Pesquisadores vão ‘vigiar’ Amazônia em tempo real

Pesquisadores vão ‘vigiar’ Amazônia em tempo real

O objetivo é compartilhar imagens e sons de mamíferos, aves e répteis, o que vai ajudar a conhecer melhor as diferentes espécies que habitam a região.

Pesquisadores do Instituto Mamirauá, organização ambiental que é mantida com recursos do governo federal, estão instalando câmeras, microfones e sensores de movimento embaixo da copa das árvores na região central da Amazônia. Eles querem compartilhar, em tempo real, imagens e sons de mamíferos, aves e répteis, o que vai ajudar a conhecer melhor as diferentes espécies que habitam a região.

Chamado de Providence, o projeto ainda está em fase inicial de testes: os pesquisadores terminaram de instalar os primeiros dez módulos nos últimos dias. Por enquanto, eles estão sendo colocados numa área de dez quilômetros quadrados ao redor da sede de pesquisas do instituto na Reserva Mamirauá, a cerca de 600 quilômetros de Manaus, no Amazonas.

Monitorar uma floresta densa e extensa como a Amazônia não é tarefa fácil. Hoje, os pesquisadores só conseguem ver em tempo real imagens do que acontece sobre a copa das árvores, obtidas por meio de satélites e radares. Para acompanhar a fauna da floresta, porém, é preciso mandar pesquisadores para contar os animais em trilhas ou instalar câmeras com sensores. Elas detectam mudanças de calor e fotografam os animais que estão passando.

Ler mais

Endividado, PT paulista faz ajuste e encolhe

Endividado, PT paulista faz ajuste e encolhe

Nas últimas duas semanas, o diretório estadual do PT de São Paulo, o maior e mais importante do partido, demitiu 13 funcionários

Enquanto tenta organizar a resistência parlamentar e popular às reformas trabalhista e previdenciária do governo Michel Temer, o PT é obrigado a enfrentar o seu próprio ajuste fiscal.

Nas últimas duas semanas, o diretório estadual do PT de São Paulo, o maior e mais importante do partido, demitiu 13 funcionários. Com isso, o número de empregados, que chegou a ser de 55, em 2014, hoje está reduzido a oito trabalhadores.

Das três faxineiras, sobrou uma. A vigilância, que antes era 24 horas, agora funciona das 9h às 21h. Quase todos os secretários estaduais tiveram de demitir assessores. O presidente estadual do partido, Emídio de Souza, que tinha quatro funcionários à disposição, agora tem só um.

Ler mais

‘Aliados de Aécio querem racha entre Doria e Alckmin’, diz Macris

‘Aliados de Aécio querem racha entre Doria e Alckmin’, diz Macris

O novo presidente da Alesp disse que o prefeito não é nome de consenso nem para a disputa pelo governo paulista

Um dos quadros do PSDB mais próximos do governador Geraldo Alckmin, o deputado estadual Cauê Macris, de 33 anos, novo presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo, atribui ao grupo político do senador Aécio Neves (MG) os rumores de que o partido pode apoiar a candidatura de João Doria à Presidência em 2018. Além de descartar a possibilidade, Macris disse em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo que o prefeito não é nome de consenso nem para a disputa pelo governo paulista.

O prefeito João Doria é uma opção do PSDB para disputar a Presidência?

O candidato a presidente do PSDB se chama Geraldo Alckmin. Ele é inclusive o candidato do Doria. O prefeito me ligou na semana passada e foi explícito nisso.

Há um movimento no PSDB para que Doria seja o nome em 2018?

Não vejo um movimento no partido para lançá-lo. O que vejo são alas do PSDB que estão tentando criar uma cisão dentro de um grupo político interno forte do partido, que é o grupo do Geraldo e do Doria.

Ler mais

Vereador João Paulo é acusado de integrar a ‘quadrilha dos gafanhotos’ que desviava dinheiro da Prefeitura do Assú

Vereador João Paulo é acusado de integrar a ‘quadrilha dos gafanhotos’ que desviava dinheiro da Prefeitura do Assú

O vereador João Paulo, do Solidariedade, aliado político do prefeito do Assú Gustavo Soares (PR), é réu em ação movida pelo Ministério Público, acusado de integrar a ‘quadrilha dos gafanhotos’ comandada pelo ex-vereador Nelson Garcia que desviou quase um milhão de reais dos cofres da Prefeitura do Assú durante a gestão do ex-prefeito Ronaldo Soares.

Segundo o MP, Nelson montou uma verdadeira quadrilha dentro da Prefeitura do Assú, durante o período de 2002, 2003 e 2004, deixando os ‘gafanhotos’ que atuavam com liberdade na Secretaria Municipal de Administração, alimentando-se de repasses fraudulentos feitos para contas particulares de 16 acusados, entre os quais, o atual vereador João Paulo.

A Justiça do Assú aceitou a denúncia do Ministério Público contra o atual vereador João Paulo e todos os acusados aguardam julgamento do processo.

