Justiça prevê multa e proíbe acampamentos de simpatizantes de Lula em Curitiba

Às vésperas do depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao juiz da Lava-Jato Sérgio Moro, na próxima quarta-feira em Curitiba, a juíza Diele Denardin Zydek, da 5ª Vara da Fazenda Pública da capital, determinou multas de até R$ 100 mil para quem se aproximar sem autorização do perímetro estabelecido para o depoimento.

A juíza também proibiu a montagem de acampamentos e estruturas em qualquer rua e praça de Curitiba — sob pena de multa de R$50 mil e a passagem de veículos, exceto os cadastrados, nas áreas delimitadas, também sob pena de multa de R$ 50 mil. A decisão vale no período compreendido entre 23h do dia 8 de maio e 23h do dia 10 de maio.

Os policiamentos nessas áreas serão realizados pela Polícia Federal e também pela Polícia Militar, responsável por garantir o isolamento do perímetro de segurança de 150 metros na região do prédio da Justiça Federal. As informações são da jornalista Marina Oliveira, de O Globo.

Leia mais

Sem passar pelo Congresso, governo edita normas que enfraquecem controle de armas


Armas e munições aprendidas pela Polícia Civil em Inhaúma; governo sofre pressão da bancada da bala
Foto: J. P. Engelbrecht

As mudanças atendem total ou parcialmente o que propõe o projeto patrocinado pela bancada da bala, que extingue o Estatuto do Desarmamento

Por Renata Mariz – O Globo

Portarias e decretos editados sem alarde pelo governo Michel Temer vêm modificando as regras de controle de armas no Brasil. As mudanças atendem total ou parcialmente o que propõe o projeto patrocinado pela bancada da bala, na Câmara, que extingue o Estatuto do Desarmamento. Entre as alterações, está o aumento da validade da posse de arma de fogo para civis. Outras novas regras estão sendo estudadas pelo ministérios da Justiça e da Defesa.

Na base da canetada, o governo começou a editar as mudanças mais significativas no fim de dezembro do ano passado. Em um decreto, ampliou de três para cinco anos o registro de arma de fogo, que dá direito à posse. Ou seja, manter o armamento em casa ou no trabalho, caso seja o dono ou o responsável legal pelo estabelecimento comercial ou empresa.

O mesmo decreto tirou do rol de documentos necessários para todas as renovações do registro o atestado de capacidade técnica. Antes exigido a cada três anos, o documento que prova habilidade para manusear a arma terá que ser apresentado, agora, de 10 em 10 anos — ou a cada duas revalidações. Continuam obrigatório o teste psicológico e a certidão de antecedentes criminais em todas as renovações, no novo prazo de cinco anos.

Leia mais

PF faz busca e apreensão contra Susana Neves, ex-mulher de Cabral

Agentes da Polícia Federal fazem nesta segunda-feira de manhã operação de busca e apreensão contra a ex-mulher do governador Sérgio Cabral, Susana Neves. A suspeita é é de ocultação de patrimônio. O mandado foi assinado pelo juiz Marcelo Bretas da 7ª Vara Federal, a pedido da força-tareda da Lava-Jato no Rio.

Susana já havia sido levada para depor em janeiro, como parte da Operação Eificiência. A ex-mulher de Cabral afirmou à PF que recebia entre R$ 15 mil e R$ 20 mil mensais, em média, do ex-governador.

Os pagamentos funcionavam como uma espécie de “pensão informal”, já que não há acordo judicial determinando um valor. Um dos filhos é o deputado federal Marco Antônio Cabral (PMDB-RJ), que até recentemente ocupou a Secretaria estadual de Esporte do governo de Luiz Fernando Pezão. As informações são de O Globo.

Leia mais

Descrição: CURITIBA,PR,01.06.2016:SÉRGIO-MORO-HOMENAGEM-OPERAÇÃO-LAVA-JATO - O juiz federal Sérgio Moro, os procuradores do Ministério Público Federal e também os delegados da Polícia Federal que atuam na Operação Lava Jato, recebem homenagem da Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), em Curitiba (PR), nesta quarta-feira (01). (Foto: Rodrigo Félix Leal/Futura Press/Folhapress) *** PARCEIRO FOLHAPRESS - FOTO COM CUSTO EXTRA E CRÉDITOS OBRIGATÓRIOS *** IO DE JANEIRO, RJ, 20.06.2016: POLÍTICA-RIO - Evento de Pré-candidatura para prefeito do Rio de Janeiro de Jandira Feghali (PCdoB), na Fundição Progresso no Rio de Janeiro, o evento teve a participação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Por Lula ser quem é, Moro pode ter um zelo que nem sempre dispensa a outros réus, segundo Castelo Branco

ANNA VIRGINIA BALLOUSSIER – Folha de São Paulo

Quais as chances de Sergio Moro decretar a prisão preventiva de Lula na quarta-feira (10), quando os dois se encontrarem cara a cara pela primeira vez, em depoimento do ex-presidente à Justiça Federal?

Na teoria é possível, na prática, um tanto improvável, segundo especialistas consultados pela Folha. A possibilidade, contudo, inflama grupos pró e anti-Lula, que planejam marchar até a 13ª Vara Federal de Curitiba, onde o juiz atua.

À esquerda, paira a ideia de que Moro prepara uma “ratazana” para encarcerar o petista. É o que diz o site da Causa Operária, que convoca a miltância a “ocupar Curitiba com cem mil guarda-costas contra a prisão de Lula”.

Há expectativa também à direita. A página de Facebook “Lula no Xadrez” publicou um cartaz que simula erros de português na fala do ex-presidente: “Lulladrão, cadê você? A República de Curitiba te aguarda ansiosa!!! Seja di pé, rastejando que nem jararaca ou de bicicreta, não tem pobrema… Vem logo, querido!”.

A eventual detenção de Lula –em outro dia– não é descartada pelo professor de processo penal da USP Gustavo Badaró. “Pelos padrões do Moro, por menos ele já prendeu outras pessoas. Em interrogatório, Léo Pinheiro [sócio da OAS] disse que Lula o aconselhou a destruir provas [e, 2014], uma hipótese clássica para a prisão preventiva.”

Leia mais

Notas indicam benefício a agência em licitação no Banco do Brasil

De Michelzinho aos 'fantasmas da Alvorada': o que marcou o primeiro ano de Temer na Presidência

Banco do Brasil instaurou auditoria e suspendeu a homologação do resultado até a concluir as investigações.

Daniela Lima – Folha de São Paulo

Planilhas da comissão de licitação do Banco do Brasil mostram que a agência de publicidade Multi Solution recebeu notas maiores do que duas concorrentes que, segundo os próprios julgadores, apresentaram as mesmas falhas que ela nas propostas de negócio que fizeram ao BB.

A empresa ficou com o primeiro lugar da concorrência que, como noticiado no último dia 25 de abril, teve o resultado antecipado pela Folha. O jornal recebeu informação de que a Multi Solution estaria entre as vencedoras quatro dias antes da abertura oficial dos envelopes que trariam a classificação.

Já na ocasião, foi dito que houve direcionamento dentro da estatal para garantir que a Multi Solution estaria entre as três empresas que dividiriam o contrato de até R$ 500 milhões por ano, prorrogável por até 60 meses. Isso totalizaria R$ 2,5 bilhões, sem calcular eventuais reajustes.

A concorrência é a de maior valor já realizada no governo Michel Temer.

Leia mais

Prefeito do Assú deixa alunos sem aula e sem merenda em muitas escolas municipais

Na entrevista a Princesa do Vale, o ex-prefeito Ivan Júnior, mostrou-se preocupado com a situação precária da rede municipal do município em que algumas escolas fazem cinco meses que não tem aula e outras faltam merenda escolar para os alunos, estão liberando os alunos mais cedo porque não tem nada fazer um lanche.

Ele afirmou que não está pedindo escola climatizada, mas aula para os alunos de diversas unidades de ensino do município, Ivan disse por falta de aula nas escolas da Assú, o alunado poderá ser prejudicado na avaliação do ENEM com notas baixas, por causa da qualidade inferior de ensino. Além disso, com a falta de aula, os serão prejudicados também na disputa por uma vaga no IFRN. Escute abaixo trecho da entrevista de Ivan:

Ainda é cedo para 2018, mas Doria e Luciano Huck são ‘o novo’, diz FHC

Brazil's former President Fernando Henrique Cardoso speaks during an interview with Reuters in Sao Paulo, Brazil, May 4, 2017. Picture taken May 4, 2017. REUTERS/Nacho Doce ORG XMIT: NAC04

Citados em delações, os até então presidenciáveis do tucanato viram suas intenções de voto derreterem. O PSDB também perde pela associação ao impopular Temer

Por Igor Gielow –  Folha de São Paulo

Principal referência do PSDB, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso diz ser “muito cedo” para falar em candidaturas ao Planalto em 2018, mas considera que hoje “o novo” no cenário político é representado por figuras como o prefeito paulistano, João Doria, e o apresentador de TV Luciano Huck.

Instado pela Folha a avaliar o governo de Michel Temer (PMDB), que na sexta (12) completa um ano, FHC afirma que o peemedebista “entendeu que o papel dele ou é histórico ou é nenhum”.

O tucano foi menos cruel do que em dezembro, quando cunhou aquela que talvez seja a mais precisa definição da gestão Temer, chamada por ele de “uma pinguela”.

A imagem da ponte frágil colou, mas FHC afirma agora que o presidente tem mostrado “mão firme no leme”.

Leia mais

Ivan Júnior diz que 77% reprovam a administração do prefeito do Assu Gustavo Soares

No último sábado, o ex-prefeito e atual secretário estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Ivan Júnior, revelou que 77 por cento da população do município, reprovam o jeito desastroso de governar do prefeito do Assú Gustavo Soares, do PR.

Para Ivan Júnior, o clima é de terror e perseguição que a cidade viveu no passado nas mãos da oligarquia Soares. Ele fez uma radiografia da administração desastrosa de Gustavo e o acusou de perseguir até procuradores concursados da Prefeitura do Assú, além de outros funcionários.

Abaixo-assinado pelo impeachment de Gilmar, Lewandowski e Toffoli supera 500 mil apoiadores

O pedido de impeachment contra os três magistrados deve ser levado ao Senado na próxima semana

POR Joelma Pereira – Congresso Em Foco

Desde que Gilmar Mendes, Dias Toffoli e Ricardo Lewandowski decidiram liberar da prisão o petista José Dirceu, ex-ministro do governo Lula, os ministros têm sofrido uma enxurrada de críticas à decisão. A situação rendeu, inclusive, um abaixo-assinado que já conta com mais de 500 mil assinaturas até a manhã deste domingo (7) .

Em outras frentes, Gilmar Mendes lidera a rejeição pública e tem, sozinho, outros três pedidos de impeachment em andamento, sendo dois abaixo-assinados na internet e um no Supremo Tribunal Federal (STF), este último elaborado por juristas.

No abaixo-assinado hospedado no site change.org, o documento que pede a saída dos três ministros foi criado na última quarta-feira (3). Com meta de 500 mil assinaturas iniciais, o objetivo, agora, é chegar a 1 milhão de apoiadores.

Após a etapa das assinaturas, o próximo destino do documento é o protocolo no Senado, onde devem ser apresentados pedidos de impeachment de ministros do Supremo. O texto do abaixo-assinado diz que os ministros “proferiram diversas vezes decisões que contrariam a lei e a ordem constitucional. A recente soltura de réus como José Dirceu e Eike Batista demonstra o descaso com o crime continuado e a obstrução à justiça que, soltos, eles representam”.

Leia mais

PSDB descobre que rejeição vem de seu apoio a reformas

0

Prejuízo. Três principais nomes do PSDB, Aécio, Serra e Alckmin foram atingidos pela Lava Jato

Uma pesquisa interna encomendada pelo PSDB mostrou que o apoio às reformas propostas pelo governo do presidente Michel Temer (PMDB) é um dos principais motivos para a rejeição da legenda. Após bater na trave com o senador Aécio Neves na disputa presidencial de 2014, o partido entrou em crise e hoje vê seus nomes perderem terreno nas pesquisas com vistas a 2018.

De acordo com o jornal “Folha de S.Paulo”, caciques da sigla ficaram surpreendidos ao descobrir que quase dois terços dos eleitores que já votaram na legenda no passado passaram a torcer o nariz para o PSDB por conta do apoio às mudanças legislativas propostas por Temer na área trabalhista e na Previdência Social. As informações são jornal O Tempo.

Leia mais

Leilões de petróleo poderão render US$ 30 bilhões em investimentos

O petróleo e o gás natural poderão ser uma importante alavanca para ajudar o país, especialmente o Estado do Rio de Janeiro, a sair da profunda crise financeira em que se encontra. Os dez leilões de petróleo marcados para o período de 2017 a 2019 devem render US$ 30 bilhões em investimentos para o Estado do Rio. O cálculo é da Agência Nacional do Petróleo (ANP) e considera o aporte necessário para desenvolver os campos localizados no litoral do estado ao longo do contrato, de 35 anos.

Com a expectativa de que sejam descobertas, só nos blocos do Rio, reservas de, no mínimo, 4 bilhões de barris de petróleo, a ANP prevê ainda que o estado deve receber cerca de US$ 8 bilhões em royalties nas três décadas e meia. Além disso, são estimados outros US$ 400 milhões para o estado, no mesmo período, em participações especiais (compensação financeira que incide sobre campos de elevada produção). O pico dos investimentos esperados nos campos está previsto para 2025. Hoje, a maior dívida do Estado do Rio é com a União, de R$ 5 bilhões por ano, valor que vem tentando renegociar. As informações são de O Globo.

Leia mais

Inscrição para o Enem 2017 começa nesta segunda e vai até o dia 19

Enem

As inscrições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017 começam nesta segunda-feira (8), às 10h, e ficam abertas até as 23h59 do dia 19 de maio. O Sistema de Inscrição pode ser acessado pelo endereço enem.inep.gov.br/participante. O prazo para o pagamento da taxa de inscrição, no valor de R$ 82, vai até 24 de maio. As provas serão realizadas em dois domingos consecutivos: 5 e 12 de novembro.

Três grupos terão direito à isenção da taxa. Para os concluintes do ensino médio no ano letivo de 2017 matriculados na rede pública, a isenção é automática. Os membros de família de baixa renda que declarem estar em situação de vulnerabilidade socioeconômica (decreto 6.135/2007) e que estejam inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) têm direito à isenção.

Leia mais

Com virada no fim, Flamengo é o novo campeão carioca

Réver ergue a taça para o Flamengo após a vitória na final sobre o Fluminense Foto: Guilherme Pinto / Agência O Globo

Guerrero confirmou neste domingo o posto de jogador mais decisivo do Flamengo nesta temporada. O peruano, que tinha atuação apagada, conseguiu desencantar aos 40 minutos do segundo tempo e empatou um jogo que se encaminhava para os pênaltis contra o Fluminense. Rodinei ainda fez o 2 a 1 no fim e garantiu o título ao clube rubro-negro, que vencera a primeira partida por 1 a 0.

O gol, além de valer o primeiro troféu de Guerrero pelo Flamengo, deu ao peruano a artilharia isolada do Campeonato Carioca, com 10 gols. Na temporada, o peruano já soma 12 gols em 17 partidas.
– É uma sensação única (o primeiro título no Rio). Todo mundo cantando… Não sei como explicar – disse o peruano após a partida, sem esconder a emoção. 

Leia mais