Prefeito do Assú Gustavo Soares manda vereador João Paulo ‘ficar calado’ na Câmara 

O vereador João Paulo, do Solidariedade, é um dos 15 integrantes do legislativo assuense que tem motivos fortes e interesses pessoais, para evitar o debate sobre a decisão do prefeito Gustavo Soares, de não conceder aumento para os servidores municipais e ainda mandar descontar o reajuste dos funcionários da Prefeitura do Assú que receberam em setembro. 

Com medo do seu irmão João Paulo Segundo perder um contrato milionário fechado no governo do prefeito Gustavo Soares, no valor de R$ 185 mil mensal, o que significa um faturamento de R$ 1 milhão e 295 mil até o final do ano, o vereador João Paulo, tem sido orientado a ficar calado sobre o assunto e a incentivar os outros vereadores a se manter em silêncio.  

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: