Apenas três senadores foram cassados, desde a Constituição de 1988

De 22 representações, 13 foram rejeitadas ou arquivadas sem julgamento da Casa

A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que determinou o afastamento das funções e o recolhimento noturno do senador Aécio Neves (PSDB-MG) reacendeu o debate sobre a capacidade de autocrítica dos senadores, que é mínima. Desde a promulgação da Constituição de 1988, apenas três foram cassados pelo Conselho de Ética do Senado: Luiz Estevão, Demóstenes Torres e Delcídio Amaral.

Apesar de parlamentares defenderem que detêm exclusividade sobre o julgamento de congressistas, dados levantados pelo GLOBO mostram que a Casa bate recorde em arquivamento de processos de sanções aos senadores.

Qualquer ação protocolada no Conselho de Ética é chamada de petição. A partir do parecer prévio de admissibilidade, feito pelo presidente do colegiado, cargo hoje ocupado por João Alberto Souza (PMDB-MA), a petição passa a tramitar como representação, quando a penalidade prevista é a cassação do mandato parlamentar; ou como denúncia, que prevê advertência, censura verbal ou escrita. As informações são de PATRÍCIA CAGNI E GABRIEL CARRIELLO, O Globo.

Fátima Bezerra, uma das principais apostas do PT no Nordeste para governador

Resultado de imagem para fatima bezerra

A senadora Fátima Bezerra, é apontada como uma das principais apostas do PT no Nordeste, segundo a Folha de São Paulo. Na reportagem da edição de hoje da Folha, ela esta na lista de 11 candidatos a governador do partido.

O partido só deve começar a discutir o lançamento de candidaturas oficialmente no fim do mês. A Folha revela que dirigentes, entretanto, já afirmam que suas prioridades serão as eleições para presidente, deputado e senador.

A estratégia de pegar “carona” em candidaturas mais fortes nos Estados é uma maneira de compensar o isolamento da sigla com a Lava Jato e o impeachment de Dilma, que deixou sequelas na relação entre os petistas e as principais legendas do país.

‘Se o brasileiro soubesse tudo o que sei, seria muito difícil dormir’, diz Cármen Lúcia

Resultado de imagem para 'Se o brasileiro soubesse tudo o que sei, seria muito difícil dormir', diz Cármen Lúcia Leia mais: https://oglobo.globo.com/brasil/se-brasileiro-soubesse-tudo-que-sei-seria-muito-dificil-dormir-diz-carmen-lucia-1-21921369#ixzz4uuTRBIOu stest

presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, afirmou nesta sábado que o brasileiro não dormiria, se conhecesse tudo o que ela sabe. A declaração foi dada pela ministra ao comentar a situação dos presídios brasileiros, segundo ela, totalmente dominados organizações criminosas.

— Hoje temos as questões gravíssimas de organizações criminosas dominando em todos os estados do Brasil. Por isso eu digo que não é cômodo nem confortável nenhuma poltrona na qual eu me assente, por uma singela circunstância: eu sou uma das pessoas que mais tendo informações não tenho a menor capacidade de ter sono no Brasil — disse a ministra, durante participação no Festival Piauí Globonews de Jornalismo, realizado em São Paulo:

— Se o brasileiro soubesse tudo o que sei, tendo visitado 15 penitenciárias masculinas e femininas, seria muito dífícil dormir — completou. As informações são de JUSSARA SOARES, O Globo.

Leia mais

Por apoio a Lula, PT pode se aliar a algozes de Dilma

Lula durante ato no Rio de Janeiro

Isolado pelo processo de impeachment de Dilma Rousseff, o PT pretende abrir mão de lançar candidatos a governador em até 16 Estados em 2018 para apoiar nomes de outros partidos. Em troca, os petistas querem espaço em palanques regionais fortes para sua chapa presidencial -encabeçada, a princípio, pelo ex-presidente Lula.

Em busca de candidatos competitivos, dirigentes do PT estudam se aliar até a siglas que trabalharam pela queda da então presidente, como PMDB, PTB e PSB.

A ideia é apoiar “dissidentes” dessas siglas que pretendam se candidatar a governador e abram espaço para a campanha nacional petista. Essa estratégia valerá tanto para uma candidatura de Lula quanto para outro nome do PT, caso o ex-presidente tenha sua condenação confirmada e não possa concorrer.

Um mapa traçado a partir de informações de integrantes da direção petista mostra, a um ano do primeiro turno de 2018, que o partido pode reduzir a 11 o número de Estados em que lançará candidatos a governador. Em 2014, o PT lançou 17 nomes.

O partido só deve começar a discutir esses cenários oficialmente no fim do mês. Dirigentes, entretanto, já afirmam que suas prioridades serão as eleições para presidente, deputado e senador. As informações são da Folha de São Paulo.

INCÊNDIO CRIMINOSO Autor do crime tem enterro sigiloso em 5 minutos

Incêndio em creche na cidade de Janaúba

Sepultamento de acusado de atear fogo em creche e no próprio corpo durou cinco minutos e teve apenas a presença de uma amiga da família

Em um enterro que durou cinco minutos e não teve a presença de familiares, o corpo do vigilante Damião Soares dos Santos, de 50 anos, foi sepultado na tarde de sexta-feira em Janaúba, norte de Minas Gerais. Com clima de revolta na cidade, a “operação abafa” foi montada para evitar transtornos no cemitério – lá estão enterrados todos os mortos do ataque à creche municipal Gente Inocente.

Por volta das 15h30, o corpo de Damião foi retirado do carro funerário e levado para a cova logo em seguida. Naquele momento, o cemitério estava praticamente vazio por causa do velório da professora Heley de Abreu, de 43 anos, que reuniu uma multidão em outro local. Considerada heroína, foi ela quem lutou contra o vigilante.

Apenas uma senhora, amiga da família, acompanhou o enterro. Ela reclamou de não haver nenhum representante da prefeitura por lá, já que Damião prestou serviço de segurança para o município por oito anos. O horário do enterro não foi divulgado com antecedência por nenhum órgão – ao contrário do que ocorreu com as vítimas. As informações são de Felipe Resk, O Estado de S.Paulo.

Leia mais

Temer comprou dois terrenos um dia depois de suposto repasse da JBS

O presidente da República, Michel Temer, comprou dois terrenos em um condomínio de luxo em Itu (SP) em 2014 um dia depois de ter recebido um suposto repasse de recursos da JBS. O Planalto afirma que a transação dos imóveis foi legal e que há compatibilidade entre a renda de Temer e sua evolução patrimonial. A informação sobre a compra foi revelada pelo site do jornal “El País”.

De acordo com a delação dos executivos da JBS, no dia 2 de setembro daquele ano foi entregue R$ 1 milhão ao coronel da Polícia Militar (PM) João Batista Lima Filho, amigo do presidente e apontado como operador de pagamentos que tinham Temer como destinatário.

No dia seguinte, uma empresa que pertence a Temer, a Tabapuã Investimentos e Participações, comprou dois terrenos no condomínio Terras de São José II, na cidade de Itu (SP). Um terreno custou R$ 380 mil e o outro R$ 334 mil. Não há na escritura registro de qual foi a forma de pagamento. As informações são de EDUARDO BRESCIANI, O Globo.

Leia mais

Aprovação de Doria cai nove pontos, e maioria rejeita seu plano presidencial

Resultado de imagem para Aprovação de Doria cai nove pontos, e maioria rejeita seu plano presidencial

Na primeira pesquisa do Datafolha após a intensificação de sua articulação visando a candidatura presidencial do PSDB em 2018, o prefeito de São Paulo, João Doria, despencou quase dez pontos percentuais na aprovação de sua administração. Segundo o levantamento, o tucano tem 32% de aprovação, 26% de rejeição e 40% de avaliação regular entre os paulistanos. Há quatro meses, Doria pontuava 41% de ótimo/bom, 22% de ruim/péssimo e 34% de regular.

Com margem de erro de três pontos para mais ou menos, entre os 1.092 entrevistados de 4 a 5 de outubro, a curva é francamente desfavorável ao prefeito: fora do empate técnico em todas as simulações. Pela primeira vez, a avaliação regular supera a positiva desde que sua gestão começou, em janeiro.

Apenas 18% dos ouvidos votariam com certeza no tucano para a Presidência, enquanto 26% o fariam para o governo estadual. A maioria não votaria nele de jeito nenhum para o Planalto (55%), e 24% talvez o apoiassem. As informações são de IGOR GIELOW, Folha de São Paulo.

%d blogueiros gostam disto: