Líder do PT critica idade mínima defendida por relator da Reforma

Líder do PT critica idade mínima defendida por relator da Reforma

O líder do PT na Câmara, deputado Carlos Zarattini (SP), reagiu na tarde desta segunda-feira (6) à defesa do relator da Reforma da Previdência, Arthur Maia (PPS-BA), sobre a idade mínima de 65 anos para aposentadoria. O petista disse que há regiões no país onde o trabalhador sequer atinge essa idade. “Como podemos admitir uma idade mínima tão alta para o padrão de idade média do brasileiro?”, questionou o parlamentar.

Mais cedo, o relator disse que há base para aprovar a reforma na Câmara e apoiou a idade mínima sugerida pelo Executivo. “Não dá para pensar em não ter idade mínima de 65 anos de jeito nenhum”, disse, ao deixar o Ministério da Fazenda, em Brasília, após reunião com o ministro Henrique Meirelles. O deputado do PT disse que a proposta de idade mínima não tem “pé nem cabeça”.

Zarattini atacou a pressa do governo para aprovar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC). O petista afirmou que a proposta vai impedir que milhões de brasileiros se aposentem no futuro e vai reduzir o valor do benefício de quem conseguir se aposentar. “Acho um verdadeiro absurdo querer fazer essa discussão à toque de caixa e querer passar o rolo compressor”, declarou.

Deixe uma resposta