Marina faz aceno a PSB, mas afasta chance de ser vice de Barbosa

Marina Silva ao chegar para evento, em São Paulo

A presidenciável Marina Silva (Rede) sinalizou nesta terça (17) que não pretende abrir mão da cabeça de chapa em uma eventual composição com o PSB, do ex-ministro do STF Joaquim Barbosa, mas não negou o diálogo em uma campanha que prometeu conduzir franciscanamente.

“Até chamei minhas amigas para fazer um brechó para ver se renova o guarda-roupa da candidata”, disse à imprensa, após encontro com investidores organizado pelo Banco Santander, em São Paulo.

Questionada se aceitaria ser vice de Barbosa, Marina falou que está determinada a continuar defendendo o legado de 2010 e 2014, sem negar o diálogo com “aqueles com quem caminhou junto em 2010 e 2014” —o que, portanto, inclui o PSB.

“Continuamos o processo de diálogo, sem que isso implique necessariamente que se tenha de abrir mão da candidatura”, disse ela, ao ressaltar que respeita a dinâmica interna do PSB. As informações são da Folha de São Paulo.

Leia maisMarina faz aceno a PSB, mas afasta chance de ser vice de Barbosa

STF torna Aécio réu sob acusação de corrupção e obstrução da Justiça

Relator Marco Aurélio Mello, que votou por aceitar a denúncia contra Aécio

Os ministros da Primeira Turma do STF (Supremo Tribunal Federal) votaram nesta terça (17) por receber a denúncia da Procuradoria-Geral da República contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG), acusado de corrupção passiva e obstrução da Justiça, e outros três denunciados.

A acusação pelo crime de corrupção passiva foi recebida por unanimidade na turma, composta por cinco ministros. Já a de obstrução da Justiça foi acolhida por maioria, de 4 a 1.

Com o resultado do julgamento, Aécio torna-se réu em ação penal no Supremo pela primeira vez, por causa do episódio em que foi gravado, em março do ano passado, pedindo R$ 2 milhões a Joesley Batista, da JBS. O valor foi entregue em parcelas a pessoas próximas ao tucano, segundo a acusação. A Polícia Federal chegou a filmar a entrega de dinheiro vivo a um primo dele.

Aécio nega a prática de crimes e diz que o dinheiro era um empréstimo pedido a Joesley.As informações são da Folha de São Paulo.

Leia maisSTF torna Aécio réu sob acusação de corrupção e obstrução da Justiça

Campus Party: trouxe desenvolvimento e recorde de participantes

Ao lado dos organizadores do evento, o governador Robinson Faria participou do encerramento da primeira edição da Campus Party no Rio Grande do Norte, na noite de sábado, 14. Foram cinco dias de feira com programação 24 horas voltada a conteúdo tecnológico em uma das maiores e melhores edições já realizadas no País. O maior evento de tecnologia do mundo bateu recorde antecipado de vendas e teve milhares de visitantes todos os dias do evento. Superou a marca de 4 mil campuseiros inscritos e mais de 1.200 jovens acampados no Centro de Convenções.

O sucesso da #CPJerimum é o resultado da parceria e do trabalho conjunto entre Governo do RN e Instituto Campus Party. Quem esteve por lá teve a oportunidade de fazer uma imersão no mundo da tecnologia com impressoras 3D, robôs, ações de empreendedorismo, games, start ups e cosplayers.

O Instituto Campus Party comprometeu-se a implantar cinco laboratórios de tecnologia em comunidades de Natal e da região metropolitana para permitir acesso de forma mais inovadora à ciência e à tecnologia aos mais carentes.

Além disso, o Governo do RN realizou palestras e hackathons sobre alguns projetos que têm contribuído para o desenvolvimento tecnológico do estado nas suas mais diversas áreas como segurança, educação, pesquisa, administração, recursos humanos, turismo e agricultura.

PSDB do RN pode querer tornar Robinson inelegível por oito anos

Resultado de imagem para gustavo fernandes e robinson faria

O PSDB do RN sob o comando do presidente da Assembléia Legislativa Ezequiel Ferreira, começa a demonstrar sinais de que pretende deixar o aliado e governador Robinson Faria, do PSD, fora do páreo da disputar eleitoral e permitiu que o ex-emedebista e mais novo tucano filiado da legenda, o deputado estadual Gustavo Fernandes, solicitasse nesta terça-feira (17), em requerimento enviado à Comissão de Finanças e Fiscalização da Assembleia Legislativa, a elaboração do calendário de apreciação das contas do governador referentes ao exercício financeiro do ano de 2016, que recebeu parecer do Tribunal de Contas do Estado (TCE) pela reprovação.

De acordo com o artigo 16, conjuntamente com o artigo 282, parágrafo quinto, do regimento interno do Poder Legislativo Estadual, o parecer do TCE deve ser enviado ao plenário para votação em até 90 dias após recebido pela Casa. O relatório pela desaprovação das contas foi entregue à Assembleia no dia 7 de fevereiro deste ano. “A Assembleia precisa cumprir o prazo para fazer valer sua missão de fiscalizar o Executivo”, destacou o parlamentar de plumagem tucana.

Para mudar a recomendação do Tribunal de Contas, são necessários dois terços dos votos dos parlamentares, que somam 16 deputados. Iniciado o debate, as contas do governo deverão ser votadas pelo plenário do legislativo estadual ainda no primeiro semestre deste ano. Caso prevaleça o parecer do TCE, o governador ficará inelegível, enquadrado na Lei da Ficha Limpa, por oito anos.

Governo do RN com Ronda Integrada reduz violência em Mossoró

O governador Robinson Faria esteve em Mossoró nesta segunda-feira, 16, na sede do 2º BPM, para fazer um balanço da operação Ronda Integrada e o Programa Ronda Cidadã, que têm conseguido bons resultados.

O Ronda Cidadã opera no município desde março de 2017, na Área Integrada de Segurança Pública 19 (AISP 19), que corresponde aos bairros Barrocas, Santo Antônio, Bom Jardim e Paredões. Comparando o primeiro ano do Ronda Cidadã em Mossoró, de 18 de março de 2017 a 17 de março de 2018, com o mesmo período de 2016 a 2017 (18 de março de 2016 a 17 de março de 2017), temos uma redução de -31,9% nos Crimes Violentos Contra o Patrimônio (CVP) e -15,3% de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI).  Entre fevereiro e março de 2018, a diminuição de CVP foi de 18,3%.

Já a Ronda Integrada, que tem atuação conjunta da Polícia Militar, Polícia Civil, Força Nacional de Segurança Pública (FNSP) e Polícia Rodoviária Federal (PRF), instalada em Mossoró este ano na AISP 19 e 18 (bairros e conjuntos Alto De São Manoel, Alto Do Sumaré, Bom Jesus, Dom Jaime Câmara, Ilha De Santa Luzia, Nova Vida (Malvinas), Planalto 13 De Maio, Presidente Costa E Silva, Santa Julia, Vingt-Rosado, eWalfredo Gurgel).

Durante os horários da operação – que fez o número de viaturas policiais na cidade subir de seis para 20 – , entre fevereiro e março houve uma queda no CVP de 13,1% na AISP 18 e 8,6% na AISP 19. Já na quantidade de CVLI, a redução foi de 12,5% na AISP 19, enquanto na 18 não houve registros de mortes.

“O nosso governo tem muitas ações em Mossoró. Na segurança pública reforçamos o policiamento, aumentamos o número de viaturas, trouxemos a Força Nacional com mais 30 policiais e oito veículos o Ronda Cidadã e agora o Ronda Integrada que já apresentam bons resultados com a redução dos casos de violência”, afirmou Robinson Faria. Ele também destacou que Mossoró vem recebendo outras importantes ações do Governo do Estado na área da saúde com as melhorias no Hospital Tarcísio Maia, a construção do Hospital da Mulher, os restaurantes populares, o café do trabalhador, reforço no abastecimento de água”, lembrou entre outras ações.

Leia maisGoverno do RN com Ronda Integrada reduz violência em Mossoró

FMI melhora projeção do PIB do Brasil e estima alta de 2,3% neste ano

ctv-3cn-fmi-afp-photo-saul-loeb

Fundo Monetário Internacional (FMI) subiu sua projeção de crescimento para o Brasil em 2018, de 1,9% divulgada em janeiro, para 2,3%, e também elevou a estimativa para a alta do Produto Interno Bruto (PIB) em 2019, de 2,1% para 2,5%. Esses aumentos nas previsões ficaram entre os mais expressivos promovidos pelo Fundo, no relatório Perspectiva Econômica Mundial. Em outubro, a instituição multilateral comunicou que esperava para o País uma expansão do PIB de 0,7% em 2017 e de 1,5% para este ano.

De acordo com o FMI, o movimento de recuperação da economia brasileira continua, pois houve um crescimento de 1,0% no ano passado, depois de registrada profunda recessão em 2015 e 2016. Segundo o Fundo, no último trimestre de 2018, o PIB deve subir 3,1% na comparação com iguais meses de 2017, em termos anualizados, e deve aumentar 2,3% entre outubro e dezembro de 2019, em relação ao mesmo trimestre deste ano, também na mesma base de comparação.

Para 2018 e 2019, o Fundo espera que o avanço do Produto Interno Bruto será maior devido sobretudo ao ritmo mais forte do consumo privado e dos investimentos. “A expansão no médio prazo deve moderar para 2,2%, devido ao envelhecimento da população e produtividade estagnada”, apontou a instituição. As informações são de Ricardo Leopoldo, O Estado de S.Paulo.

Leia maisFMI melhora projeção do PIB do Brasil e estima alta de 2,3% neste ano

Para 84% dos brasileiros, Lava Jato deve continuar; 12% defendem término

Resultado de imagem para Para 84% dos brasileiros, Lava Jato deve continuar; 12% defendem término

A maioria dos entrevistados em pesquisa do Datafolha diz que a Operação Lava Jato deve continuar.

Entendem que a operação tem que ser mantida 84%, enquanto 12% consideram que ela já cumpriu o seu objetivo e deve ser encerrada. Não souberam responder 4%.

O apoio à investigação se mantém alto entre eleitores de Lula, com índice de 77%.

O levantamento mostrou ainda que a maior parte dos brasileiros apoia a prisão de réus condenados em segunda instância.

Em outro item, o instituto informou aos entrevistados que mais de cem políticos foram citados em delações premiadas e perguntou quantos deles serão presos. Disseram que a maioria não será detida 68%, uma queda de quatro pontos percentuais em relação ao levantamento feito um ano atrás. As informações são de Felipe Bächtold – Folha de são Paulo.

Leia maisPara 84% dos brasileiros, Lava Jato deve continuar; 12% defendem término

Temer é reprovado por 70%, mesmo com esforço por popularidade

Resultado de imagem para Temer é reprovado por 70%, mesmo com esforço por popularidade

Apesar dos esforços do presidente Michel Temer (MDB) para aumentar a popularidade, seu governo é reprovado por 70% dos brasileiros, segundo pesquisa do Datafolha.

A gestão é ruim ou péssima para 70% da população, mesmo índice registrado no levantamento anterior, do fim de janeiro. Os percentuais de regular (23%) e ótima ou boa (6%) também se mantiveram estáveis.

Nos primeiros meses deste ano, o presidente tentou melhorar sua imagem —até se lançou pré-candidato à reeleição, gesto visto como tática para se manter sob os holofotes no período eleitoral—, mas as taxas do governo não mudaram. O emedebista alcança 2% das intenções de voto, segundo o instituto.

​Em janeiro, em entrevista à Folha, Temer disse que não vai concluir seu mandato com a pecha de um “sujeito que incorreu em falcatruas”. Em março, dois de seus melhores amigos foram presos, numa investigação que apura irregularidades envolvendo o porto de Santos e um decreto do presidente para o setor portuário. As informações são da Folha de são Paulo.

Leia maisTemer é reprovado por 70%, mesmo com esforço por popularidade

Rosa Weber dá 30 dias para União se manifestar sobre fronteira com a Venezuela

Rosa Weber

A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), deu prazo de 30 dias para União se manifestar na ação em que o Estado de Roraima pediu o fechamento da fronteira com a Venezuela. O pedido foi feito na última sexta-feira (13) e Roraima exige que a União feche temporariamente a fronteira entre Brasil e Venezuela e repasse recursos adicionais para suprir os custos causados pela imigração de venezuelanos no Estado.

Assinada pela governadora de Roraima, Suely Campos (PP), a ação aponta que a “crise econômica, política e social da República Bolivariana da Venezuela ensejou uma verdadeira explosão no fluxo migratório”, e que o Estado está suportando os custos e prejuízos sem ajuda efetiva da União. A proposta foi considerada “incogitável” pelo presidente Michel Temer (MDB) e também foi rejeitada pelo ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira.

“Enfatize-se a imprescindibilidade do diálogo e da cooperação institucionais para a solução dos conflitos que envolvem as unidades federativas. Findo o prazo retornem-me os autos conclusos para apreciação do pedido de tutela de urgência”, conclui Rosa. As informações são da Agência Estado.

Presos do regime semiaberto em Assú começam a usar tornozeleira eletrônica

A 3ª Vara da comarca de Assú realizou durante o dia de ontem (16) a instalação de 30 tornozeleiras eletrônicos em presos do regime semiaberto. A iniciativa ocorreu após a publicação de portaria pelo juiz Marivaldo Dantas, titular da unidade, a qual estabelece que as penas em regime semiaberto naquela comarca serão cumpridas na forma de prisão domiciliar com uso de monitoramento eletrônico, conforme disponibilização pela Secretaria Estadual de Justiça e Cidadania (Sejuc).

A portaria considera que a implantação da monitoração eletrônica no cumprimento do regime semiaberto já é uma realidade no âmbito do Rio Grande do Norte, sobretudo na região da Grande Natal e Mossoró e que o número de tornozeleiras disponibilizadas foi suficiente para atender a demanda do regime semiaberto em Assú.

Considerou ainda que a estrutura do regime semiaberto em Assú está sucateada, sem estabelecimento penal adequado ao cumprimento do regime, “cuja realidade é de total insegurança, desproteção e ingerência das facções criminosas, causa da elevada evasão de muitos apenados”.

Leia maisPresos do regime semiaberto em Assú começam a usar tornozeleira eletrônica

PSB traça estratégia para tornar Joaquim Barbosa mais conhecido

Joaquim Barbosa

O PSB quer “interiorizar” a imagem do ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa, potencial candidato à Presidência da República pelo partido. A estratégia tem como base os resultados da pesquisa Datafolha divulgada no domingo (15), na qual ele apareceu em terceiro ou quarto lugar na disputa, oscilando entre 8% e 10% da média de intenções de voto.

Integrantes da cúpula do PSB observaram que Barbosa registrou bons índices nas capitais e regionais metropolitanas do País, desempenho que diminui em municípios do interior. Em cidades com mais de 500 mil habitantes, o ex-ministro chegou a alcançar 13% em alguns cenários, porcentual que cai para 5% em municípios com população de até 50 mil pessoas.

A avaliação no partido é de que moradores do interior se lembram da atuação do ex-ministro no Supremo, mas não conseguem associar isso ao nome e imagem do ex-ministro. “O pessoal do interior não acompanha a trajetória como nos grandes centros urbanos. Esse pessoal sabe quem ele é, mas não liga à imagem dele”, disse o líder do PSB na Câmara, deputado Júlio Delgado (MG). As informações são da Agência Estado.

Leia maisPSB traça estratégia para tornar Joaquim Barbosa mais conhecido

Maioria defende prisão após a 2ª instância, diz Datafolha

Para 57% dos entrevistados, réus condenados podem ser presos mesmo tendo direito a recursos em tribunais superiores

Uma pesquisa do instituto Datafolha publicada nesta terça-feira aponta que 57% dos brasileiros apoiam a prisão de réus condenados em segunda instância, como ocorreu com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

De acordo com o levantamento, feito entre os dias 11 e 13 deste mês, a maioria dos entrevistados considera justo que um acusado seja detido após ter a condenação confirmada em segundo grau, mesmo tendo direito a recursos a tribunais superiores. Para 36% dos entrevistados, seria justa a prisão somente após a conclusão do processo em todas as instâncias possíveis do Judiciário, e 6% não souberam responder, segundo o Datafolha.

O início do cumprimento da pena após condenação em segunda instância ganhou destaque com a prisão do ex-presidente Lula, em 7 de abril, por condenação a 12 anos e 1 mês de prisão pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região pelo caso do tríplex no Guarujá (SP).

A defesa do ex-presidente aposta em uma eventual mudança de entendimento do Supremo Tribunal Federal sobre o assunto para que o ex-presidente saia da prisão. As informações são da revista VEJA.

Barragem do Assu atinge 20% de sua capacidade e sai do volume morto

Barragem Armando Ribeiro Gonçalves

A barragem Armando Ribeiro, principal reservatório do Rio Grande do Norte, saiu do volume morto com as chuvas que atingiram o estado nos últimos dias. A informação foi confirmada pelo diretor-presidente do Instituto de Gestão de Águas do RN (Igarn), Josivan Cardoso.

O reservatório está com 3,70 metros de água acima do nível de volume morto. Hoje, estão represados na barragem mais de 481 milhões de metros cúbicos de água, o que corresponde a cerca de 20% de sua capacidade total, que é de 2,4 bilhões de metros cúbicos.

Além da Armando Ribeiro, outros dez reservatórios já haviam saído do volume morto de acordo com o relatório divulgado pelo Igarn nesta segunda-feira. Outros sete deixaram o estado seco com as chuvas deste fim de semana, quando os reservatórios do estado receberam 143 milhões de metros cúbicos de água. O monitoramento dos principais reservatórios do estado é feito diariamente pelo Instituto. As informações são da Tribuna do Norte.

Vale do Açu volta ter a chance de eleger dois deputados estaduais

O Vale do Açu pode voltar a conquistar nas eleições deste ano, duas cadeiras de deputado estadual na Assembléia Legislativa, que no passado foram ocupadas pelos ex-deputados primos de saudosa memória Olavo Montenegro e Edgar Montenegro. O atual deputado e candidato a reeleição George Soares e o ex-secretário de Meio Ambiente e Recursos Ivan Júnior, aparecem no cenário com chances reais de ganhar o direito de representar a população.

O líder do clã dos Soares, neto de Edgar e de tradicional família política secular, George Soares, já se acha eleito novamente e tem se dado ao luxo de conceder entrevista por telefone e de não caminhar pelas ruas da cidade, confiando no poderio do seu padrinho João Maia e na máquina azeitada da Prefeitura do Assu comandada por seu irmão e prefeito Gustavo Soares. Na campanha de 2010, quando se elegeu pela primeira vez deputado, George era conhecido apenas por ser filho de Ronaldo e nada mais.

O outro de família humilde, trabalhador e competente ex-prefeito Ivan Júnior, apontado por pesquisa como o melhor do prefeito da história do Assu nos últimos 30 anos, depois de governar o município por oito anos, acredita na força do povo e do trabalho como ferramentas para chegar a Assembléia. Ivan como secretário, tirou a Semarh do anonimato e a transformou na vitrine de maior visibilidade do governo com ações efetivas e concretas na perfuração de poços e outras medidas para melhorar a qualidade de vida do homem do campo.

Na sua passagem como secretário de Estado, Ivan Júnior se tornou conhecido por sua competência e dedicação para levar e implantar na grande maioria dos municípios do interior que sofriam de escassez de água, uma política pública permanente de acesso à água de qualidade para o consumo humano, incorporando cuidados técnicos, ambientais e sociais na implantação, recuperação e gestão de sistemas de dessalinização de águas salobras para as famílias.

Apesar de comportamentos desiguais, os dois têm chances de vencer essa corrida. Um pela mega estrutura política e familiar a sua disposição. O outro por causa do trabalho e reconhecimento do povo.

Prefeito do Assú deixa estudantes sem transporte escolar no Mendumbim

O prefeito do Assú Gustavo Soares, irmão do deputado estadual George Soares, não está pagando em dia os contratos de aluguel de transporte escolar ou por pura incompetência da administração, os veículos contratados de um irmão do vereador João Paulo pela Prefeitura do Assú por R$ 185 mil mensais, não estão indo buscar ou deixar, os alunos da rede municipal de ensino da comunidade de Mendubim I que estudam na cidade.

O descaso já dura mais de 30 dias segundo depoimento de uma mãe aflita com a situação a reportagem da Princesa do Vale. Ela conta que o carro dos estudantes aparece apenas uma vez por semana e o fato foi comunicado a secretária de Educação que não tomou nenhuma medida para regularizar esse problema que prejudica o processo de aprendizagem de centenas de crianças.

Enquanto isso, o vereador João Paulo que ganha mais de R$ 11  mil por mês, adota uma postura de ostentação com a publicação de fotos de passeio de férias em Foz de Iguaçu, na companhia de amigos, sem demonstrar a menor preocupação com a falta do transporte escolar e sem justificar o motivo que levou o seu irmão a reduzir as viagens para o Mendumbim.

%d blogueiros gostam disto: