Eurian diz que prefeito do Assú toma decisão ‘suicida’ contra servidores municipais 

Eurian aparece na foto abraçado ao prefeito do Assú Gustavo Soares

O presidente do Sindicato dos Servidores Municipais (Sindsep), em Assú, Eurian Nobrega Leite, na mensagem enviada aos filiados da entidade, condenou a decisão do prefeito do Assú Gustavo Soares e classificou como ‘suicida”, o procedimento do irmão do deputado estadual, George Soares, de não reajustar os salários do funcionalismo público municipal e de mandar descontar de quem já recebeu o aumento. 

Eis áudio abaixo em que Eurian demonstra sua insatisfação pessoal contra a decisão do prefeito Gustavo Soares, irmão do deputado estadual George Soares, mas ele promete ingressar com mandado de segurança e liminar para coibir a prepotência e o abuso de autoridade cometido gestor municipal. 

Sindicato de Assú vai acionar Justiça para obrigar prefeito a manter aumento dos servidores

Apesar de não ter sido notificado oficialmente pela Prefeitura do Assú a respeito da decisão do prefeito Gustavo Soares, do PR, de não conceder reajuste e de descontar dos servidores municipais que receberam aumento salarial, o presidente do Sindicato dos Servidores Municipais (Sindsep), em Assú, Eurian Nobrega Leite, vai acionar a Justiça através de mandado de segurança para força o gestor a estender o reajuste salarial de 2,48% para todos os servidores. 

Eurian contou na mensagem enviada aos filiados do Sindsep que recebeu essa informação de diversos secretários municipais e que vai ingressar também na Justiça com uma liminar para impedir que o prefeito Gustavo Soares mande descontar dos funcionários o aumento já recebido.  Escute abaixo trecho do áudio com o presidente Eurian Nóbrega.

NOTA do Blog do VT – Os funcionários que acreditaram nas promessas do deputado estadual George Soares e votaram para eleger seu irmão como chefe do executivo assuense, têm sofrido muito nas mãos do governo do prefeito Gustavo Soares, mas a expectativa é de que a exemplo do presidente Eurian Nóbrega, outros segmentos da sociedade civil organizada apoiem a luta dos funcionários. 

Denatran lançará versão digital da carteira de habilitação na terça

Carteira de habilitação eletrônica é aprovada pelo Contran

O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), órgão do Ministério das Cidades, lançará na terça-feira a carteira nacional de habilitação eletrônica: CNH-e. As informações são da revista “Época”.

Trata-se de um aplicativo para celular por meio do qual o motorista poderá acessar a versão digital de seu documento, o que o dispensará de portar o documento em papel. O Estado de Goiás será o primeiro a contar com o recurso. A ferramenta vai armazenar todas as informações da carteira impressa, inclusive foto e QR Code, que garante autenticidade ao documento.

Futuramente, o motorista também poderá conferir, pelo aplicativo, a pontuação de infrações cometidas, ser avisado quando a CNH estiver perto de vencer e saber sobre campanhas de trânsito. 

Leia mais

‘Temer perdeu a dignidade’, diz procurador da Lava Jato

Resultado de imagem para Carlos Fernando dos Santos Lima,

O procurador regional da República Carlos Fernando dos Santos Lima, da força tarefa da Lava Jato em Curitiba, classificou como “grave” a afirmação do presidente Michel Temer (PMDB) sobre “associação criminosa” ao atacar em rede social denúncia da Procuradoria Geral da República (PGR). “Acho que ele (Temer) perdeu a visão da dignidade que o cargo exige dele”, disse Santos Lima em entrevista ao jornal “O Estado de S. Paulo”.

Em junho, ele já havia dito que o presidente foi “leviano” ao atacar o ex-procurador geral Rodrigo Janot, após apresentação da primeira denúncia contra Temer. “O que Rodrigo Janot fez foi a obrigação dele”, disse o procurador da Lava Jato ao novamente defender o ex-chefe do Ministério Público Federal, alvo de críticas vindas de Temer, de sua defesa e de aliados após a segunda denúncia criminal – por organização criminosa e obstrução de Justiça.

Na última terça-feira, Temer postou: “Precisamos lidar com mais uma denúncia inepta e sem sentido, proposta por uma associação criminosa que quis parar o país.” O procurador da República Deltan Dallagnol respondeu ao presidente no dia seguinte, também em rede social: “Só há uma associação criminosa que quis parar o país”.

Leia mais

Dodge defende manter Joesley preso por busca a ‘lucro fácil’ com delação

Em manifestação enviada ao STF (Supremo Tribunal Federal) na noite desta sexta (6), a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, defendeu a manutenção da prisão preventiva de Joesley Batista, dono da JBS, decretada pela Justiça Federal em São Paulo no âmbito de uma investigação sobre uso de informações privilegiadas para lucrar no mercado financeiro –prática conhecida como “insider trading”.

A investigação paulista indicou que Joesley, ao assinar acordo de delação com a PGR (Procuradoria-Geral da República) em maio, realizou operações antes de o caso vir a público com o objetivo de obter lucro.

“Ao invés de representar espaço de conscientização e arrependimento a respeito dos crimes já praticados”, escreveu Dodge, “o acordo de colaboração representou, aos olhos do reclamante, oportunidade de lucro fácil, mediante o cometimento de novos crimes.”As informações são de REYNALDO TUROLLO JR., Folha de São Paulo.

Leia mais

Morre mais uma criança, e vítimas de fogo em creche de MG chegam a dez

Resultado de imagem para Morre mais uma criança, e vítimas de fogo em creche de MG chegam a dez

Morreu na manhã deste sábado (7) a décima vítima do ataque incendiário registrado na última quinta-feira (5) em uma creche municipal de Janaúba, no norte de Minas Gerais.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, Talita Vitória Bispo, de 4 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu hoje no hospital João 23, em Belo Horizonte.

Ela havia sido transferida à unidade hospitalar mais cedo, às 5h, da Santa Casa de Misericórdia de Montes Claros, a cerca de 130 km de Janaúba.

Com Talita, já são dez os mortos na tragédia —entre os quais, o autor do ataque, o segurança Damião Soares dos Santos, 50, e a professora Heley de Abreu Silva Batista, 43, que tentou contê-lo e salvar os alunos no momento do crime. As informações são do UOL. 

Leia mais

SERIDÓ Fábio Faria defende esforço para sucesso de projeto de combate à desertificação

Resultado de imagem para deputado fábio faria no serido

“Vamos nos engajar ao máximo para ver a terra seridoense fértil de novo”, afirma o parlamentar

Com o investimento de R$ 2,4 milhões do Governo do Estado, o Projeto Piloto de Combate à Desertificação chegará a Parelhas, Equador e Carnaúba dos Dantas. Serão várias ações para conter o fenômeno e recuperar as terras áridas do Seridó, região mais afetada do RN. “Vamos nos engajar ao máximo para ver a terra fértil de novo. É preciso união de todos para que esse importante projeto dê certo, devolvendo à população condições de produzir e viver melhor”, afirma o deputado Fábio Faria, que só este ano já destinou emenda de R$ 660 mil para instalar poços em 50 cidades potiguares. “Faz parte da luta constante contra a seca”, ressalta.

Os convênios para concretizar o projeto serão assinados pelo governador Robinson Faria na próxima segunda-feira (9), na Câmara Municipal de Parelhas. Serão atendidas nove associações dos três municípios seridoenses beneficiados. “Vamos replantar árvores, produzir e armazenar água, promover conscientização, ações educativas com a população e vamos, sobretudo, criar um sistema permanente de convivência da população, ajustando a forma de trabalho no campo”, explica o governador.

Os recursos estaduais serão repassados às associações de pequenos produtores para serem aplicados em perfuração de poços, construção de barragens subterrâneas, contenção de encostas, sistemas de reuso de águas de esgoto, além de replantio de árvores, cercas vivas e manejo agroflorestal. A iniciativa é do Governo, através das Secretarias de Trabalho e Assistência Social e do Projeto Governo Cidadão por meio do Acordo de Empréstimo com o Banco Mundial.

Prefeito do Assú não vai dar aumento e ainda vai reduzir salários dos servidores 

Resultado de imagem para prefeito gustavo soares e sandra alves

O prefeito do Assú Gustavo Soares, do PR, não vai conceder reajuste de 2,48%  a todos servidores da Prefeitura do Assú e ainda vai mandar descontar em duas parcelas da folha de pagamento dos servidores municipais, o percentual dos que estão recebendo esse aumento, segundo informação divulgada numa rede social para os filiados da entidade pelo presidente do Sindicato dos Servidores Municipais (Sindsep), em Assú, Eurian Nobrega Leite. 

Desde que assumi o governo em janeiro de 2017, o prefeito Gustavo Soares, tem demonstrado que não adotará uma política de valorização do servidor municipal e o Plano de Cargos, Carreira e Salários, foi abandonado e engavetado. Na gestão do ex-prefeito Ivan Júnior, todo ano ele concedia aumento e garantia a evolução vertical e horizontal do funcionalismo, o que não aconteceu este ano.  

Delator da JBS indica que gravou equipe de Janot durante reunião

Brazil's Attorney General Rodrigo Janot looks on during news conference after a forum titled "Measures Against Corruption" at the state attorney general office in Brasilia, Brazil November 24, 2016. REUTERS/Ueslei Marcelino ORG XMIT: BSB06

Em um arquivo recuperado pela perícia da Polícia Federal, o advogado e delator da JBS Francisco de Assis e Silva insinua possuir a gravação de uma reunião com a equipe de Rodrigo Janot, ex-procurador-geral da República, durante as negociações de colaboração premiada.

A gravação resgatada também sugere mais uma vez a atuação do ex-procurador Marcello Miller como advogado na delação dos executivos do grupo quando ainda tinha cargo no Ministério Público Federal do Rio de Janeiro.

O ex-procurador virou pivô de uma crise que levou o STF (Supremo Tribunal Federal) a suspender temporariamente os benefícios de dois delatores do grupo.

Miller é suspeito de ter atuado no acordo como advogado da JBS enquanto ainda era procurador. Ele pediu exoneração em março, mas só deixou o MPF em abril.

Mensagens encontradas pela polícia já revelaram sua participação no caso. As informações são de CAMILA MATTOSO, Folha de São Paulo.

Leia mais

Youssef ‘usou cunhada com retardo mental para desvios’, diz juiz

O juiz Joaquim Pereira Alves, da 3.ª Vara Criminal de Maringá, afirmou que o doleiro Alberto Youssef, da Operação Lava Jato, ‘usou uma cunhada, com retardo mental’, para promover desvios na Prefeitura de Maringá, no interior do Paraná. Youssef foi condenado a 5 anos, 1 mês e 20 dias por ‘apropriar-se de bens ou rendas públicas, ou desviá-los em proveito próprio ou alheio’ (violação reiterada 25 vezes ao artigo 1º, inciso I, do Decreto Lei nº 201 de 1967).

“Conforme demonstrado nos autos, Alberto Youssef utilizava de ‘laranjas’ para efetuar as movimentações financeiras ilegais, sendo que dentre essas pessoas figurava até mesmo sua irmã, Olga Youssef. Insta registrar que, o acusado Alberto Youssef se aproveitou do fato de sua cunhada, a denunciada Cristina (falecida), que possuía retardo mental, para lhe repassar uma procuração com poderes para realizar movimentações bancárias”, afirmou o juiz na sentença.

A condenação foi revelada pelo site Maringá Post. Nesta ação, Youssef teve extinta a punibilidade pelo crime de associação criminosa. As informações são de Julia Affonso e Ricardo Brandt, O Estado de São Paulo.

Leia mais

Cresce número de mortos no incêndio da creche em Minas

Resultado de imagem para Hospitais lutam para salvar mais de 40 vítimas de incêndio em creche de Janaúba

O ataque de Damião provocou oito mortes, além da do próprio vigia. Até a noite de ontem, sete crianças e a professora Heley de Abreu Silva Batista, de 43 anos,  haviam perdido a vida. Também deixou 41 pessoas feridas.

Em Belo Horizonte, no Hospital de Pronto-socorro João XXIII, referência no tratamento de queimados, estão seis crianças e duas professoras, todas na UTI, com quadro grave, e risco de morrer. É o mesmo o estado de saúde de três alunos encaminhados para o Hospital Odilon Behrens, também na capital.

Hospitais lutam para salvar mais de 40 vítimas de incêndio em creche de Janaúba

Resultado de imagem para Hospitais lutam para salvar mais de 40 vítimas de incêndio em creche de Janaúba

Um tratamento complexo, delicado, que pode durar meses e exigir acompanhamento por mais de um ano. E, mais do que isso, um empenho enorme das famílias, que têm pela frente o desafio de dar suporte às vítimas do ataque do vigia Damião Soares dos Santos, de 50 anos, na tragédia ocorrida na quinta-feira na Creche Gente Inocente, em Janaúba, Norte de Minas. Depois de passada a fase de urgência, em que as crianças e funcionários foram socorridos, internados e tiveram o quadro estabilizado, começa a batalha de vencer cada fase da recuperação.

Isso porque as queimaduras de segundo e terceiro graus, que atingiram grandes extensões dos corpos das vítimas, estão sendo controladas da fase aguda, mas tanto as lesões de pele quanto as de vias aéreas podem se agravar. “Não se pode dizer que, ultrapassada a fase de urgência, esses pacientes estejam fora de risco, pois o tratamento é prolongado, exige controle muito grande e depende da evolução de cada fase, porque os riscos vão mudando”, afirma o presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, Regional Minas Gerais, Marcelo Versiani Tavares.

Segundo o médico, as ameaças incluem infecções pulmonares, quadros de desidratação, disfunções renais ou mesmo infecções na superfície da pele. “Quando as queimaduras são profundas e extensas, os pacientes precisam ser mantidos em centros de terapia intensiva, entubados, e somente após uma melhora do quadro é possível transferência para enfermaria”, explica. As informações são de O Estado de Minas.

Leia mais

Reforma libera arrecadação antes da eleição

Geraldo Alckmin

Tanto o governador Geraldo Alckmin quanto o prefeito João Doria poderão lançar suas “vaquinhas online”

Uma das inovações aprovadas na reforma política, a possibilidade de pré-candidatos arrecadarem recursos por meio de financiamento coletivo, as chamadas “vaquinhas online”, vai antecipar a corrida por doadores. Isso porque a regra permitirá que a arrecadação comece já a partir de 15 de maio, dois meses antes das convenções partidárias, quando são escolhidos os candidatos.

Pelas novas regras, o pré-candidato vai poder começar a arrecadar antes mesmo de o seu nome ser confirmado como o representante do partido na disputa, o que abre uma brecha para que os políticos usem a ferramenta para mostrar a sua força e garantir a indicação.

No PSDB, por exemplo, tanto o governador Geraldo Alckmin quanto o prefeito João Doria poderão lançar suas “vaquinhas online” para tentar se viabilizar como candidato do partido à Presidência da República caso não haja uma definição até maio.

A nova lei, no entanto, determina que caso o pré-candidato não tenha o registro da candidatura efetivado, o dinheiro arrecadado deve ser devolvido aos doadores. As informações são da Agência Estado.

Leia mais

Na dor que parece sem fim, Janaúba dá lição de amor

hn

Nessa sexta-feira, foram enterrados sete mortos do massacre, sendo cinco crianças e dois adultos: a professora Heley e o vigia Damião, que provocou a tragédia

Num vazio simbólico, sem pressa, sem familiares e sem lágrimas, o corpo do vigia Damião Soares, autor da tragédia na creche Gente Inocente, em Janaúba foi enterrado. Uma hora depois, no mesmo cemitério, outro cenário. Com dor, saudade e homenagens, uma multidão – que gritava “nossa heroína” – foi dar adeus à professora Heley de Abreu. A cidade do Norte de Minas nunca precisou se mobilizar tanto, pois jamais conheceu uma tragédia da proporção do incêndio suicida à creche.

Nessa sexta-feira (6), seu povo acolhedor estava mergulhado numa tristeza profunda e, ainda assim, encontrava espaço para solidariedade. Ficou claro que não se tratava ali do fim de um vilão ou de uma heroína, mas que o povo estava unido em sua simplicidade e amor.

Na pureza de Hilda, que perdeu o neto queimado pelo fogo provocado pelo homem a quem ela perdoaria e até ajudaria se estivesse vivo. Na gentileza dos parentes que velavam os corpos de seus pequeninos em casa, e ainda ofereciam café e biscoito a quem ia se despedir. Na estranheza de pais e mães, diante de seus filhos, que os deixaram precocemente e de forma tão violenta. Na inocência dos meninos que morreram abraçados no fogo. Na delicadeza de Janiqueli, que, após uma noite velando seu filho, conseguiu lembrar o nome da repórter e a abraçar: “Meu filho morreu, não vou ver ele mais”. As informações são do jornal O Tempo, Minas Gerais.

Leia mais

Mãe de professora morta em creche de Janaúba diz perdoar vigia

WhatsApp_Image_2017-10-06_at_17.51.01.jpg

Atrás de um caminhão do Corpo de Bombeiros, centenas de pessoas seguiam cantando e prestando as últimas homenagens à professora Heley Batista. Encantada com a profissão, a educadora morreu tentando salvar a vida de seus alunos na tragédia de Janaúba.

No caixão, uma imagem de Nossa Senhora da Aparecida. Nos olhos de amigos e familiares, lágrimas e admiração. Sob gritos de “nossa heroína”, todos se despediram da professora no finzinho da tarde desta sexta-feira (6). “Eu perdi uma (filha), mas minha filha salvou muitas”, disse, amparada por parentes, Valda de Abreu, mãe da professora.

Mesmo com tanta dor, a mulher não está revoltada com o homem que ateou fogo na creche. “Perdoo, não guardo mágoa”, garantiu. Ela ainda não entende o que motivou a tragédia, mas sabe que a filha morreu fazendo o que mais amava. “Ela tinha amor pela profissão. Deixou os filhos comigo para ir na reunião da semana das crianças. Foi a última vez que a vi”, contou.

O corpo de Heley foi enterrado a cerca de 100 metros do túmulo do homem que colocou fogo na creche. As informações são do jornal O Tempo, Minas Gerais.

%d blogueiros gostam disto: