‘Basta uma noite no Congresso para a Lava-Jato cair por terra’, diz procurador

‘Basta uma noite no Congresso para a Lava-Jato cair por terra’, diz procurador

Evento marca 3 anos da operação alertando sobre ‘órgãos que tentam impedi-la’

POR AMANDA AUDI, ESPECIAL PARA O GLOBO

Em evento para marcar os três anos de Operação Lava-Jato nesta sexta-feira em Curitiba, o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima, coordenador da investigação, disse que a operação “chegou a um momento de culminância” e alertou a população sobre “órgãos que tentam impedi-la”. Segundo o procurador, “há tentativas de derrubar a Lava-Jato” e a população precisa ficar atenta a isso.

— A classe política tentou, no fim do ano passado, passar projetos de anistia, de responsabilização de procuradores (…). Temos boa parte do Legislativo e do Executivos contra a investigação. Temos órgão que tentam impedi-la. É um momento de felicidade, mas um momento de muita tensão, de muito cuidados — disse Carlos Fernando. — Basta uma noite no Congresso Nacional que toda uma investigação pode cair por terra — alertou.

Na coletiva de imprensa realizada em Curitiba, o procurador da República Deltan Dellagnol aproveitou para criticar o “foro privilegiado sem paralelo no mundo” e dizer que a sociedade não pode colocar responsabilidade excessiva sobre o Judiciário. O procurador defendeu que é fundamental que as reformas ocorridas nos últimos três anos ultrapassem o Judiciário.

Deixe uma resposta