Janot pede arquivamento de queixa-crime de deputado chamado de ‘chuveiro’ por Renan

Janot pede arquivamento de queixa-crime de deputado chamado de ‘chuveiro’ por Renan

Onyx Lorenzoni (DEM-RS) processou senador Renan Calheiros (PMDB-AL), que também o acusou de ter recebido dinheiro por meio de caixa 2

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu o arquivamento de uma queixa-crime apresentada pelo deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS) contra o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) pelos crimes de calúnia, difamação e injúria.

Onyx processou Renan em razão de declarações dadas em 1º de dezembro, quando o senador disse que o nome de deputado parecia nome de chuveiro e que pesava sobre ele a acusação de ter recebido recursos de caixa dois. Janot entendeu que Renan está protegido pela imunidade parlamentar para manifestação de seu pensamento. A decisão caberá ao ministro Edson Fachin, relator do caso no Supremo Tribunal Federal (STF).

Onyx Lorenzoni foi relator na Câmara do projeto de lei de iniciativa popular das dez medidas contra a corrupção. As propostas foram formuladas pelo Ministério Público e receberam o apoio de mais de 2 milhões de brasileiros antes de chegar ao Congresso.

Na ocasião, Renan, que era contrário ao pacote de medidas, fez um trocadilho entre o nome do deputado e uma marca famosa de chuveiros. Ele também fez uma referência ao teste de integridade, uma espécie de “pegadinha” prevista no projeto original em que é simulada uma situação para averiguar se o servidor é imune à corrupção.

Deixe uma resposta