Marcelo Odebrecht confirma que ‘Amigo’ era Lula na planilha de propinas

Marcelo Odebrecht confirma que ‘Amigo’ era Lula na planilha de propinas

Empresário também confirmou codinomes de Palocci e Guido Mantega

O empresário Marcelo Odebrecht confirmou ao juiz Sérgio Moro, em audiência realizada nesta segunda-feira em Curitiba, que “Amigo” era o ex-presidente Luiz Inácio lula da Silva e os ex-ministros Antonio Palocci e Guido Mantega são, respectivamente, o “italiano” e o “pós-italiano” na planilha de pagamentos de propina da empresa. As informações foram confirmadas pelo GLOBO.

A planilha “posição italiano” indica a movimentação de R$ 128 milhões que, segundo a força-tarefa da Lava-Jato, teriam sido destinados ao PT e movimentados por Palocci. O saldo da conta era de R$ 79,5 milhões em 2012. Na planilha, na frente do codinome “pós itália” está anotado R$ 50 milhões.

Moro tem mantido os depoimentos da Odebrecht em sigilo, a despeito dos vazamentos ocorridos na investigação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O juiz argumenta que é preciso esperar que o sigilo seja levantado pelo Supremo Tribunal Federal (STF). As informações são de O Globo.

Ler mais

Dentista de Assú nega ter praticado estupro contra jovem professora

Dentista de Assú nega ter praticado estupro contra jovem professora

O dentista Jovane Dantas, acusado de estuprar a jovem e professora de inglês, Kariene Karla Avelino Soares, 25 anos, também usou a rede social do WhatApp para negar que tenha praticado o crime.

Ele nega e acusa a jovem e o pai dela de querer destruir a vida dele, espalhando mentiras. difamações e calúnias nas rede sociais, durante três anos.

Com a polêmica, agora falta a decisão do Justiça, para julgar o caso, já que a jovem fala que foi estuprada e o dentista diz que é uma calunia dela.

Delação da Odebrecht não deve ser divulgada nesta semana

Delação da Odebrecht não deve ser divulgada nesta semana

Rodrigo Janot já pediu a retirada dos sigilos dos depoimentos

POR CAROLINA BRÍGIDO – O Globo

O sigilo que protege as delações da Odebrecht, que têm conteúdo explosivo o suficiente para deixar políticos de todos os partidos em estado de ansiedade, não deve cair nesta semana. Há dois dias do início oficial da Semana Santa no Judiciário, o Supremo Tribunal Federal (STF) já está vazio. Dos onze ministros, apenas cinco estão em Brasília. Os outros estão viajando – alguns a trabalho, outros resolveram antecipar a folga da Páscoa. O relator da Lava-Jato, ministro Edson Fachin, é um deles: foi para o Paraná, seu estado de origem, e não pretende dar expediente na corte antes da próxima segunda-feira.

Normalmente, são realizados julgamentos na Primeira e na Segunda Turma do STF nas terças-feiras, das 14h às 18h. Nas quartas e nas quintas, o plenário se reúne no mesmo horário. Nesta semana, nenhuma dessas sessões serão realizadas. Na semana passada, os ministros fizeram uma sessão a mais no plenário, para compensar a folga estendida. Na próxima semana, haverá duas sessões na Primeira Turma para colocar a pauta em dia. Na Segunda Turma e no plenário, ainda não há previsão de isso acontecer.

Ler mais

Relator da Previdência diz que finalizou parecer e apresenta texto a líderes na 3ª-feira

Relator da Previdência diz que finalizou parecer e apresenta texto a líderes na 3ª-feira

O relator da reforma da Previdência, deputado Arthur Oliveira Maia (PPS-BA), afirmou nesta segunda-feira que seu relatório está pronto e inclui a alteração nos cinco pontos anunciados na semana passada como os mais polêmicos, entre eles, mudanças nas regras de transição e na aposentadoria rural.

“A partir de amanhã eu e o presidente vamos comunicar isso (o relatório) aos líderes, que vão apresentar para bancadas para que se possa cobrar, naturalmente, o apoio ao nosso relatório, na medida em que ele expressa os sentimentos do que foi solicitado pelas bancadas”, disse Oliveira Maia ao sair de uma reunião na Casa Civil sobre a reforma.