Sem dormir, George Soares treme de medo com delação do amigo sobre propina no DNIT

Sem dormir, George Soares treme de medo com delação do amigo sobre propina no DNIT

Sem saber o teor completo da delação premiada do seu amigo e  ex-chefe de Serviço de Engenharia do órgão, Gledson Golbery de Araújo Maia, que acusou o seu tio e presidente estadual do PR João Maia, de receber propina de empreiteiras contratadas pelo DNIT do RN – o deputado estadual George Soares, anda inquieto e preocupado.

De acordo com o sobrinho do ex-deputado João Maia, “parte da propina era destinada também a correligionários, entre eles vereadores e deputados potiguares”. A delação de Gledson corre em segredo de Justiça e os nomes dos vereadores e deputados envolvidos não foram revelados até agora, não são de conhecimento público.

Escute trecho do programa de rádio do deputado durante entrevista com Gledson quando ele falava sobre a reforma da ponte Felipe Guerra sobre rio Açu na BR 304.

Em novo jantar com senadores, Temer ouve apelos sobre Funrural

Em novo jantar com senadores, Temer ouve apelos sobre Funrural

Em segunda rodada de jantar com senadores, Michel Temer ouviu apelos de Waldemir Moka e Simone Tebet (MS) sobre o STF ter declarado constitucional o pagamento do Funrural por pessoa física. Querem uma saída para o agricultor fazer os pagamentos.

Moka e Simone foram informados por Temer dos cinco ajustes feitos no texto da reforma da Previdência, sinalizaram apoiar, mas ainda querem ver os detalhamentos do relatório de Arthur Maia (PPS-BA), segundo a Coluna do Estado.

Motorista da UFRN é morto com quatro tiros quando ia pegar a reitora para levá-la ao aeroporto

Motorista da UFRN é morto com quatro tiros quando ia pegar a reitora para levá-la ao aeroporto

Polícia Civil acredita em tentativa de assalto. Para a PM, motorista pode ter sido confundido com um policial.

Um motorista da UFRN foi morto com pelo menos quatro tiros na madrugada deste domingo (9) no bairro de Ponta Negra, na Zona Sul de Natal, por volta das 2h30 na Av. Praia de Jenipabu, que passa ao lado do Praia Shopping, quando ia pegar a reitora da universidade Ângela Maria Paiva Cruz para levá-la ao aeroporto.

Há duas versões para o assassinato. De acordo com a PM, por causa do carro da UFRN, que é um veículo preto descaracterizado, o motorista teria sido confundido com um policial. Já a Polícia Civil, acredita em tentativa de assalto.

O caso será investigado pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Papa condena ataque à igreja no Egito e apela para fim do terror

Papa condena ataque à igreja no Egito e apela para fim do terror

‘Que o Senhor converta os corações das pessoas que semeiam terror’, disse ao final da Missa de Domingo de Ramos

O papa Francisco, que planeja visitar o Egito este mês, condenou o ataque que matou ao menos 25 pessoas e deixou mais de 60 feridos em uma igreja,  na cidade egípcia de Tanta, situada a 120 quilômetros ao norte do Cairo.

“Rezo pelos mortos e as vítimas. Que o Senhor converta os corações das pessoas que semeiam terror, violência e a morte e até mesmo os corações de quem produz e trafica armas”, disse o Papa ao final da missa de Domingo de Ramos diante de dezenas de milhares de pessoas na Praça de São Pedro.

O pontífice também expressou as “mais profundas condolências” a todos os egípcios e ao líder da Igreja Copta, que deve ser um de seus anfitriões na viagem de 28 a 29 de abril. As observações sobre o ataque foram feitas depois de ele lembrar as vítimas do ataque de Estocolmo na sexta-feira.

Ler mais

Aníbal ironiza Doria e diz que também disputa governo se Alckmin pedir

Aníbal ironiza Doria e diz que também disputa governo se Alckmin pedir

A entrevista do prefeito de São Paulo, João Doria, ao Estadão, dizendo que pode concorrer ao governo de São Paulo se houver apelo de Geraldo Alckmin esquentou a temperatura no ninho tucano.

O ex-senador José Aníbal, presidente do Instituto Teotônio Vilella (ITV),  reagiu imediatamente à declaração. “Eu quero dizer que se o governador me fizer um apelo para concorrer, também aceito”, ironizou, segundo a Coluna do Estadão.

Em 2011, igrejas arrecadaram R$ 20 bilhões e agora o Senado discute se elas devem parar de ter imunidade tributária

Em 2011, igrejas arrecadaram R$ 20 bilhões e agora o Senado discute se elas devem parar de ter imunidade tributária

O tema “Fim da imunidade tributária para entidades religiosas (igrejas)”, esta´ está sob discussão no Senado, que decidirá agora o que fazer do texto assinado pela engenheira Gisele Helmer, 32 –se engavetá-lo ou transformá-lo em PEC (Proposta de Emenda à Constituição).

