Wálace persegue, cancela contrato e dá calote na Rádio Princesa do Assú

Pouco tempo depois do falecimento de Dr Milton Marques, superintendente da Rádio Princesa do Vale – o prefeito do Assú Gustavo Soares e o deputado estadual George Soares que se dizia amigo do falecido, ordenou que o presidente da Câmara de Vereadores João Wálace cancelasse o contrato que o poder legislativo firmou com a emissora no valor de R$ 16 mil para para a transmissão via rádio das sessões ordinárias e extraordinárias durante o período de abril a novembro deste ano.

Para poder direcionar recursos financeiros para as rádios 89 FM de propriedade do secretário Arnòbio Júnior assim como para a 104 do Assú, controlada pelo irmão do prefeito e deputado do PR, Walace como bom pau mandado político determinou o cancelamento do contrato como se ele tivesse reconhecido ter cometido uma ilegalidade e que por isso, o Ministério Público poderia abrir uma investigação e determinar quais as penalidades para o infrator que preside o legislativo.

Apesar do cancelamento, a Rádio Princesa do Vale que prestou seus serviços, não recebeu ainda os meses de março e abril.  A manobra de cancelamento cheira mais a calote que o presidente da Câmara Municipal do Assú pretende fazer, já que se esse contrato era ilegal, não haverá pagamento com dinheiro dos cofres públicos.

Deixe um comentário