Petistas apostam em ataque de ex-ministro a Lula

Antonio Palocci

Delação de Palocci era dada como certa por integrantes do PT já que ex-presidente é o único alvo que a Operação Lava Jato ainda não conseguiu alcançar

Ricardo Galhardo, O Estado de S.Paulo

A delação de Antonio Palocci é dada como certa entre petistas desde a semana passada. Na abertura da etapa paulista do 6.º Congresso Nacional do PT, na sexta-feira da semana passada, a “traição” do ex-ministro era um dos assuntos principais. Em tom que variava entre a indignação e a resiliência, petistas comentavam que Palocci iria entregar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em troca do acordo com o Ministério Público Federal.

A certeza dos petistas vem de recados dados por pessoas próximas ao ex-ministro da Fazenda (Lula) e Casa Civil (Dilma Rousseff) e também pela lógica da exclusão. Segundo eles, Lula é o único alvo que a Lava Jato ainda não conseguiu alcançar e Palocci, dada a proximidade com o ex-presidente até bem pouco tempo atrás, poderia preencher lacunas que dariam mais solidez às denúncias contra Lula.

A indignação dos petistas com o ex-ministro aumenta diante das suspeitas que pesam contra Palocci. Ao contrário do ex-tesoureiro do partido João Vaccari Neto, preso por supostamente operar o esquema de caixa 2 do PT, Palocci é acusado de enriquecimento pessoal.

Leia mais

Governo Temer negocia verba para obras por apoio à Previdência

Em mais uma ofensiva para conseguir os votos para aprovar a reforma da Previdência no plenário da Câmara — o que hoje o Palácio do Planalto admite não ter —, o governo começará a liberar dinheiro para obras que estão paradas nos municípios de interesse de parlamentares.

Com o corte no Orçamento da União, muitos projetos foram paralisados, mas há um compromisso do Ministério do Planejamento em começar a liberar os recursos assim que as receitas forem entrando. No fim deste mês, será divulgado o novo relatório bimestral de receitas e despesas.

Segundo interlocutores do governo, depois da aprovação na comissão especial, que deu forma final ao texto, a maré ficou bem mais favorável para o governo, e os deputados da base, antes reticentes em apoiar a matéria, agora têm pedido ao governo “que dê motivos” para que votem favoráveis. O principal pedido de contrapartida, segundo ministros, é a liberação de dinheiro para obras, que devem ser atendidas o mais rápido possível. Há ainda a liberação de emendas e cargos de segundo e terceiro escalões. As informações são de O Globo.

Leia mais

Pente-fino em auxílio-doença garante economia de R$ 1,9 bi

Bolsa Família

Segundo ministro, trabalho para identificar fraudes pode reduzir gasto com o benefício em até R$ 10 bilhões anuais

Adriana Fernandes, O Estado de S.Paulo

O pente-fino nos benefícios de auxílio-doença já renderam uma economia anual de R$ 1,9 bilhão, de acordo com os números mais recentes do resultado das perícias que estão sendo feitas pela força-tarefa do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Para o ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, o beneficio de auxílio-doença “estava fora de controle”.

Segundo ele, 84% das pessoas que passam pela perícia tiveram o benefício cancelado e apenas 2% pediram revisão da decisão. “Isso significa que admitiram que estavam recebendo indevidamente”, disse.

O ministro informou que os resultados até agora indicam que a perícia nos auxílios-doença pode garantir uma economia de mais de R$ 10 bilhões por ano quando todo o trabalho de fiscalização estiver completo. A expectativa inicial era de que o pente-fino garantisse uma redução de gastos de no máximo R$ 8 bilhões. A checagem atingirá 1,7 milhão de pessoas em todo o País.

Leia mais

Ministério da Saúde faz mutirão de vacinação contra gripe neste sábado

Vacina

O Ministério da Saúde realiza neste sábado (13) o chamado Dia D de mobilização contra a gripe em postos de vacinação de todo o país. A expectativa é vacinar 54,2 milhões de pessoas até o dia 26 de maio. Foram adquiridas 60 milhões de doses da vacina, que protege contra os três subtipos do vírus recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para este ano (A H1N1; A H3N2 e B).

A campanha terá 36 mil salas de vacinação e a participação de aproximadamente 240 mil pessoas. Além disso, serão utilizados mais de 27 mil veículos terrestres, marítimos e fluviais, que possibilitarão a vacinação em populações que vivem em áreas de difícil acesso, como as ribeirinhas e os povos indígenas.

A mobilização é uma parceria do Ministério da Saúde com as secretarias estaduais e municipais de saúde e tem como objetivo reforçar a importância da vacinação do grupo prioritário pelo Sistema Único de Saúde (SUS). As informações são da Agência Brasil.

Leia mais

Juiz dá três dias úteis para Eike Batista pagar fiança de R$ 52 mi

Eike Batista

O juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio, decidiu nesta sexta-feira, 12, dar um novo prazo para Eike Batista, alvo da Operação Eficiência, pagar fiança de R$ 52 milhões. O empresário terá três dias úteis para pagar o montante ou precisará voltar para o sistema carcerário. O fundador do grupo X está em prisão domiciliar.

A fiança já tinha sido determinada por Bretas e teria que ser paga até a última terça-feira, 9, mas o prazo para pagamento foi suspenso na segunda-feira, 8, pelo próprio juiz. A decisão ocorreu após a defesa de Eike alegar que havia R$ 78 milhões do empresário bloqueados em excesso na 3ª Vara Federal Criminal do Rio, por causa de outros processos em que Eike é réu. Foi pedido que esse dinheiro fosse usado para pagar a fiança.

Bretas fez uma consulta à juíza da 3ª Vara, Rosália Monteiro Figueira, mas a magistrada negou que houvesse bloqueio em excesso, disse uma fonte à reportagem. Após a negativa, o magistrado determinou novamente o pagamento dos R$ 52 milhões. O oficial de Justiça deve entregar mandado de intimação ao empresário amanhã.

Leia mais

UFRN se prepara para comemorar os 60 anos

“Queremos trabalhar as melhores ideias para que possamos concretizar uma comemoração marcante dos 60 anos da instituição”. Esse foi o norte que Tarcísio Gurgel, presidente da Comissão de Planejamento das comemorações dos 60 anos da UFRN, apontou para os 21 servidores que vão atuar nas duas comissões empossadas na manhã desta sexta-feira, 12, pela reitora Angela Maria Paiva Cruz.

Sob a recomendação de ouvir a todos os segmentos da comunidade acadêmica a respeito dos planos de comemoração dentro de um calendário exequível, a reitora pediu celeridade à Comissão de Planejamento, composta por 14 representantes e presidida pelo assessor técnico da Reitora, Tarcísio Gurgel, e à Comissão de Execução, com sete integrantes e presidida pelo pró-reitor de Planejamento, João Emanuel Evangelista.

Leia mais