF) na Paraíba abriu um inquérito civil para apurar irregularidades em um concurso feito pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB) realizado em março de 2016. De acordo com a portaria assinada pelo procurador José Godoy Bezerra de Souza, publicada na sexta-feira (17) no Diário Eletrônico do MPF, o inquérito atende a uma representação feita em junho de 2016 por um dos candidatos do certame.

Além da UFPB, a empresa responsável pela organização do concurso, Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (Idecan) também foi notificada da abertura do inquérito. Na portaria, não constam as possíveis irregularidades apontadas pelo candidato que formalizou a representação junto ao MPF. O candidato autor da representação concorreu ao cargo de técnico em contabilidade.

Ler mais

Executivo da Sadia e Perdigão acessava sistema de fiscalização do governo

Executivo da Sadia e Perdigão acessava sistema de fiscalização do governo

Frigoríficos envolvidos no esquema criminoso “maquiavam” carnes vencidas com ácido ascórbico

Um executivo da BRF (dona da Sadia, Perdigão) tinha acesso a sistemas de fiscalização e emissão de certificados que atestam a qualidade de produtos do Ministério da Agricultura, de acordo com informações do jornal O Estado de S. Paulo.

“Roney Nogueira dos Santos, gerente de Relações Institucionais e Governamentais do frigorífico, caiu no grampo da Polícia Federal com o fiscal Daniel Gouvêa Teixeira, denunciante do esquema da Operação Carne Fraca, conversando sobre senhas de acesso aos computadores do Ministério”, revela a publicação.

A Operação Carne Fraca desarticulou uma organização criminosa liderada por fiscais agropecuários que emitiam certificados sanitários sem fiscalização em troca de propina. Ao todo, cerca de 30 empresas fornecedoras de grandes frigoríficos estão sendo investigadas. Além disso, 33 fiscais federais também estão sob investigação.

CNI fará campanha pela reforma da Previdência

CNI fará campanha pela reforma da Previdência

A CNI (Confederação Nacional da Indústria) decidiu fazer uma campanha para que os patrões das 300 mil empresas que estão sob seu guarda-chuva repassem a cerca de 10 milhões de empregados informações sobre a necessidade da aprovação da reforma da Previdência e de novas regras para a aposentadoria.

“O empregador precisa conscientizar o funcionário de que, se não houver mudança, não vai ter o que receber no futuro”, diz o presidente da entidade, Robson Andrade.

A instituição também vai lançar propaganda pela reforma nas redes sociais. Nas últimas semanas, fez reuniões para afinar o discurso sobre as mudanças que defenderá na internet. A ofensiva patronal pode dar novo fôlego a Michel Temer, que vê a resistência à proposta crescer no Congresso.

Robson Andrade não esconde que aposta nas medidas prometidas pelo governo Temer para melhorar o ambiente econômico e diz que alterar as regras para a aposentadoria é preciso porque, “se nada for feito, daqui a alguns anos, podemos virar uma Grécia”. As informações são da Folha de São Paulo.

Dono da Gol cita propina a Cunha e envolve Henrique Alves

Dono da Gol cita propina a Cunha e envolve Henrique Alves

As informações foram dadas por Henrique Constantino no âmbito da negociação de um acordo de colaboração com os investigadores de Curitiba e Brasília.

Fabio Serapião, Fábio Fabrini e Beatriz Bulla – O Estado de São Paulo

O empresário Henrique Constantino, acionista da Gol Linhas Aéreas, confirmou a procuradores da Lava Jato ter feito pagamentos para o deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e ao corretor Lúcio Funaro, ambos presos, em troca de apoio na liberação de valores do fundo de investimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Ainda segundo Constantino, o ex-ministro Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) teria participado da reunião em que os pagamentos foram definidos.

As informações foram dadas pelo empresário no âmbito da negociação de um acordo de colaboração com os investigadores de Curitiba e Brasília. Constantino procurou as autoridades após aparecer nas operações Sépsis e Cui Bono? e ser citado no pedido de prisão de Eduardo Cunha.

Como a Gol Linhas Aéreas assinou um acordo de leniência e assumiu os crimes praticados pela empresa, agora o empresário pretende se livrar na pessoa física de problemas na Justiça. Na leniência, a Gol se comprometeu a pagar R$ 5,5 milhões para reparação pública, R$ 5,5 milhões como multa e mais R$ 1 milhão pela condenação.

Ler mais