Governo acenou com ‘compensação’ ao fim do imposto sindical

Presidente da Força Sindical, o deputado Paulo Pereira da Silva (SD-SP) afirmou nesta terça-feira (9) ao Broadcast Político que o governo “acenou” com a uma “compensação” ao fim da obrigatoriedade do imposto sindical. Com a medida, Paulinho da Força, como é conhecido o deputado, disse que o Palácio do Planalto espera diminuir a resistência de parlamentares às reformas trabalhista e da Previdência.

O fim da obrigatoriedade do imposto sindical foi proposto pelo relator da reforma trabalhista na Câmara, deputado Rogério Marinho (PSDB-RN). A proposta foi aprovada durante a votação da proposta no plenário da Casa, mas enfrenta resistência no Senado, onde a reforma tramita atualmente. O próprio ministro do Trabalho, o deputado licenciado Ronaldo Nogueira (PTB-RS), já admitiu ser contra a medida.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: