Vice-procuradora da República pede exoneração após participar de ato ‘fora, Temer’

Vice de Janot pede dispensa após ser filmada em protesto anti-Temer

16243134A vice-procuradora da República Ela Wiecko de Castilho pediu para ser dispensada do cargo nesta terça-feira (30). Segundo nota enviada pela assessoria de imprensa da PGR (procuradoria Geral da República), o procurador-geral Rodrigo Janot aceitou o pedido e assinou a portaria que vai ser publicada no “Diário Oficial”.

A solicitação foi feita depois que o site da revista “Veja” publicou um vídeo que a vice-procuradora aparece entre os participantes de um ato contra o governo do presidente interino Michel Temer.

Nas imagens divulgadas pela TVT (TV dos Trabalhadores), ligada à CUT (Central Única dos Trabalhadores), em junho de 2016, Wiecko aparece segurando um cartaz com os dizeres “Contra o Golpe”, mas não participa dos gritos de ordem.

Por meio da assessoria da PGR, Wiecko disse que não comentaria o caso. Ela foi indicada para o cargo por Janot em em 2013.

O marido de Wiecko, Manoel Lauro de Castilho, também pediu exoneração do cargo que ocupava no gabinete do ministro do STF (Supremo Tribunal Eleitoral) Teori Zavaski, relator da Lava Jato no início deste mês.

Ele pediu o afastamento depois de endossar um manifesto que apoiava a decisão da defesa do ex-presidente Lula de recorrer ao Comitê de Direitos Humanos da ONU (Organização das Nações Unidas) contra o juiz da Lava Jato Sergio Moro.

Deixe uma resposta