Ministério Público dá 30 dias para Carlos Eduardo ressarcir inscritos no concurso da Saúde

Prefeito de Natal tem 30 dias para devolver dinheiro aos inscritos do concurso da Saúde

carlosA Prefeitura de Natal tem 30 dias, para ressarcir todos os candidatos que pagaram inscrição para o concurso da rede municipal de saúde realizado no dia 19 de junho deste ano, segundo decisão da 32ª Promotora de Justiça Moema de Andrade Pinheiro.

O certame foi anulado após denúncias de falta de fiscalização, suspeita de vazamento de questões e de relatos de livre acesso a aparelhos celulares durante a realização das provas. A recomendação é do Ministério Público Estadual, que instaurou um inquérito civil para apurar as irregularidades.

A promotora Moema de Andrade Pinheiro pediu o reembolso dos candidatos em 30 dias e estabeleceu o mesmo prazo para que a prefeitura proceda com a anulação do concurso, rescinda o contrato firmado com a empresa CKM Serviços, responsável pela realização do certame, adotando também as medidas extrajudiciais e judiciais cabíveis.

Segundo o Sindsaúde, a empresa CKM Serviços, responsável pela realização do certame, arrecadou R$ 1.626.005,00 com as 93.929 inscrições feitas para o concurso. A Prefeitura de Natal lançou o edital no dia 3 de maio. Ao todo, foram ofertadas 1.339 vagas para salários de até R$ 5.062.

Na portaria divulgada hoje, no Diário Oficial do Estado, a promotora Moema de Andrade Pinheiro, concedeu também 5 dias úteis para que o prefeito de Natal Carlos Eduardo apresente esclarecimentos à 32ª Promotoria de Justiça sobre o atendimento das recomendações.

Deixe uma resposta