O deputado afirmou que todas os pontos autorizados na semana passada pelo presidente Michel Temer foram alterados, contemplando as principais críticas da base aliada.

Ler mais

Senadores do PMDB querem respaldo de Temer para tirar Renan do cargo de líder

Senadores do PMDB querem respaldo de Temer para tirar Renan do cargo de líder

Senadores do PMDB querem o respaldo do presidente Michel Temer para deflagrar um movimento para destituir Renan Calheiros (AL) da liderança do partido, segundo informações dadas à Reuters por dois parlamentares que têm tratado reservadamente desse assunto nos últimos dias.

Um grupo de senadores do partido está descontente com o fato de Renan estar usando o cargo de líder para, em vez de atender a demandas da bancada, fustigar o Palácio do Planalto com críticas que consideram pessoais à reforma da Previdência, por exemplo.

A insatisfação com o líder também aumentou entre os senadores do PMDB –a maior bancada da Casa, com 22 dos 81 senadores– após ele ter retirado na quinta-feira passada a indicação dos seis integrantes do partido na Comissão Mista de Orçamento (CMO).

A decisão de Renan ocorreu um dia após a senadora Rose de Freitas (PMDB-ES) –cotada para presidir a comissão– tê-lo repreendido no plenário do Senado por criticar o governo Temer sem levar em conta o fato de ele ser o líder da bancada. As informações são da Agência Reuters.

Ler mais

Senadores governistas vão tentar enquadrar Renan em reunião da bancada

Senadores governistas vão tentar enquadrar Renan em reunião da bancada

Reunião com o presidente do PMDB e 22 senadores está marcada para esta terça-feira

A retaliação contra a senadora Rose de Freitas (PMDB-ES), nomeada para presidir a poderosa Comissão Mista de Orçamento (CMO), e desnomeada no dia seguinte em função da disputa com seu adversário político, deputado Arthur Lira (PP-AL) pela indicação da relatoria da comissão, será um combustível a mais para um crescente movimento pelo enquadramento do rebelado senador Renan Calheiros (PMDB-AL) como líder da bancada na reunião com o presidente do partido, Romero Jucá (RR) e os 22 senadores marcada para essa terça-feira.

Em contrapartida, o presidente Michel Temer tem se reunido separadamente, sem Renan, com grupos de senadores do PMDB para esvaziar a oposição feita pelo líder contra a reforma da previdência.

Ler mais

Presidente do Tribunal Regional Federal anuncia reforço na segurança do juiz Marcelo Bretas

Presidente do Tribunal Regional Federal anuncia reforço na segurança do juiz Marcelo Bretas

Em ato de apoio institucional, o presidente do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2), desembargador André Fontes, reuniu-se na tarde desta segunda-feira com o juiz Marcelo Bretas e anunciou um reforço à segurança do magistrado, responsável pela Operação Calicute. O aumento na segurança aconteceu a pedido de Bretas. Não foram revelados os motivos, mas, de acordo com a assessoria de imprensa do TRF-2, o juiz “sentiu a necessidade de fazer a solicitação”.

— Vim aqui num ato simbólico deixar claro minha solidariedade e preocupação diante dos desafios e ameaças à figura do juiz. Não tenho como especificar isso, a não ser expondo a situação que nós queremos evitar — disse o presidente do TRF-2, sem se estender nos detalhes.

Ler mais

Jovem que acusa ter sido estuprada em Assú reclama da demora do julgamento da Justiça

Jovem que acusa ter sido estuprada em Assú reclama da demora do julgamento da Justiça

A jovem e professora de inglês, Kariene Karla Avelino Soares, 25 anos, usou a rede social do whatApp para reclamar da demora da Justiça do Assú. Ela conta que foi violentada pelo renomado dentista Jovane Dantas, mas que até agora o denunciado não foi julgado e o caso se arrasta há três anos.

Segundo Kariene, ele fez a queixa a Polícia, passou por todos os procedimentos que uma vítima faz e o dentista Jovane Dantas, foi indiciado por estupro qualificado. O Ministério Público aceitou a denúncia e um juiz até agora não julgou o caso.

Sertanejo Victor vira réu por agressão à sua mulher

Sertanejo Victor vira réu por agressão à sua mulher 

Victor Chaves, da dupla Victor e Léo, é acusado pelo Ministério Público de Minas Gerais por agredir a mulher Poliana Bragatini

O cantor sertanejo Victor Chaves agora é réu na Justiça de Minas Gerais por suposta agressão à sua mulher Poliana Bragatini. Na última sexta-feira, 7, uma das varas especializadas em violência doméstica – são 4 em Belo Horizonte – recebeu a denúncia do Ministério Público do Estado contra Victor, que nega a agressão. O caso corre em segredo de Justiça.

Victor Chaves havia sido indiciado por agressão pela Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) após conclusão do inquérito. No dia 24 de fevereiro, Poliana Bragatini, sua mulher, fez um boletim de ocorrência alegando ter sido agredida pelo marido e impedida de deixar o prédio onde mora.

“A PCMG concluiu pelo indiciamento de Victor Chaves pela contravenção penal prevista no artigo 21, do Decreto Lei 3.688/41, vias de fato, conforme demonstrado no laudo pericial das imagens das câmeras de segurança do prédio e pelo depoimento da vítima”, diz o comunicado oficial da Polícia. A pena prevista para esse tipo de contravenção é prisão simples, de quinze dias a três meses, ou pagamento de multa.

Ler mais

Presidente do STF diz que não pensa na possibilidade de assumir a Presidência

Presidente do STF diz que não pensa na possibilidade de assumir a Presidência

A ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou na tarde desta segunda-feira em Washington que não pensa na possibilidade de ser presidente da República. Após uma palestra na American University, ela foi questionada sobre a possibilidade de assumir o cargo se a chapa Dilma-Temer ser cassada pelo Tribunal Superior Eleitoral ou se ela pensa em ser candidata em 2018:

— Eu não considero nada disso. Vivo biblicamente cada dia sua agonia. Hoje a minha é os processos. Não tenho nada a considerar sobre isso — disse ela.

A presidente do Supremo é quarta na linha sucessória do presidente Michel Temer. Após o impeachment de Dilma, Temer, então vice-presidente, assumiu o cargo. Em caso de o peemedebista ter o mandato cassado, quem assume é o presidente da Câmara, Rodrigo Maia. A linha sucessória segue com o presidente do Senado, Eunício de Oliveira, e a presidente do Supremo.

Ler mais

Doria diz que ‘vai usar toda sua força’ para impedir que Lula volte à Presidência

Doria diz que ‘vai usar toda sua força’ para impedir que Lula volte à Presidência

‘Eu ainda desejo levar um dia chocolates para o ex-presidente Lula em Curitiba’, disse o prefeito de São Paulo em Porto Alegre; ele, porém, negou intenção de disputar as eleições em 2018

Fabiana Cambricoli e Bianca Pinto Lima, O Estado de S.Paulo

Embora negue a intenção de disputar as eleições presidenciais de 2018, o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), fez, na tarde desta segunda-feira, 10, um discurso exaltado em Porto Alegre (RS) com duras críticas ao ex-presidente Lula. A uma plateia de empresários e estudantes, na palestra inaugural do 30° Fórum da Liberdade, o tucano afirmou que fará o possível para evitar que o petista volte à Presidência.

“Vou usar toda a minha força como cidadão, como prefeito da cidade de São Paulo, sendo correto e honesto, para dizer: Lula, você não é o salvador de nada, você quase destruiu o Brasil. Você não vai destruir outra vez o sonho do Brasil”, afirmou.

Ler mais

Maia diz que recuperação fiscal dos Estados será votado hoje

Maia diz que recuperação fiscal dos Estados será votado hoje

Deputado disse que o Rio de Janeiro não pode esperar mais um mês até que a proposta seja avaliada

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que vai votar o projeto de recuperação fiscal dos Estados nesta segunda-feira, 10, mesmo que isso signifique uma derrota da proposta. “A matéria precisa ir a voto, mesmo que o resultado não seja favorável, tem que ter uma solução, nem que a solução seja voltar à estaca zero, o que a gente não pode é ficar postergando uma decisão”, disse.

Segundo Maia, o Rio de Janeiro “não pode esperar mais um mês” para que haja uma solução para a crise fiscal do Estado. Se a proposta for rejeitada pela Câmara, o tema não poderá ser votado novamente neste ano legislativo e o caminho mais provável é que o governo federal faça uma intervenção no Estado.

“A nossa obrigação é votar esta semana, encerrar esse assunto, se possível com resultado positivo, para que a gente possa encaminhar ao Senado, para que o Rio e o Rio Grande do Sul comecem a ter condições, em cima dessa recuperação, de reorganizar as suas contas”, disse.

Ler mais

Para Cármen Lúcia, vazamento de sigilos não pode ‘criar nulidades’

Para Cármen Lúcia, vazamento de sigilos não pode ‘criar nulidades’

Presidente do Supremo defendeu a apuração de vazamentos de informações para evitar favorecimento aos réus

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, defendeu na manhã desta segunda-feira, 10, a apuração de vazamentos de informações sigilosas de ações judiciais para que elas não acabem beneficiando os réus que eventualmente sejam responsáveis pela divulgação dos dados. “Não se pode tentar, com isso, criar nulidades que vão beneficiar aquele que deu causa à essa situação”, declarou em palestra no Wilson Center, em Washington.

Cármen Lúcia observou que não são apenas servidores do Estado que têm acesso a declarações ou documentos sigilosos, mas também as partes e eventualmente seus familiares. “É preciso realmente que se apure, para que depois não se diga que foi nos órgãos do Estado, porque às vezes são pessoas de fora.”

Alguns dos réus da operação Lava Jato argumentam que os processos que os envolvem devem ser anulados por ter havido vazamento de documentos ou de delações premiadas antes de sua homologação. No final do ano passado, o ministro Gilmar Mendes não descartou a possibilidade de que delações vazadas venham a ser anuladas.

Alckmin diz que Doria é ‘ótimo candidato’ ao governo de SP

Alckmin diz que Doria é ‘ótimo candidato’ ao governo de SP

‘Diferentemente de outros, sou leal’, diz prefeito sobre relação com governador; Doria está sendo cotado para disputar Presidência, cargo que Alckmin almeja

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), afirmou que o prefeito da capital, João Doria (PSDB), “seria um ótimo candidato” à sua sucessão nas eleições de 2018. A fala do governador ocorreu nesta segunda-feira, após uma reunião com o prefeito e os secretários estaduais e municipais no Palácio dos Bandeiras, sede do governo do Estado.

Doria, que completa 100 dias como prefeito nesta segunda, reafirmou sua lealdade a Geraldo Alckmin e o defende como nome do PSDB para o Planalto. “Diferentemente de outros, sou leal. Estive do lado de Alckmin na sua pior fase na política. E também estou agora na que ele está no auge”, afirmou. As informações são da revista Veja.

Atirador mata dois adultos em escola da Califórnia

Atirador mata dois adultos em escola da Califórnia

O tiroteiro aconteceu na escola primária North Park

Um atirador matou duas pessoas adultas em um tiroteio na manhã dessa segunda-feira (horário local) em uma escola primária em San Bernardino, Califórnia, nos Estados Unidos. Segundo as primeiras informações da polícia, o caso seria um episódio de ataque armado seguido de suicídio.

O chefe da polícia local, Jarrod Burguan, informou sobre as vítimas por meio do Twitter. Segundo ele, o atirador foi neutralizado e não há novas ameaças.

O incidente aconteceu por volta das 10 horas do horário local (14h em Brasília) na Escola Primária North Park. De acordo com a imprensa local, o agressor teria disparado contra várias pessoas em uma sala de aula e uma das vítimas é uma professora.

A escola está isolada, assim como outras duas na região. as informações ~soa da revista Veja.