Rogério Marinho, é exemplo de desalinhamento do político com o povo

Resultado de imagem para rogério Marinho

Deputado Rogério Marinho, do PSDB/RN, que comandou a relatoria da Reforma Trabalhista, é um exemplo desse desalinhamento do político com o povo

O desalinhamento entre a classe política e o eleitor esteve presente nas três últimas votações de matérias relevantes no Congresso. Foi assim na denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB), na reforma trabalhista e na PEC do Teto de Gastos. Em todos os casos, pesquisas apontavam uma rejeição da população de mais de 60% aos temas, o que não foi suficiente para convencer os parlamentares.

Para o cientista político e professor da Universidade de Brasília (UnB) David Fleischer, esse grande distanciamento pode provocar uma renovação de até 70% das cadeiras da Câmara dos Deputados em 2018. Porém, ele destaca que tudo vai depender de como o cenário político caminhará até a eleição do ano que vem.

“Quanto mais perto da disputa, maior o impacto dessas votações favoráveis a temas impopulares por parte dos deputados. Teremos, ainda, a reforma da Previdência e, provavelmente, mais duas denúncias contra o presidente Michel Temer. Tudo isso pode gerar uma rejeição aos políticos tradicionais nas eleições do ano que vem. Aliás, esse é o dilema do PSDB, sempre avaliando se é melhor manter-se no governo ou desembarcar para se livrar de um desgaste que possa atrapalhar as votações de 2018”, avaliou.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: