fbpx

Com suspeita de superfaturamento, Bruno & Marrone vira garoto propaganda de assessor de George Soares

A dupla Bruno & Marrone contratada pelo governo do prefeito Gustavo Soares com suspeita de superfaturamento, acabou fazendo um papelão durante a apresentação do show ontem a noite.

Em São Miguel, a dupla sertaneja recebeu dos cofres do município, a bagatela de R$ 230 mil. Já a Prefeitura do Assú pagou R$ 250 mil para eles animarem a festa por uma hora, quase a metade do tempo fixado de uma hora e meia no contrato. Na brincadeira, a dupla recebeu um total de R$ 20 mil a mais do que pagou a Prefeitura de São Miguel, no Alto Oeste.

Apesar de deixar a população de castigo por mais de uma hora e meia no buraco do prefeito, o cantor Bruno para compensar o atraso com a Prefeitura do Assú e ficar numa boa com o pessoal da PMA, fez um vídeo comercial de uma pousada da cidade de propriedade do empresário Alderlan Berto, que também é assessor do deputado estadual George Soares e ganha mais de R$ 10 mil sem pisar na Assembléia Legislativa.

Proposta de reforma administrativa vai reavaliar 300 carreiras na União

O governo Michel Temer deverá deixar para o próximo presidente da República uma proposta de reforma administrativa, com redução das 300 carreiras existentes.

O plano vai prever maior mobilidade de servidores entre os órgãos, alongamento da ascensão remuneratória, redução de salários iniciais e novos incentivos para o bom funcionário público.

As mudanças poderão ser encaminhadas ainda neste ano ao Congresso Nacional na transição de governo.

Em entrevista à Folha, o ministro do Planejamento, Esteves Colnago, afirmou que a reforma administrativa é tão necessária quanto à da Previdência e a revisão de programas sociais para garantir o cumprimento do teto de gastos.

Segundo ele, a situação da máquina administrativa hoje “não está gerenciável”. “Agora isso é briga de cachorro grande, mais difícil do que a reforma da Previdência.”

Há dois meses no cargo, Colnago disse que o repique na inflação provocado pela paralisação dos caminhoneiros ajudará o próximo governo a cumprir o teto no primeiro ano, abrindo folga fiscal de R$ 12 bilhões a R$ 15 bilhões. 

Leia maisProposta de reforma administrativa vai reavaliar 300 carreiras na União

Desgoverno e abandono, marcam gestão do prefeito do Assú Gustavo Soares

Apesar do esforço de tentar querer demonstrar responsabilidade com coisa pública, o prefeito do Assú, Gustavo Soares, que vem desrespeitando o Plano de Cargos e Salários dos Servidores e não concede aumento ao funcionalismo desde que assumiu o governo, vem utilizando um Termo de Ajustamento de Gestão – TAG pactuado pela administração municipal e o Ministério Público junto ao TCE/RN, para justificar o desgoverno e o abandono da cidade pela gestão virtual, irresponsável e incompetente.

Com quase dois anos, o prefeito Gustavo Soares, vem enchendo a Prefeitura do Assú de cargos comissionados para atender ao seu irmão e deputado George Soares e outros aliados, além de nomear uma equipe na sua maioria réus condenados e réus acusados de roubar os cofres do município no governo do seu pai. Não tem como a população acreditar num governo que faz este tipo de escolha para tomar conta do dinheiro público.

Nesse período, o prefeito Gustavo Soares que brinca de governar o Assú, enquanto aparece uma ou duas vezes por mês para embolsar a bagatela de R$ 18 mil mensais, usa a mídia paga com dinheiro dos cofres da Prefeitura do Assú para olhar pelo retrovisor e apontar a culpa na gestão passada. Até hoje, o prefeito não criou a famosa guarda municipal, mas contratou uma empresa de vigilancia de Natal, por quase 800 mil para cuidar do patrimônio do municipio.

George Soares quer enganar a quem?

Depois de posar para foto e anunciar apoio a pré-candidata a senador pelo PHS Zenaide Maia, o deputado estadual George Soares, do PR, também posou para foto entre os senadores e candidatos a reeleição José Agripino (DEM) e Garibaldi Filho (MDB).

Afinal, o deputado George Soares que ainda não se definiu apoio para o segundo pré-candidato a senador, quer enganar a quem: Garibaldi ou Agripino?.

Ivan Júnior prestigia novena e jantar no São João do Assú

O ex-prefeito do Assú e pré-candidato a deputado estadual pelo PSD Ivan Júnior participou ontem da novena de São João Batista e jantar de São João, na companhia de sua esposa, a médica Vanessa Brasileiro.

O padre Flávio Forte, um dos idealizadores do santuário de Irmã Lindalva como centro de peregrinação e turismo religiosa, cumprimentou o casal Ivan/Vanessa, no meio da multidão que lotou a igreja

Apesar dos esforços do ex-prefeito e do padre, o Assú no governo do prefeito Gustavo Soares, irmão do deputado estadual George Soares, acabou perdendo a verba destinada pelo Ministério do Turismo na época do ex-ministro Henrique Alves.

Bruno & Marrone são vaiados no São João em Assú e recebem R$ 4 mil por minuto no show

Dupla se apresentou neste sábado em Assu (Foto: Bruno Andrade)

Com um atraso de uma hora e 22 minutos, o show da dupla Bruno & Marrone, o mais caro da festa de São João que custou a bagatela de R$ 250 mil aos cofres da Prefeitura do Assú, gerou revolta e indignação na multidão presente ontem a festa junina.

A apresentação de Bruno & Marrone estava prevista para 02hs da madrugada, mas com o atraso, eles iniciaram o show exatamente às 03h22 minutos, quando subiram no palco e se apresentaram por 01h04 minutos de show, deixando muita gente insatisfeita que estava no buraco do prefeito.

Apesar de vaiados por chegarem atrasados, Bruno & Marrone embolsou um cachê de R$ 250 mil, o que significa que eles receberam aproximadamente pela apresentação de duração de 60 minutos, a milionária quantia de R$ 4 mil por minuto no show.

Comenta-se nos bastidores que o Ministério Público deverá abrir inquérito para investigar se aconteceu quebra de claúsula do contrato da dupla sertaneja com a Prefeitura do Assú, e se o prefeito Gustavo Soares pagou o valor total a dupla Bruno & Marrone.

 

Deputado George Soares espera por apoio do MDB do Assú

Apesar da boa relação política e administrativa com o prefeito do Assú Gustavo Soares, a vice-prefeita do MDB Sandra Alves, até agora não declarou apoio a reeleição do deputado estadual do PR, George Soares.

Na campanha eleitoral para prefeito em 2016, o deputado estadual do MDB Nelter Queiroz, deixou de participar do embate eleitoral na cidade a pedido do empresário e marido da vice-prefeita Helder Alves.

O casal Sandra e Helder que seguem orientação política do senador Garibaldi Alves Filho, continuam em cima do muro.

O prefeito do Assu Gustavo Soares e o seu irmão, deputado George Soares, também não declararam apoio a reeleição de Garibaldi, mas já sinalizaram apoio a Zenaide Maia, irmã de João Maia para o Senado.

MDB do Assú fica com Walter Alves e não apoia João Maia

O deputado estadual George Soares, não demonstrou ontem nenhum gesto de alegria com a visita do pré-candidato a governador pelo PDT, Carlos Eduardo Alves, que esteve participando da festa junina de Assu.

Com cara de poucos amigos, George Soares cumprimentou a vice-prefeita do Assú Sandra Alves, que estava na Na companhia do senador Garibaldi Alves e do ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves.

Em Assú, o MDB vota pela reeleição do deputado federal Walter Alves, do senador Garibaldi Alves e no pré-candidato a governador pelo PDT.

O partido não tem a menor simpatia pela pré-candidata a senadora pelo PHS Zenaide Maia e nem muito menos pelo seu irmão, João Maia, do PR.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: