Deputado pede ressarcimento até pela compra de dois pães de queijo

Deputado pede ressarcimento até pela compra de dois pães de queijo

Apresentando notas fiscais de despesas extras em valores de R$ 1 a R$ 184,5 mil, parlamentares foram ressarcidos em R$ 235 milhões em 2016, o equivalente ao pagamento do salário dos 81 senadores por sete anos

POR LUCIO BATISTA – Congresso Em Foco

A crise financeira que o país atravessa parece ter chegado até mesmo nos parlamentares federais, apesar do salário de R$ 33,7 mil que cada um deles recebe todo mês. Enquanto alguns ressarcimentos de despesas pela verba indenizatória da Câmara e do Senado chegaram a R$ 184,5 mil em uma única nota fiscal, o deputado Afonso Motta (PDT-RS) não abriu mão nem mesmo de ser ressarcido pela compra de dois pãezinhos de queijo. Mas o cupom fiscal de R$ 1,00 não é a única curiosidade na utilização do cotão.

A deputada Luciana Santos (PCdoB-PE) pediu ressarcimento de 604 abastecimentos feitos por seu gabinete ao longo de 2016, uma média de 1,65 abastecimento por dia, já considerando feriados e finais de semana. Diego Garcia, deputado federal do PHS pelo Paraná, que foi ressarcido em R$ 497 mil no ano passado, apresentou à Casa nada menos que 2.284 notas, uma média superior a seis notas por cada um dos 365 dias do ano.

Deixe uma resposta