Previdência: relator muda posição sobre agentes penitenciários pela segunda vez no dia

Agora categoria não será mais incluída em regime especial de aposentadoria

Pela segunda vez no dia, o relator da reforma da Previdência, deputado Arthur Maia (PPS-BA), recuou e anunciou que não vai mais incluir os agentes penitenciários no regime de aposentadoria especial previsto na proposta.

Pouco antes de a comissão da Câmara que analisa a reforma começar a votar seu relatório, Maia disse que mudou de ideia porque recebeu muitas reclamações de parlamentares.

Ele afirmou que o benefício para os agentes penitenciários poderia ser mal interpretado, pois ocorreu um dia depois de a categoria ter feito uma manifestação que provocou depredações no Ministério da Justiça. As informações são de O Globo.

Diante desse cenário, Maia disse que prefere que o assunto seja avaliado pelo plenário da Câmara. Ele lembrou que algumas das emendas apresentadas à reforma incluem os agentes penitenciários e, portanto, eles não sairão prejudicados.

— Recebi nas últimas horas uma centena de mensagens de Whatsapp de parlamentares protestando contra a inclusão dos agentes penitenciários na proposta de reforma da Previdência. Portanto, estou retirando do texto os agentes penitenciários. Não vou transformar esse relatório em uma polêmica desnecessária. Existe toda condição de os agentes penitenciários serem incluídos por meio de uma emenda. Esse relator quer se eximir dessa responsabilidade — disse Maia.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: