Deltan Dallagnol: ‘parlamentares sob suprema proteção’

O procurador da Lava-Jato Deltan Dallagnol protestou contra o Supremo Tribunal Federal em seu perfil no Facebook.

Na noite da última quarta (11), o plenário do órgão decidiu, por 10 votos a 1, que o Judiciário pode afastar parlamentar, mas decisão passará por crivo do Legislativo.

“Não surpreende que anos depois da Lava Jato os parlamentares continuem praticando crimes: estão sob suprema proteção. Parlamentares têm foro privilegiado, imunidades contra prisão e agora uma nova proteção: um escudo contra decisões do STF, dado pelo próprio STF”, escreveu. As informações são da VEJA.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: