‘Não merece resposta’ acusação de que PSDB traiu Temer, diz Alckmin

SAO PAULO, SP, BRASIL, 30-04-2017, 11h00: O governador do estado de Sao Paulo, Geraldo Alckmin, o prefeito da cidade de Sao Paulo, Joao Doria e o presidente da republica Michel Temer durante cerimonia de abertura do Japan House, na avenida Paulista, em Sao Paulo. (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress, PODER)

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), afirmou nesta quinta-feira (3) que “não merece nem resposta” a avaliação de que o PSDB traiu o presidente Michel Temer na votação de denúncia na véspera.

Segundo maior partido da base do governo, o PSDB foi a legenda aliada que deu, proporcionalmente, mais votos contrários ao presidente na quarta-feira (2). Dos 47 deputados tucanos, 21 votaram pelo prosseguimento da denúncia por corrupção passiva contra Temer.

“Não merece nem resposta isso, o PSDB tem compromisso com o Brasil, com o povo brasileiro. Aliás, se dependesse de mim, lá no início, não teria nem participado do governo, embora deva ajudar”, disse Alckmin a jornalistas em agenda na zona leste da capital.

Ele defende que a “grande capacidade de mobilização” demonstrada na véspera pelo governo “ocorra para aprovar as reformas”. As informações são da Folha de São Paulo.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: