fbpx

Estella Dantas deixa Secretaria para cuidar da campanha de Fábio Faria

A jornalista Estella Dantas, até então secretária extraordinária de Relações Institucionais do Governo do Estado, foi exonerada do cargo nesta quinta-feira.

Estella, que antes de assumir a função era assessora do deputado federal Fábio Faria (PSD), passa a se dedicar à campanha de reeleição do parlamentar.

A pasta fica vazia.

Como é um cargo apenas e não uma pasta, não tem substituto imediato. As informações são do blog de Thaisa Galvão.

Alckmim ganha lugar no palanque de Robinson no RN

Resultado de imagem para alckmin e kassab

O fechamento do acordo nacional do PSDB com o PSD garantiu lugar ao presidenciável Geraldo Alckmin no palanque do governador e candidato a reeleição Robinson Faria na campanha eleitoral do Rio Grande do Norte.

Na negociação com Kassab, o PSDB abriu mão de lançar candidatos ao governo para apoiar nomes do PSD. É o caso do Rio Grande do Norte, o PSDB tirou da disputa o ex-governador Geraldo Melo para apoiar a reeleição do governador Robinson Faria.

Esse bloco assegura um tempo de TV competitivo para conquistar os eleitores

Alckmin fecha com PSD e amplia bloco de apoio nas eleições 2018

Resultado de imagem para alckmin e kassab

O ex-governador e presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB) selou nos últimos dias uma aliança com o PSD para as eleições 2018. O anúncio oficial deverá ocorrer na convenção da sigla, prevista para o dia 28 deste mês ou 4 de agosto. O acordo injetou ânimo na pré-campanha tucana no momento em que partidos do Centrão, bloco partidário liderado pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), vivem um impasse sobre a corrida pelo Palácio do Planalto.

Nas eleições de 2014, o PSD elegeu 36 deputados – a quinta maior bancada da Câmara. Isso garantiria à legenda fundada pelo ministro Gilberto Kassab cerca de 1 minuto e 40 segundos de tempo de rádio e TV por dia nos dois blocos do horário eleitoral. O PSD tem 7,02% da fatia total do palanque eletrônico. Para efeito de distribuição de tempo de exposição no horário eleitoral, o critério é o tamanho da bancada eleita há quatro anos.

O acordo com o PSD é tratado por tucanos com uma vitória política em uma etapa decisiva das articulações partidárias. As convenções começam em menos de 15 dias e a campanha do ex-governador de São Paulo é vista com desconfiança por potenciais aliados por causa do seu desempenho nas pesquisas de intenção de voto – considerado aquém das expectativas. Pedro Venceslau , O Estado de S.Paulo

Medida Provisória do saneamento abre brecha para taxa de lixo na conta de água

Novo marco do setor pressiona prefeituras a criar tarifas de limpeza urbana

O novo marco legal do saneamento básico permite que tarifas de limpeza urbana sejam cobradas na conta de água e esgoto quando o serviço (de coleta e tratamento do lixo, por exemplo) for prestado em regime de delegação —que inclui as concessões a empresas privadas.

O artigo não define de que forma seria feita essa cobrança —e, em caso de inadimplência, se há chance de ambos os serviços serem cortados.

As companhias privadas de limpeza urbana veem a medida de forma positiva e defendem sua ampliação para outros serviços públicos, como energia, por exemplo, afirma Carlos Silva Filho, diretor-executivo da Abrelpe (associação brasileira de empresas de limpeza pública).

“É uma forma para que não seja necessário expedir um folheto próprio [para a tarifa de lixo], basta fazer um acordo com uma concessionária de serviço público já existente. Isso otimiza a cobrança”, diz.

Para ele, há diversas maneiras para recolher as tarifas, que não necessariamente precisam ser unificadas, afirma.

“Mas, o que precisa lembrar é que a tarifa é compulsória, não existe a opção de deixar de fazer o pagamento, porque o serviço é prestado de porta em porta”, diz Silva Filho.

Leia maisMedida Provisória do saneamento abre brecha para taxa de lixo na conta de água

SUS da Segurança entra em vigor com verbas em debate

Custo da violência

Governo federal ainda não definiu de onde virá recurso para financiar sistema

Criado para unificar as polícias e os sistemas de segurança pública do país, o SUSP (Sistema Único de Segurança Pública) entrou em vigor nesta quinta-feira (12) em meio a dúvidas sobre os recursosque o governo vai destinar para a segurança.

O SUSP prevê a criação de sistemas de compartilhamento de informação entre as forças policiais e entre os estados, além da criação de um banco de dados nacional sobre criminalidade, nos mesmos moldes do Datasus (do Sistema Único de Saúde).

Caberá a Raul Jungmann, titular do Ministério da Segurança Pública, coordenar e implementar o projeto.

Embora especialistas elogiem a iniciativa de consolidar um sistema único para a segurança, a execução do SUSP é vista por alguns com desconfiança. Uma das dificuldades apontadas é a determinação da origem dos recursos, a ser feita pelo governo federal. Angela Boldrini e Talita Fernandes – Folha de São Paulo

Leia maisSUS da Segurança entra em vigor com verbas em debate

Com risco de desabamento de teto, prédio da STTU é parcialmente interditado

Prédio do gabinete da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana de Natal (STTU) foi parcialmente interditado (Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi)

Prédio do gabinete da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana de Natal (STTU) foi parcialmente interditado (Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi)

O prédio do gabinete da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana de Natal (STTU) foi parcialmente interditado pela Defesa Civil nesta quinta-feira (12), por risco de desabamento. A prefeitura que as atividades de Fiscalização e atendimento ao usuário não serão prejudicadas, haja vista que funcionam em outros imóveis.

De acordo com a avaliação feita pelos técnicos da Defesa Civil, o teto ameaça desabar devido ao desgaste da estrutura e as fortes chuvas que caem na capital. Com isso, os departamentos de Engenharia de Trânsito, Planejamento e Estudos e Projetos estão com o funcionamento prejudicado.

A STTU providenciou a escora da região do teto comprometido e, após isso, a Defesa Civil irá reavaliar a situação. Segundo a Secretaria, também está sendo providenciado a locação de um imóvel para transferir as atividades realizadas no prédio sede e um projeto de reforma da estrutura. Atualmente a STTU funciona na Rua Almino Afonso, na Ribeira, Zona Leste. G1 RN

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: