Lula diz que força-tarefa da Lava-Jato é ‘partido político’

Em ato político na Faculdade de Direito da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contestou, na noite desta sexta-feira, as acusações contra ele e afirmou que foi condenado sem provas no processo sobre o tríplex em Guarujá (SP). Para o petista, a Operação Lava-Jato tem motivação política. A ex-presidente Dilma Rousseff também estava presente no evento.

— O pessoal que compõe a força-tarefa (da Lava-Jato) é um partido político — disse Lula a um auditório lotado de estudantes.

Lula é réu em seis ações penais, quatro delas na Lava-Jato. Na operação, ele já foi condenado a 9 anos e 6 meses de prisão, em primeira instância, no caso do tríplex do Guarujá. Ele também responde a ações relativas ao sítio de Atibaia; por supostas irregularidades em contratos da Petrobras com a Odebrecht ; por obstrução à Justiça. O ex-presidente também é réu na Operação Janus, por suposta atuação junto ao BNDES para liberação de recursos para Angola; e na Operação Zelotes, por tráfico de influência.

— Essa subordinação da Justiça à opinião pública é um crime muito grave contra o processo democrático. O juiz que largue a toga e vá se candidatar — disse Lula, em seu discurso. As informações são de O Globo.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: