Presidente do STF diz que não pensa na possibilidade de assumir a Presidência

Presidente do STF diz que não pensa na possibilidade de assumir a Presidência

A ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou na tarde desta segunda-feira em Washington que não pensa na possibilidade de ser presidente da República. Após uma palestra na American University, ela foi questionada sobre a possibilidade de assumir o cargo se a chapa Dilma-Temer ser cassada pelo Tribunal Superior Eleitoral ou se ela pensa em ser candidata em 2018:

— Eu não considero nada disso. Vivo biblicamente cada dia sua agonia. Hoje a minha é os processos. Não tenho nada a considerar sobre isso — disse ela.

A presidente do Supremo é quarta na linha sucessória do presidente Michel Temer. Após o impeachment de Dilma, Temer, então vice-presidente, assumiu o cargo. Em caso de o peemedebista ter o mandato cassado, quem assume é o presidente da Câmara, Rodrigo Maia. A linha sucessória segue com o presidente do Senado, Eunício de Oliveira, e a presidente do Supremo.

Mais cedo, pela manhã, a ministra deu outra palestra no Wilson Center, onde afirmou que existe a possibilidade de que alguns depoimentos da Operação Lava-Jato tenham sido vazadas pelos próprios delatores para tentar uma nulidade das provas e condenou partidos que se tornam legendas de aluguel.

A presidente do Supremo afirmou ainda que nunca vazou nenhuma informação à imprensa e que ela cuidou pessoalmente dos documentos sigilosos que estavam sob seu poder. Mas ela voltou a afirmar que a publicidade, e a regra para os processos em geral, é que só seja concedido sigilo para os casos estabelecidos em lei.

Deixe um comentário