O que quer Gisele: o fim do direito que “templos de qualquer culto” têm de não pagar IPTU e Imposto de Renda sobre dízimos, por exemplo. A garantia está na Constituição, escrita “sob proteção de Deus”, como diz seu preâmbulo.

No site Consulta Pública, do Senado, o placar sobre a sugestão da engenheira está dividido –até sexta (7), a iniciativa contava com 114,6 mil apoios e 111,8 mil reprovações.

Igrejas arrecadaram R$ 20 bilhões no Brasil em 2011, o que equivalia a metade do orçamento da cidade de São Paulo, mostrou reportagem da Folha, com dados obtidos na Receita Federal por meio da Lei de Acesso à Informação. As informações são da Folha de São Paulo.

Fábio Faria e Ivan Júnior podem fazer dobradinha para federal e estadual em 2018

Fábio Faria e Ivan Júnior podem fazer dobradinha para federal e estadual em 2018

Com a possibilidade do ex-prefeito do Assú e atual secretário de Recursos Hídricos Ivan Júnior, topar ser candidato a deputado estadual nas eleições de 2018 fazendo dobradinha para deputado federal com Fábio Faria no Vale do Açu e demais regiões do Estado, cresce também as chances de aliança dele com os senadores José Agripino e Garibaldi Alves.

Na política nada é imutável. O caminho para uma aliança com o deputado federal Rogério Marinho, do PSDB, para o Senado também não está descartada. O jogo ainda não começou e as regras não foram definidas, mas com a aprovação da reforma política no Congresso, vai começar as negociações realmente para formação de chapas para estadual, federal, senador e governador.

Moro critica Congresso por não aprovar propostas do pacote contra corrupção

Moro critica Congresso por não aprovar propostas do pacote contra corrupção

O juiz federal Sérgio Moro criticou o Congresso brasileiro pela não aprovação das propostas do Ministério Público para o combate à corrupção. Ele participou, neste sábado (8/4), da “Brazil Conference at Harvard & MIT”, organizada por estudantes brasileiros na duas universidades americanas. 

No evento, Moro afirmou que o pacote de dez medidas de combate à corrupção proposto pelo Ministério Público não precisa ser aprovado integralmente pelo Congresso, mas não pode ser desfigurado pelos parlamentares. O juiz manifestou frustração diante das críticas à iniciativa. “O Parlamento tem de ter sensibilidade em relação aos anseios de uma sociedade que se indignou com esses casos graves de corrupção. Se não aprovarem essas [medidas], aprovem outras.” As informações são do Correio Braziliense/Agência Estado.

Ler mais

Garibaldi Alves também quer o apoio de Ivan Júnior e dos irmãos Soares em Assú

Garibaldi Alves também quer o apoio de Ivan Júnior e dos irmãos Soares em Assú

No mesmo caminho de Agripino com o fim do mandato em 2018, o senador Garibaldi Alves, do PMDB, quer o apoio do prefeito do Assú Gustavo Soares, do deputado estadual George Soares e do secretário de Recursos Hídricos Ivan Júnior, para continuar no Senado até 2026.

Agora, se o prefeito, o deputado e secretário não querem votar nele é outra conversa, mas nenhum dos três pode impedir que Garibaldi futuramente faça essa aliança, a não ser que um deles rompa com peemedebista.

PT deve ficar com R$ 284 milhões, o PSDB com R$ 241 milhões e o PMDB com R$ 232 milhões depois da reforma

PT deve ficar com R$ 284 milhões, o PSDB com R$ 241 milhões e o PMDB com R$ 232 milhões depois da reforma

As regras estabelecidas no relatório do deputado Vicente Cândido (PT-SP) apontam que 98% do dinheiro público do novo fundo eleitoral seja dividido entre as 35 legendas proporcionalmente à votação que seus candidatos a deputado federal tiveram nas eleições de 2014.

Com isso, o PT deve ficar com R$ 284 milhões, o PSDB com R$ 241 milhões e o PMDB com R$ 232 milhões.

Ler mais

Agripino pode reunir Gustavo, George Soares e Ivan Júnior no mesmo palanque de Assú em 2018

Agripino pode reunir Gustavo, George Soares e Ivan Júnior no mesmo palanque de Assú em 2018

O  senador José Agripino (DEM)) que deve lutar pela renovação do seu mandato no céu como dizia o saudoso ex-senador Agenor Maria, poderá reunir no mesmo palanque no próximo ano, os irmãos Soares e o ex-prefeito Ivan Júnior, começando assim, uma reaproximação em Assú entre os adversários que o povo pensa que eles são inimigos.

Apesar de ter recebido o apoio na campanha eleitoral do ano passado do prefeito do Assú Gustavo Soares e o seu irmão, deputado estadual George Soares, ambos do PR – Agripino vai querer ter também o apoio do secretário de Recursos Hídricos Ivan Júnior, para garantir mais oito anos no Senado.

Agora, Agripino pode até não fazer as pazes entre eles, mas que os três devem apoiá-lo para senador.