Policiais e bombeiros realizam ato nesta segunda para cobrar melhores condições de trabalho

Policiais e bombeiros militares – ativos e da reserva -, pensionistas e familiares dos profissionais estão convocados para o ato público a ser realizado em frente à Governadoria nesta segunda-feira (18), às 9h. A mobilização tem a finalidade de cobrar do Governo do Estado a efetivação do Termo de Compromisso e Acordo Extrajudicial – pactuado entre as associações representativas e o Governo do Estado, em janeiro deste ano.

Entre as demandas em atraso de cumprimento está o pagamento do décimo terceiro salário; a reposição de subsídio; a majoração do vale alimentação (atualmente com valor defasado em R$ 10 e disponível somente aos policiais da capital); renovação do fardamento (visto que a última compra foi realizada em 2015); reforma e ampliação das unidades policiais e a retirada dos policiais militares do serviço nas unidades prisionais.

Para o subtenente Eliabe Marques, presidente da Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares do RN (ASSPMBMRN), as condições de trabalho estão cada vez piores. “Para um serviço de segurança de excelência é preciso condições de trabalho legais, seguras e dignas”, reivindica o presidente.

Leia maisPoliciais e bombeiros realizam ato nesta segunda para cobrar melhores condições de trabalho

Dnit libera tráfego de veículos no novo viaduto entre Natal e Parnamirim

Pista principal do viaduto foi liberada na tarde deste sábado (16) (Foto: Dnit/Divulgação )

Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) liberou neste sábado (16), às 14h, o tráfego de veículos na pista principal do novo viaduto que fica na BR-101, entre Natal e Parnamirim, na entrada da Av. Abel Cabral. A saída da avenida para acesso à rodovia também foi desbloqueada.

O viaduto começou a ser construído em novembro de 2017 e é o quarto de uma série de cinco entre as duas cidades. Além dos viadutos que ainda restam, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) também promete construir, até o final de 2018, cinco passarelas de pedestres e 52 abrigos de paradas de ônibus.

Investimentos

Em 2017, o Dnit entregou três viadutos e uma trincheira na BR-101, entre Natal e Parnamirim:

  • Viaduto em frente ao bairro de Neópolis, em Natal, entregue em janeiro.
  • Viaduto em frente ao bairro de Emaús, em Parnamirim, liberado em março.
  • Viaduto no cruzamento da BR-101 com a Av. Clementino Câmara, em Parnamirim, entregue em dezembro.
  • Trincheira de passagem Inferior de Pium, em Parnamirim, entregue em dezembro.

Ao todo, segundo o Dnit, o conjunto das obras tem um investimento orçado em aproximadamente R$ 196 milhões, incluindo contratos de execução, de supervisão e pagamento de desapropriações. G1 RN

Câmara gasta R$ 9,9 milhões com aluguel de jatinhos e helicópteros

Além de pendurar as despesas com passagens aéreas na conta da Câmara, deputados dispõem de verba pública para o aluguel de jatinhos e helicópteros — um gasto permitido pelas regras da chamada “cota parlamentar”. Levantamento feito pelo GLOBO mostra que, desde fevereiro de 2015, os parlamentares já gastaram R$ 9,9 milhões dos cofres públicos com o expediente. Na atual Legislatura, o campeão absoluto é Átila Lins (PP-AM), que usou R$ 923 mil com o fretamento de aeronaves para se deslocar no Amazonas.

O vice-líder é Paes Landim (PTB-PI), com gasto de R$ 536 mil e, em terceiro, Giacobo (PR-PR), com despesa total de R$ 440 mil. Giacobo é o primeiro-secretário da Câmara, a quem cabe cuidar do orçamento da Casa e zelar pela administração dos recursos. Desde que assumiu o cargo, não adotou postura mais cautelosa, pois pulou para a segunda posição no ranking. Entre fevereiro de 2017 e maio deste ano, gastou R$ 259 mil. Ficou atrás apenas de Átila Lins, que gastou R$ 363 mil desde fevereiro do ano passado.

Os três campeões não usam só jatinhos: desde o início do mandato, Paes Landim gastou R$ 522 mil com passagens aéreas; Átila Lins, R$ 453 mil; e Giacobo, R$ 411 mil. BRUNO GÓES – O Globo

Leia maisCâmara gasta R$ 9,9 milhões com aluguel de jatinhos e helicópteros

George Soares fica de fora da lista dos preferidos do grupo de João Maia e Zenaide

O jornalista político do extinto Diário de Natal, Alexandre Cavalcante, hoje no blog Pinga Fogo/Portal Nominuto, deixou o deputado estadual George Soares, do PR, de fora da lista de pelo menos 10 candidatos que dividem a preferência do eleitorado de quase 65 mil. do município de São Gonçalo do Amarante.

Segundo Alexandre, o sistema atualmente no Poder tem três candidatos a deputado estadual: O vice-prefeito Eraldo Paiva (PT); a mulher do prefeito, Terezinha Maia (PR); e a filha do ex-prefeito, Mada Calado (PT). George Soares, que antes chamava João Maia de pai, não é citado.

Ele diz que o ex-presidente Estadual do Partido dos Trabalhadores (PT) e atual vice-prefeito de São Gonçalo, Eraldo Paiva tem tudo para surpreender nas eleições de outubro próximo: candidato a deputado estadual pelo PT, Eraldo quer a cadeira do deputado Fernando Mineiro (PT), que será candidato a deputado federal.

O petista é o candidato de São Gonçalo mais próximo da vitória. Tem o apoio de Mineiro e de outros influentes setores do Partido. A coligação do PT com PCdoB já foi definida e deverá eleger entre dois e três deputados estaduais. Eraldo quer figurar entre eles, escreveu Alexandre.

Fora desse grupo, também, têm apoio no Município os candidatos Ricardo Motta (PSB), Hermano Morais (MDB), Elaine, Ezequiel Ferreira (PSDB) e Gustavo Fernandes (PSDB). Jadismar Lima(Solidariedade), assim como Eraldo, filho de São Gonçalo, também trabalha sua candidatura a deputado estadual.

Dinarte bota fé em Souza como pré-candidato a deputado com maior votação em Carnaubais

Resultado de imagem para dinarte e thiago

Dinarte mede força política com o prefeito para ver quem é a maior liderança e tem mais votos 

O deputado estadual Souza (PHS) que recebe o apoio do empresário Dinarte Diniz (DEM), esposa do vice-prefeita Marineide Diniz, deve ter mais votos do que o deputado estadual George Soares (PR) que tem o apoio do prefeito Thiago Meira (PSDB), na disputa pela reeleição este ano no município de Carnaubais. Nessa luta, Souza conta também com o apoio da vereadora e presidente da Câmara Municipal de Carnaubais, Jussaly Medeiros (Nenê), e do seu esposo, agropecuarista Nilson Dias que antes apoiavam George Soares.

De acordo com analistas da política, o empresário Dinarte Diniz, que já foi candidato a prefeito de Carnaubais, é tido como a maior liderança política do município e goza de apoio popular. Já a fraca performance administrativa do prefeito e a perseguição deflagrada contra aliados que se recusam a votar no seu pré-candidato a deputado estadual, apenas contribui para aumentar a resistência ao estilo ditatorial do atual governante. Thiago corre risco de fracasso político na campanha eleitoral.

Enquanto isso, o ex-prefeito do Assu e pré-candidato a deputado estadual Ivan Júnior (PSD), assiste de camarote a queda de braço entre o prefeito Thiago Meira e o empresário Dinarte para medir força e votos. Há poucos dias, dois secretários municipais e outros que exerciam cargos comissionados, foram demitidos, porque declararam apoio ao ex-prefeito do Assú.

A deputada estadual Márcia Maia (PSDB), que tem o apoio do ex-prefeito de Carnaubais Luizinho Cavalcante, na busca pela renovação do seu mandato na Assembleia Legislativa, também assiste de braços cruzados essa disputa entre os deputados Souza e George Soares.

Pré-candidatura de Nelter Queiroz ganha importantes apoios em Campo Grande

Durante evento realizado nesta sexta-feira (15), na fazenda Recreio, em Campo Grande, com a presença de representantes de comunidades rurais e do comércio local, além de lideranças políticas, o ex-prefeito Bibi de Nenca e o ex-vice-prefeito Grimaldo Gondim, declararam apoio a pré-candidatura a reeleição do deputado estadual Nelter Queiroz (MDB).

Os vereadores Arnaldo Bezerra, José Nilson, Vagner Souza e Marilândia Nogueira, também participaram do avento. O ex-vereador Jean Vieira; Edmar Vieira; Dr. Edimar Vieira e Dr. Ronaldo Vieira, também estavam entre as lideranças que prestigiaram o ato.

Gilvanido Fernandes, presidente do Sindicato Rural; Dilcineia Brito, suplente de vereadora; Victor Melo, suplente de vereador e Neta Góis, suplente de vereadora; dentre outros, também fazem parte do time que passaram a reforçar a pré-candidatura de Nelter no município.

“Todas as lideranças presentes no encontro destacaram a importância de nossa atuação parlamentar e a atenção que sempre damos aos problemas levados ao nosso conhecimento. Nosso mandato é construído a várias mãos e com muito diálogo“, frisou o deputado.

Ainda na oportunidade, o parlamentar também afirmou seu empenho e compromisso em relação às demandas do município de Campo Grande.

Prefeito de Carnaubais fecha milionário contrato suspeito com posto Beatriz de Paraú

O prefeito tem a obrigação e o dever de apresentar ao Ministério Público uma planilha das datas e dos veículos que foram abastecer em Paraú 

O prefeito do PSDB Thiago Meira, precisa explicar direitinho à população o funcionamento do contrato milionário celebrado por seu governo com o posto Beatriz de Paraú, distante aproximadamente 72 quilômetro de Carnaubais, para abastecer a frota de veículos do município.

Até agora, o prefeito ja torrou quase R$ 2 milhões com abastecimento de combustível no posto Beatriz em Paraú, mas um mistério necessita ser esclarecido, já que centenas de estudantes estão há mais de uma semana sem poder estudar em Assú, simplesmente porque os ônibus sem combustível não podem transportar os alunos.

A promotora de Justiça Iara Albuquerque, que esteve há poucos dias para in loco visitar as instalações do Mercado Público, é a única com autoridade para mandar investigar como funciona realmente essa incestuosa parceria do posto Beatriz de Paraú com o Posto Diniz de Carnaubais, para abastecimento da frota municipal.

Com uma investigação para desvendar como os veículos da Prefeitura de Carnaubais são abastecidos no posto Diniz,  do empresário Dinarte Diniz, esposo da vice-prefeita de Carnaubais Marineide Diniz, apesar do prefeito Thiago Meira ter contratado e torrado dinheiro público no posto Beatriz de Paraú – o Ministério Público pode dirimir as dúvidas e atestar ou não, a legalidade dessa suspeita parceria danosa aos cofres públicos.

Partidos receberão R$ 1,7 bilhão para campanha eleitoral, diz TSE

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou hoje (15) que o montante total do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC) será de R$ 1,716 bilhão. Criado no ano passado para regulamentar o repasse de recursos públicos entre as legendas, o fundo será repartido entre os diretórios nacionais dos 35 partidos com registro no TSE, em conformidade com as regras de distribuição estabelecidas na Resolução nº 23.568/2018, aprovada pela Corte Eleitoral no fim de maio.

Pelas regras, 98% do montante serão divididos de forma proporcional entre os partidos, levando em conta o número de representantes no Congresso Nacional (Câmara e Senado). Isso significa que as siglas que elegeram o maior número de parlamentares em 2014 e aquelas que seguem mantendo o maior número de cadeiras legislativas receberão mais recursos, com destaque para PMDB, PT e PSDB, que vão contar com cotas de R$ 234,2 milhões, R$ 212,2 milhões e R$ 185,8 milhões, respectivamente. Em seguida, aparecem o PP (R$ 131 milhões) e o PSB (R$ 118 milhões) entre as legendas beneficiadas com as maiores fatias.

Apenas os 2% restantes (R$ 34,2 milhões) serão repartidos igualmente entre os partidos com registro no TSE, independentemente de haver ou não representação no Congresso. Nesse caso, os partidos que não contam com nenhum parlamentar no Legislativo federal receberão a quantia de mínima de R$ 980,6 mil do fundo eleitoral.

Leia maisPartidos receberão R$ 1,7 bilhão para campanha eleitoral, diz TSE

Justiça condena ex-prefeito de Felipe Guerra por reter documentos de licitação

Resultado de imagem para ex-prefeito de Felipe Guerra, Braz Costa Neto

O juiz Ítalo Lopes Gondim, em atuação na 1ª Vara da Comarca de Apodi, condenou o ex-prefeito de Felipe Guerra, Braz Costa Neto, a uma pena de um ano de seis meses de reclusão, em regime aberto, mais o pagamento de uma multa, pela prática do crime de recusa, o retardamento ou a omissão de dados técnicos indispensáveis à propositura da ação civil, quando requisitados pelo Ministério Público.

Ele foi acusado pelo Ministério Público estadual por não atender requisição feita pelo órgão Ministerial, a qual solicitava o empenho, liquidação e pagamento de nº 0484/07, efetuado em favor da Construtora Valmar Ltda., bem como cópia do procedimento licitatório ou dispensa/inexigibilidade de licitação que teria precedido a contratação e o respectivo contrato, documentos estes necessários para instruir Inquérito Civil Público.

Na mesma ação, Braz Costa Neto foi absolvido da acusação de ter praticado o delito descrito no art. 314 do Código Penal Extravio, que é a sonegação ou inutilização de livro ou documento, porque o MP considerou não haver prova da existência do fato e porque entendeu não existir prova de ter o réu concorrido para a infração penal.

Justiça eleitoral cassa novamente prefeita de Santa de Cruz

Resultado de imagem para tomba e a esposa

A esposa do deputado estadual Tomba Faria (PSDB), prefeita de Santa Cruz, Fernanda Costa Bezerra (MDB) e o vice-prefeito Ivanildo Ferreira Lima Filho (PSB) voltaram a ser cassados por decisão em primeira instância. A denúncia envolve abuso de poder econômico supostamente cometido nas eleições municipais de 2016.

Na mesma sentença, a juíza eleitoral Giselle Guedes Draeger cassou os mandatos de cinco vereadores: Tarcisio Reinaldo da Silva (PSB), Mario Augusto Ferreira de Farias Guedes (MDB), Jefferson Monik Gonçalo Lima de Melo (PTN), Raimundo Fernandes Soares (PSB) e Ana Fabricia de Araujo Silva Rodrigues de Souza (PDT).

Na sentença de 31 páginas, datada da quarta-feira (13), mas publicada no “Diário Eletrônico da Justiça” (Dje), no portal do TRE, mas com data da segunda-feira (18), a juíza Giselle Draeger determina, após o trânsito em julgado, a realização de novas eleições em Santa Cruz, além da posse no cargo de prefeito, pela linha sucessória, do presidente da Câmara Municipal. As informações são da Tribuna do Norte

Leia maisJustiça eleitoral cassa novamente prefeita de Santa de Cruz

Ministro do TSE diz que registro de Lula pode ser rejeitado de ofício

O ministro Admar Gonzaga, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), disse nesta sexta-feira que o pedido de registro do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pode ser rejeitado de ofício pela Justiça Eleitoral, porque entre os documentos que o candidato apresenta para se registrar está uma certidão que demonstra se ele está ou não condenado por órgão colegiado.

Como o petista já foi condenado por corrupção e lavagem de dinheiro em segunda instância, ao apresentar essa “certidão positivada”, o ministro disse que o relator do Tribunal poderia imediatamente negar o registro, sem permitir a abertura de prazos recursais.

— Quando se almeja cargo de presidente da República, não podemos brincar com o país, não podemos fazer com que milhões de brasileiros se dirijam à urna para votar nulo. Não contem comigo para isso. Na hora que ele (candidato) traz uma certidão e uma prova da sua inelegibilidade e eu sou um juiz, e isso já tem jurisprudência de 50 anos, eu posso rejeitar o registro de ofício.

A certidão (positivada, que comprova a condenação criminal) tem fé indiscutível. Eu vou perguntar a ele (candidato) alguma coisa? Ele confessou para mim, juiz, que é inelegível. Me desculpem, a decisão vai ser de ofício — explicou Gonzaga durante o debate sobre inelegibilidade promovido pelo Congresso Brasileiro de Direito Eleitoral, em Curitiba. O Globo

Leia maisMinistro do TSE diz que registro de Lula pode ser rejeitado de ofício

Mais mortos do que no Vietnã

O primeiro relatório do Atlas da Violência 2018, divulgado há duas semanas, mostrou que o número de homicídios de jovens de 15 a 29 anos no Brasil cresceu 23% de 2006 a 2016, quando atingiu o pico da série histórica, com 33.590 vítimas nessa faixa etária.

Com isso, em 11 anos, o Brasil enterrou 324.967 jovens assassinados – quase sete vezes o número de soldados americanos mortos em ação (47.434) em 20 anos da Guerra do Vietnã (1955-1975).

Segundo o documento, 62.517 mil homicídios ocorreram em 2016, impondo custo de cerca de 5,9% do Produto Interno Bruno (PIB).

Jovem leva choque e morre ao falar enquanto carregava celular

d

Um rapaz de 22 anos teve uma parada cardíaca e morreu às 16 horas desta quinta-feira, 14, em Taubaté, no interior de São Paulo, após tentativa de socorro por parte do Corpo de Bombeiros.

Segundo os bombeiros, parentes do rapaz dizem que a parada ocorreu por causa de um choque que o rapaz levou quando decidiu usar seu telefone celular enquanto o aparelho estava sendo recarregado, em uma das tomadas de casa.

O capitão dos bombeiros Gláucio Cafalchio informou que os socorristas, quando chegaram na cada do rapaz, na Rua Doutor Jorge Whinter, no centro da cidade, tentaram fazer massagem cardíaca, sem sucesso.

Leia maisJovem leva choque e morre ao falar enquanto carregava celular

Gilmar Mendes manda soltar prefeito acusado de desvio na merenda

O ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal), mandou soltar nesta quinta-feira (14) o prefeito de Mauá, Atila César Monteiro Jacomussi (PSB), preso desde maio, acusado de lavagem de dinheiro e organização criminosa por desvios de verbas que seriam destinadas à merenda escolar da cidade do ABC.

Ele foi um dos alvos da Operação Prato Feito, realizada pela Polícia Federal em parceria com a Controladoria-Geral da União (CGU), no dia 9 de maio.

No armário da cozinha de seu apartamento foram encontrados R$ 80 mil e em sua bolsa pessoal R$ 7.000.

A PF deflagrou a ação com base em notificação do TCU (Tribunal de Contas da União) apontando possível fraudes em processos de licitação de merenda escolar em diversos municípios paulistas.

Leia maisGilmar Mendes manda soltar prefeito acusado de desvio na merenda

Fachin pede que 2ª Turma julgue no dia 26 pedido de Lula para suspender prisão

Luiz Inácio Lula da Silva

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), pediu que seja incluída na pauta da Segunda Turma do dia 26 de junho um pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para suspender a prisão.

Lula foi condenado em segunda instância a 12 anos e um mês pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex no Guarujá.

A defesa do ex-presidente, preso há mais de dois meses, entrou no início deste mês com um novo pedido de liberdade no STF e Superior Tribunal de Justiça (STJ). A petição é para que as Cortes suspendam os efeitos da condenação no caso do triplex no Guarujá até que julguem no mérito os recursos extraordinário (analisado no STF) e especial (do STJ).

Na última segunda-feira (11), Fachin determinou que a Procuradoria-Geral da República (PGR) se manifestasse sobre o caso. Agência Estado

Leia maisFachin pede que 2ª Turma julgue no dia 26 pedido de Lula para suspender prisão

Fundo público respondeu por 86,5% do orçamento dos partidos em 2017

O plenário da Câmara dos Deputados visto de cima, com deputados sentados em suas cadeiras. A imagem é da sessão de votação sobre a Intervenção Federal no Rio de Janeiro, em 19 de fevereiro de 2018. A regra que determina distribuição do fundo partidário se baseia na proporção de votos para deputado federal que um partido atingiu na última eleição geral

Não fossem os recursos públicos que receberam por meio do fundo partidário, os partidos brasileiros teriam ficado praticamente paralisados em 2017.

A verba representou, em média, 86,5% de todos os recursos utilizados pelas 34 legendas que declararam suas contas ao TSE.

Os dados são inéditos e foram compilados pela Folha a partir de informações do novo Sistema de Prestação de Contas Anuais dos partidos, tornadas públicas na última terça (12). Segundo o TSE, foram repassados R$ 665,8 milhões aos partidos em 2017.

Em um extremo, partidos como PSL, PSDB e Avante praticamente não registraram outros recursos que não o fundo partidário. De outro, Novo, PCB PR e PT declararam outras fontes significativas de renda —contribuições de filiados ou doações. Marina Merlo e Gabriela Sá Pessoa – Folha de São Paulo

Leia maisFundo público respondeu por 86,5% do orçamento dos partidos em 2017

%d blogueiros gostam disto: