Prefeito do Assú Gustavo Soares, dá colote e persegue vigilantes para fechar empresa

O prefeito do Assú Gustavo Soares, tem se mostrado um perseguidor feroz de fornecedores e prestadores de serviços que não foram contratados durante a sua gestão.  Apesar de fazer a promessa e não cumprir que criaria uma Guarda Municipal, o doutor Gustavo Soares, adotou uma manobra maldosa e maquiavélica para forçar o dono de empresa prestadora de serviços de vigilância à prefeitura de Assú a desistir do contrato.

Sem se preocupar com os pais de família que atuam como vigilantes, o prefeito Doutor Gustavo  Soares, com seu espírito perverso de ‘gestor empreendedor’, está há seis meses sem pagar um tostão com o objetivo de fechar a empresa, apesar da Prefeitura do Assú vir recebendo mensalmente quase R$ 7 milhões, totalizando mais de R$ 40 milhões até agora.

Gustavo Soares quando indagado sobre o atraso, tem dito rindo que quer ver o dono da empresa aguentar e diz que ele vai ter que demitir os vigilantes quer queira ou não. Comenta-se que o prefeito bate no peito e se regozija com a perseguição, vai ter que demitir os vigilantes e fechar a empresa, não pago e pronto, diz na conversa com amigos.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: