Votação da Previdência ‘perdeu embalo’, diz ministro

Resultado de imagem

O ministro da Secretaria de Governo, Antonio Imbassahy, admitiu que a turbulência que atingiu o governo fez a votação da proposta da reforma da Previdência “perder o embalo”, mas disse que foram sacrificados apenas poucos dias de articulação junto aos deputados. Ele acredita que as delações envolvendo o presidente Michel Temer não vão atrapalhar de forma substancial o cronograma das reformas no Congresso.

Já em relação à reforma trabalhista, que tramita no Senado, o ministro afirmou que sentiu disposição dos parlamentares, em conversas ao longo do dia, de manter o cronograma previsto pelo governo:

— Na Previdência, perdemos uns três dias de articulação. Admito que perdeu aquele embalo formidável que estava, mas, na trabalhista, vejo o empenho dos senadores em manter o prazo. As informações são de O Globo.

A equipe econômica avalia que as turbulências que afetaram o mercado financeiro ontem tendem a se dissipar nos próximos dias. Integrantes do governo afirmaram que a disparada do dólar e o aumento das taxas de juros por causa dos rumores de que o presidente Temer poderia renunciar provocaram um impacto de curto prazo na economia, mas tudo tende a voltar ao normal.

— Passamos da fase em que a economia entra em crise por causa da política — comentou um integrante da equipe econômica.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: