Temer diz que ninguém pode ter a paternidade do São Francisco

Temer diz que ninguém pode ter a paternidade do São Francisco

Em uma disputa política com seus antecessores Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, do PT, o presidente Michel Temer afirmou nesta sexta-feira (10) que ninguém pode reivindicar a paternidade da obra de transposição do rio São Francisco, segundo o jornalista Gustavo Uribe, da Folha de São Paulo.

Em viagem à Paraíba, para a inauguração do trecho leste da iniciativa, o peemedebista defendeu que a verdadeira paternidade da iniciativa é da população brasileira e do povo nordestino. A obra de transposição foi iniciada em 2007, durante o segundo mandato do petista, e demorou uma década para ser concluída, agora na administração peemedebista.

“Nós empreendemos muitos esforços nesses poucos meses de governo para que pudéssemos chegar a este ponto. Mas não quero a paternidade dessa obra, porque ninguém pode tê-la. A paternidade é do povo brasileiro e do povo nordestino. Vocês é que pagaram impostos ao longo do tempo e permitiram que fizéssemos grandes investimentos nessa obra que vai cada vez mais sendo festejada”, disse.

Deixe uma resposta