Presidente da Associação Nacional dos Procuradores Municipais visita Tribunal de Justiça

O Poder Judiciário do Rio Grande do Norte, através do vice-presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Gilson Barbosa, recebeu uma vista de cortesia do presidente da Associação Nacional dos Procuradores Municipais, o procurador do Município de São Paulo, Carlos Figueiredo Mourão, que na ocasião estava acompanhado de alguns procuradores dos municípios de Jardim do Seridó, Jardim de Piranhas, João Câmara e Mossoró.

O objetivo da visita foi conversar com o TJRN sobre a importância da advocacia pública municipal nos municípios brasileiros e, principalmente, nos municípios do Rio Grande do Norte. Ele explicou que este trabalho de diálogo vem sendo feito por todo o país e destacou que o TJ já tem conhecimento e uma visão especial com relação ao trabalho que é desenvolvido por bravos guerreiros. Mourão busca apoio dos poderes públicos para fortalecimento da carreira de procurador.

“Eu vim apresentar ao TJ os procuradores que estão aqui no Estado do Rio Grande do Norte trabalhando nos municípios e, ao mesmo tempo, falar da importância de se ter dois ou três procuradores numa cidade controlando a legalidade e combatendo a corrupção preventivamente. Então, os procuradores precisam dessa ajuda dos poderes públicos. Eu agradeço bastante a possibilidade de poder conversar com os representantes do Tribunal de Justiça”, afirmou.

Desembargador Gilson Barbosa destacou a importância do trabalho desempenhado pelos procuradores. “O Tribunal de Justiça recebe com muito prazer e satisfação a visita dos procuradores e sabe da importância do trabalho deles porque é através de uma melhor qualificação que o serviço jurídico nos municípios passa a ter”, comentou.
Ele disse que os procuradores precisam ter uma carreira estruturada para que os municípios possam desfrutar de um bom serviço jurídico.

“O tripé: Justiça, Ministério Público e Advocacia Pública precisa de uma carreira bem estruturada, especialmente esta última, que vem sendo melhorada e se expandindo cada vez mais. Muitos municípios que não tinham suas procuradorias, agora estão passando a ter seu procurador e isso é muito bom porque o serviço vai funcionar melhor. O Tribunal vê isso com bastante simpatia”, externou o magistrado.

O vice-presidente do TJ, desembargador Gilson Barbosa, estava acompanhado dos juízes auxiliares da Presidência João Eduardo Ribeiro e Valentina Damasceno, pelo secretário geral, Luiz Mariz e pela secretária de administração, Flavianne Pontes.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: