Joesley diz que pagou R$ 5 milhões a ex-presidente da Petrobras

O empresário Joesley Batista disse que pagou R$ 5 milhões a Aldemir Bendine, após o ex-presidente da Petrobras e do Banco do Brasil pedir pessoalmente a quantia na casa do dono da JBS. As informações são da GloboNews e constariam no complemento da delação premiada entregue nesta semana à Procuradoria-Geral da República (PGR).

Bendine foi preso na 42ª fase da Lava-Jato, batizada de operação “Cobra”, no fim de julho. Segundo a GloboNews, Joesley contou que Bendinde foi pessoalmente na sua casa, em 2013, quando ele ainda era presidente do Banco do Brasil. Conforme a reportagem, o empresário disse que, mesmo demonstrando constrangimento, Bendine pediu a quantia para a compra de um imóvel. As informações são de O Globo.

Joesley disse ter concordado em pagar o valor porque Bendine era uma pessoa influente no governo, de acordo com GloboNews. O delator revelou ainda que o então presidente do Banco do Brasil foi pessoalmente à sede da J&F acompanhado de um homem que aparentava mais de 50 anos, e pediu para receber parte dos R$ 5 milhões.

Os irmãos Joesley e Wesley Batista entregaram à Procuradoria-Geral da República (PGR), nesta semana, anexos que complementam a delação premiada assinada em maio com a PGR e homologada pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: