Síria: novos bombardeiros atingem regiões de Raqqa e Idlib

Síria: novos bombardeiros atingem regiões de Raqqa e Idlib

Um dos ataques foi realizado pela coalizão liderada pelos Estados Unidos e matou quinze pessoas, segundo o Observatório Sírio para os Direitos Humanos

Novos bombardeios atingiram a cidade síria que sofreu um ataque químico na terça-feira, 4, quando 87 pessoas morreram e centenas ficaram feridas. Segundo o Observatório Sírio para os Direitos Humanos, com sede na Inglaterra,  o ataque realizado neste sábado aconteceu no lado oriental da cidade de Khan Sheikhoun e matou uma mulher. Apenas aeronaves russas e sírias sobrevoam a região controlada por rebeldes na província de Idlib.

Além disso, neste sábado pelo menos 15 civis morreram na cidade de Hunaida, perto de Raqqa, após bombardeios feitos por aviões. Entre as vítimas estavam quatro crianças. O ataque partiu de aeronaves pertencentes à coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos, segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

O secretário-geral da Liga Árabe apelou neste sábado por uma contenção da escalada de violência na Síria, um dia após um bombardeio inédito dos Estados Unidos atingir uma base do exército de Bashar Assad em represália por um suposto ataque químico. As informações são da revista VEJA.

Deixe um comentário