Prefeito do Assú pode terminar mais desmoralizado do que o pai

Prefeito do Assú pode terminar mais desmoralizado do que o pai 

Com sua equipe de réus no governo, o prefeito Gustavo Soares, vai acabar pior do que o pai, se terminar o mandato até 2020. A Justiça Eleitoral pode interromper a carreira dele e dessa renomada quadrilha da patota do seu pai encastelada hoje no poder.

Ronaldo Soares deve mais de R$ 7 milhões aos cofres da Prefeitura do Assú e o prefeito tem o dever constitucional de cobrar dele essa dívida fruto de corrupção de muita gente que ele chamou para ser consultor e secretários.

Muita água ainda vai rolar por debaixo da ponte e o prefeito pode se afogar antes do tempo no lamaçal da turma de auxiliares, desmoralizado e desmascarado. O prefeito Gustavo Soares, não é sujeito bem intencionado, quando seu critério de escolha para integrar o governo, é ser processado e réu em maracutaia com dinheiro do povo. 

Deixe uma resposta