Cabral se torna réu pela sexta vez na Lava-Jato

Cabral se torna réu pela sexta vez na Lava-Jato

Ex-governador é acusado de receber no exterior US$ 3 milhões da Odebrecht

O ex-governador do Rio Sérgio Cabral (PMDB) virou réu pela sexta vez na Lava-Jato. Nesta denúncia, a força-tarefa do Ministério Público Federal aponta ao ex-governador 25 crimes de evasão de divisas, 30 crimes de lavagem de dinheiro e 9 crimes de corrupção passiva decorrentes da Operação Eficiência, que prendeu o empresário Eike Batista. Cabral é acusado de receber no exterior US$ 3 milhões da Odebrecht.

A denúncia, apresentada à 7ª Vara Federal Criminal do Rio, foi aceita nesta quarta-feira pelo juiz Marcelo Bretas. Ao todo, são nove réus na ação. Cabral já respondia a outros cinco processos — quatro tramitam na 7ª Vara, com Bretas, e um na 13ª Vara Federal de Curitiba, com Sérgio Moro.

O MPF também denunciou o ex-secretário Wilson Carlos, os supostos operadores do esquema Carlos Miranda e Sérgio Castro de Oliveira, o “Serjão”, os doleiros Vinicius Claret, conhecido como “Juca Bala”, e Claudio de Souza, conhecido pelos apelidos “Tony” e “Peter”; além de Timothy Scorah Lynn. O irmãos delatores Marcelo e Renato Chebar também foram denunciados. As informações são de O Globo.

Deixe uma resposta