Pastores se reúnem com bancada evangélica para debater apoio à reforma da Previdência

O bispo Robson Rodovalho vai reunir a direção da Confederação dos Conselhos de Pastores do Brasil e a bancada evangélica no Congresso — com 207 parlamentares — para discutir a reforma da Previdência, segundoa a coluna Painel da Folha de São Paulo.

O grupo da teologia da prosperidade se preocupa com dois pontos específicos da reforma: a idade mínima e as mudanças no BPC (Benefício de Prestação Continuada) — pago a idosos e pessoas com deficiência com renda familiar per capita de até 25% do salário mínimo, onde se concentra o eleitor evangélico.

Moro diz que juiz deve ignorar consequência política

41

Prestes a decidir se condena ou não o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o juiz federal Sergio Moro, responsável pelos processos da operação Lava Jato na primeira instância, afirmou que juízes não podem julgar pensando na consequência política que a decisão irá gerar. As declarações forem dadas em Londres, em um evento organizado por brasileiros que estudam em universidades britânicas.

No Brazil Forum UK, o magistrado foi questionado sobre a exposição de juízes na mídia e não deixou de responder: “Não creio que isso gera um grande problema, desde que não invadam política partidária”, destacou para, depois, falar de casos envolvendo corrupção de políticos As informações são da Agência Estado.

Leia mais

Moro diz que ‘julgamentos não são políticos’

Dias após ouvir o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como réu na Lava Jato, o juiz federal Sérgio Moro disse neste sábado, em Londres, que “julgamentos não são políticos” e defendeu uma aplicação “ortodoxa da lei” por juízes.

O juiz fez a declaração em palestra no Brazil Forum, em mesa da qual participava ainda o ex-ministro da Justiça José Eduardo Cardozo, que, segundo a publicitária Mônica Moura, foi responsável pela antecipação de ações da Lava-Jato à ex-presidente Dilma Rousseff. Cardozo nega. Moro foi recebido com aplausos e vaias por um auditório lotado.

Moro disse que julgamentos envolvendo corrupção de políticos têm reflexos na política partidária, mas afirmou que o juiz não pode julgar pensando nisso. As informações são de O Globo.

Leia mais