Número de casos de sarampo no Brasil chega a 677

Foram confirmados, até segunda-feira, 677 casos de sarampo no Brasil, de acordo com dados divulgados pelo Ministério da Saúde nesta quarta. Existem dois surtos: no Amazonas, com 444 casos; e em Roraima, com 216. Também foram registrados casos no Rio Grande do Sul (8), no Rio de Janeiro (7), em São Paulo (1), e em Rondônia (1).

Além disso, outras 2.724 ocorrências ainda estão sendo investigadas, a maioria delas (2.529) no Amazonas. Ainda há casos em investigação em Roraima (160), Rio de Janeiro (33) e Rio Grande do Sul (2).

De acordo com o ministério, o genótipo do vírus é igual ao que circula na Venezuela, o que levou à conclusão de que o surto foi importado. A pasta diz que está acompanhando a situação e prestando os apoios necessários aos estados. O Globo

Leia maisNúmero de casos de sarampo no Brasil chega a 677

PMN decide não ter candidato à Presidência nem fazer alianças

Brasília – Convenção do Partido da Mobilização Nacional (PMN).

O Partido da Mobilização Nacional (PMN) decidiu em convenção hoje (21), em Brasília, não lançar candidatura própria à presidência da República nem apoiar candidato ao cargo no primeiro turno.

O encontro ocorreu em meio a uma disputa judicial entre a legenda e a jornalista mineira Valéria Monteiro, pré-candidata à Presidência da República. Segundo o presidente da sigla, Antonio Massarolo, os problemas entre Valéria e o PMN se agravaram quando o nome dela não atingiu 3% de intenções de voto nas pesquisas eleitorais. Segundo ele, esse era o pré-requisito para que ela fosse confirmada como candidata à chefe do Executivo, mas como a meta não foi alcançada o apoio foi retirado.

Em março, já sem apoio da Executiva Nacional do PMN, a ex-apresentadora do Fantástico e do Jornal Nacional, insistiu na pré-candidatura e fez uma carta ao partido na qual abriu mão das verbas dos fundos partidário e eleitoral. Agência Brasil

Leia maisPMN decide não ter candidato à Presidência nem fazer alianças

PSOL confirma Boulos como candidato à Presidência

Resultado de imagem para PSOL confirma Boulos como candidato à Presidência

PSOL confirma neste sábado, 21, em São Paulo, o nome do líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST)Guilherme Boulos, como candidato à Presidência da República, para as eleições 2018. A chapa será composta pela líder indígena, Sônia Guajajara, que foi escolhida como vice.

Nas últimas semanas, Boulos se aproximou do PT em busca de apoio. PSOL estaria de olho no apoio do partido caso o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva seja impugnado pela Justiça Eleitoral.

No dia 9, Boulos e o presidente nacional do PSOL, Juliano Medeiros, participaram de um colóquio promovido pelo Instituto Novos Paradigmas, em Porto Alegre (RS), cujo presidente do conselho é o ex-ministro Tarso Genro, uma das poucas lideranças petistas a romper o silêncio imposto pela direção partidária e falar publicamente sobre as alternativas do partido na disputa presidencial caso Lula seja barrado.  Renato Onofre, O Estado de S.Paulo

Leia maisPSOL confirma Boulos como candidato à Presidência

Lula manda carta a Fátima e diz que vai ajudá-la ser a melhor governadora do RN

A senadora e pré-candidata ao Governo do RN Fátima Bezerra, do PT, recebeu uma carta de apoio moral do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na qual afirma que, caso o povo do Rio Grande do Norte eleja Fátima como governadora, este será um primeiro passo para recuperar o Estado.

Na carta Lula escreveu: “Fátima eu sou candidato por conta do povo, vou ganhar e vou ajudar você a ser a melhor governadora da história do estado. Abraços e até a vitória”.

Alckmin agora diz ser favorável a ‘alternativa’ ao imposto sindical

Resultado de imagem para Alckmin agora diz ser favorável a 'alternativa' ao imposto sindical

O pré-candidato à Presidência pelo PSDB, o ex-governador paulista Geraldo Alckmin, ligou para o deputado Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força (Solidariedade), para dizer que a declaração sobre o fim da contribuição sindical postada em suas redes sociais “foi uma trapalhada de assessores”.

Na sexta-feira, 20, a postagem – que não foi retirada do perfil do candidato no Twitter – causou o primeiro atrito entre o tucano e o Centrão – grupos de partidos por DEM, PP, PR, PRB e o Solidariedade.

Um dia depois de acertar uma aliança com partidos do Centrão, o perfil oficial de Alckmin no Twitter descartou a possibilidade de o acordo eleitoral incluir a revisão de pontos da reforma trabalhista para criar um tipo de contribuição sindical.

A declaração incomodou os dirigentes do Solidariedade, ligado às centrais sindicais. O mal estar só foi desfeito às 23h de sexta-feira, após o ex-governador ligar de Rondônia, onde cumpre agenda política, para Paulinho para desfazer o incômodo.

Ao Estado, Paulinho detalhou a ligação. Ele disse que o ex-governador ligou assim que pousou em Porto Velho. Ainda no aeroporto, o tucano afirmou ao presidente do Solidariedade que o acordo com o Centrão de achar uma saída em torno de uma contribuição para ajudar a financiar sindicatos após a extinção do imposto sindical estava mantido.  Paula Reverbel, O Estado de S.Paulo

Leia maisAlckmin agora diz ser favorável a ‘alternativa’ ao imposto sindical

Pesquisa para Senado tem Garibaldi em disputa acirrada com Geraldo Melo

O senador Garibaldi Filho (PMDB) está em primeiro lugar na pesquisa Ibope/Tribuna do Norte na corrida por uma das vagas em disputa para o Senado nas eleições deste ano. Ele aparece com 24%, no cenário estimulado na soma das duas opções que o eleitor fez na sondagem, uma vez que são duas cadeiras em disputa, nas eleições deste ano, por Estado.

Em seguida, fica o ex-governador Geraldo Melo (PSDB), com 22%. Esses números se referem ao cenário estimulado.

O Capitão Styvenson (sem partido), com 19%; está em terceiro lugar. E a deputada Zenaide Maia (PHS), em quarto, com 18%. O deputado Antônio Jácome (Podemos) tem 12%.

A margem de erro da pesquisa é de três pontos percentuais para mais ou para menos, o que indica uma disputa apertada. 

Leia maisPesquisa para Senado tem Garibaldi em disputa acirrada com Geraldo Melo

Pesquisa mostra Fátima (PT) em 1º, Carlos Eduardo (PDT) em 2º e Robinson (PSD) em 3º

A senadora Fátima Bezerra (PT) lidera, neste momento, as intenções de votos entre os eleitores potiguares para o governo do Estado. É o que aponta a pesquisa Ibope/Tribuna do Norte, realizada entre os últimos dias 14 e 17. O ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo (PDT), fica em segundo e o atual governador, Robinson Faria (PSD), em terceiro.

O IBOPE ouviu 812 eleitores. Na resposta estimulada (o eleitor pesquisado recebe uma lista com nomes dos pré- candidatos), a senadora Fátima Bezerra ficou com 31% das intenções de votos (na resposta espontânea, sem a apresentação da lista de pré-candidatos, ela tem 8%); seguida pelo ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo, com 15% das intenções de votos (na resposta espontânea, ele tem 5%), e pelo atual governador e candidato a reeleição, Robinson Faria, com 9% das intenções de votos (na espontânea, 4%).

Leia maisPesquisa mostra Fátima (PT) em 1º, Carlos Eduardo (PDT) em 2º e Robinson (PSD) em 3º

‘Alckmin reuniu a nata de tudo que não presta no Brasil’, afirma Bolsonaro

Em solenidade de formatura de paraquedistas do Exército na Vila Militar, em Deodoro, na manhã deste sábado, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL), pré-candidato à presidência da República, criticou a aliança do tucano Geraldo Alckmin com o centrão da Câmara de Deputados. Foi a primeira vez que Bolsonaro fez uma declaração mais dura sobre o concorrente, polarizando com o tucano.

No evento, ele roubou a cena ao tirar fotos com familiares dos formandos e com soldados, chegando a colocar a boina dos militares e ouviu o coro de “Bolsonaro presidente” dos presentes ao dividir o palanque com o general chefe do Estado Maior do Exército, Fernando Azevedo e Silva. Também trocou sorrisos e abraços com outros generais. E novamente voltou a posar com criança fazendo sinal de arma.

– Eu quero cumprimentar o Alckmin. Ele reuniu a nata de tudo que não presta no Brasil ao lado dele – declarou.

O deputado federal usou a agenda para defender o nome da advogada Janaína Paschoal como vice-presidente em sua chapa, afirmando que durante o processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff ela mostrou aguentar a pressão. Os dois têm falado por telefone e ela deve comparecer na convenção do PSL neste domingo. O Globo

Generais prestigiam Bolsonaro em evento na Vila Militar

O general Luiz Eduardo Ramos, comandante Militar do Sudeste, virou-se para bater continência ao chefe do Estado Maior do Exército, general Fernando de Azevedo e Silva, maior autoridade abaixo do comandante do Exército, Eduardo Villas Bôas. Entre Ramos e Fernando, o deputado Jair Bolsonaro (PSL) mantinha o ar solene como se passasse a tropa em revista.

A formatura de 750 soldados do curso de formação de paraquedista ocorreu na manhã deste sábado na Vila Militar em Deodoro, Zona Oeste do Rio. O Exército afirmou que Bolsonaro, capitão da reserva, participa da formatura desde 1988 e sempre foi convidado como todos os ex-paraquedistas. Dessa vez, porém, o deputado foi o centro das atenções.

Bolsonaro trocava afagos, abraços e conversava ao pé do ouvido com o general Ramos, comandante de todas as tropas do Estado de São Paulo. Ele serviu na brigada paraquedista no Rio, de onde saiu jovem segundo tenente, e disse que conheceu o deputado no quartel. O Globo

Leia maisGenerais prestigiam Bolsonaro em evento na Vila Militar

PT inventou Temer presidente e quer jogá-lo no colo de Alckmin

O PT acha que encontrou a receita para sepultar de vez a candidatura presidencial de Geraldo Alckmin (PSDB) que acaba de ser resgatada do mundo dos mortos com a adesão de cinco dos mais fisiológicos partidos agrupados sob a sigla de Centrão.

Depois de tratar como golpe o impeachment de Dilma, de perguntar cadê a prova contra Lula, de dizer que eleição sem ele é fraude, e de mesmo assim estar disposto a disputá-la, o PT tentará carimbar Alckmim como o candidato de Temer e do mau governo que ele faz.

Dará certo? É claro que não. Mas não custa experimentar. Na política, o que vale é a versão do fato, não o fato em si. Ou como prefere o PT, a narrativa que se construa a respeito de qualquer coisa. Se colar, colou. Do contrário, providencie-se outra.

A lógica infantil do PT é a seguinte: o Centrão que apoiou Temer desde a queda de Dilma é o mesmo Centrão que apoiará Alckmin. O PSDB de Alckmin apoiou Temer. Logo, Alckmin é o candidato de Temer. E, se eleito, governará como Temer governa. Ora, ora, ora…

Lula governou no seu primeiro mandato com parte do Centrão que agora se alia a Alckmin. Deixou de fora o PMDB de Temer. Para no segundo mandato pô-lo para dentro. O Centrão governou com Dilma duas vezes. Abandonou-a quando não viu mais futuro.

Foi o PT que inventou Temer para candidato a vice de Dilma em 2010. Tornou a inventar em 2014. E até às vésperas do impeachment exaltou-o como um parceiro confiável. Dilma chegou a entregar a coordenação política do governo a Temer.

Tudo o que o PT poderia dizer agora é que a adesão do Centrão à candidatura de Alckmin foi engendrada para que em nome da mudança pouco se mude caso ele vença. Mas não foi o que ocorreu no período de quase 14 anos de quatro governos do PT?

O PMDB de Temer e ele próprio têm um candidato. Chama-se Henrique Meirelles, ex-presidente do Banco Central no primeiro governo Lula, por Lula sugerido a Dilma como candidato a vice, e mais tarde por Lula indicado a Dilma para ministro da Fazenda. Ricardo Noblat – Veja

PSDB do RN dividido realiza convenção estadual no domingo, dia 29

Nenhum deputado do PSDB será punido por infidelidade partidária pelo presidente do partido Ezequiel Ferreira que deixou os tucanos livres, leves e soltos

O PSDB do RN que ganhou apelido ‘botija‘ na imprensa, após a adesão de diversos deputado estaduais a legenda, realiza a sua convenção estadual na manhã do domingo, dia 29, no Hotel Holiday Inn, situado na Av. Sen. Salgado Filho, 1906 – Lagoa Nova, Natal – RN, a partir das 8h, segundo presidente da Assembléia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza, que preside o partido no Estado.

Caberá aos convencionais: A escolha de candidaturas do partido para as eleições gerais 2018, na esfera estadual; definir a nominata que irá compor a(s) coligação(ões) proporcional(is), composta por candidatos a Deputado Federal e Deputado Estadual; escolher candidatos a Senador e suplente de Senador; definir as coligações majoritária e proporcional; denominar as coligações; representantes de Coligações e demais matérias pertinentes a eleição 2018.

O PSDB deverá oficializar a coligação com o PSD, do governador Robinson Faria, mas cinco dos oito deputados estaduais, – Tomba Faria, Raimundo Fernandes, Gustavo Fernandes, Márcia Maia e Larissa Rosado -, vão apoiar abertamente a candidatura de Carlos Eduardo Alves(PDT). Ficam com Robinson, Ezequiel Ferreira de Souza, Gustavo Carvalho e José Dias.

 

Nova secretária de Saúde do Assú começa a ‘trabalhar’ viajando para Belém

A nova secretária municipal de Saúde da Prefeitura do Assú, Viviane Lima (foto), começa a sua gestão, viajando as custas do dinheiro público para participar de  25 a 27 de julho em Belém, no Pará, do 34º Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde e o 6º Congresso Norte e Nordeste de Secretarias Municipais de Saúde ocorrerão no Hangar Convenções e Feiras da Amazônia.

A Prefeitura do Assú não divulgou quanto vai gastar com o pagamento de diárias para as despesas da viagem de avião e hospedagem em hotel da secretária Viviane Lima, durante três dias para participar também do evento de comemoração dos 30 anos do Conasems.

Enquanto isso, mais cinco servidores da prefeitura de Assú estão afivelando as malas para viajarem à Belo Horizonte, Minas Gerais, no período de 30 de julho a 1º de agosto, para participar do encontro nacional do Congemas – Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistencia Social.

Na lista, a  secretária de Assistência Social, Helenora Rocha da Costa; a secretária de Finanças, Maria da Conceição Barbosa Bezerra; a auxiliar administrativo Izabel Gardênia de Sousa; a assistente social Ana Lívia Fontes da Silva e João Batista de Araújo.

Nesse caso, a Prefeitura do Assú gastou R$ 1.250,00 para pagamento das inscrições, mas não revelou quanto os cinco vão receber de diárias para pagamento das despesas com viagem de avião e hospedagem em hotéis.

Ministro do Trabalho demite ‘peladeiro’ e ‘171’ indicados pelo PTB

Leonardo Arantes (atrás, ao lado do goleiro) levou para o ministério os amigos Leonardo Soares e Lucas Honorato (à frente)

O novo ministro do Trabalho, Caio Vieira de Mello, demitiu nesta sexta-feira seis servidores de confiança apadrinhados pelos principais caciques do PTB: o presidente do partido, o ex-deputado Roberto Jefferson, e o líder da sigla na Câmara, deputado Jovair Arantes (GO).

Entre os demitidos estão um dos integrantes do time de futebol do sobrinho de Jovair e um funcionário réu por estelionato, crime popularmente conhecido por “171”. As histórias dos dois indicados foram reveladas pelo GLOBO.

Mello assumiu o ministério no último dia 10, depois da demissão do ministro Helton Yomura, afastado do cargo por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). Yomura era apadrinhado por Jefferson. Padrinho e afilhado são investigados na Operação Registro Espúrio, que apura um suposto esquema de fraudes e pagamentos de propina na emissão de registros sindicais. O ex-secretário-executivo de Yomura, Leonardo Arantes, sobrinho de Jovair, está preso preventivamente também por decisão do STF. Ele e o tio são investigados na mesma operação. VINICIUS SASSINE – O Globo

Leia maisMinistro do Trabalho demite ‘peladeiro’ e ‘171’ indicados pelo PTB

Governo deve entregar adutora a moradores de São Rafael até o fim do ano

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) com autorização da ordem de serviço do Governo do Estado, começou ontem a construção da adutora que vai garantir o abastecimento d’água no município de São Rafael e pretende entregar a obra no prazo máximo de seis meses.

O ex-secretário estadual do Meio ambiente e Recursos Hídricos – Semarn e pré-candidato a deputado estadual pelo PSD, partido do governador Robinson Faria, disse que ficou feliz com essa conquista dos moradores da cidade e que contribuiu para que esse sonho antigo da população fosse atendido pelo Governo do RN. Veja abaixo depoimento em vídeo.

Prefeito de Monte Alegre do MDB apoia reeleição de Fábio e Robinson

O prefeito de Monte Alegre, Severino Rodrigues (MDB), e o filho Kleber Rodrigues, fechou ontem apoio ao projeto de reeleição do deputado federal Fábio Faria (PSD), e do governador Robinson Faria .

Kleber é pré-candidato a deputado estadual pelo Avante. Pai e filho fecharam aliança com o aval do presidente da Câmara, vereador Raniere Barbosa (Avante),

RN registra saldo positivo de 805 empregos em junho, aponta Caged

RN registra saldo positivo de 805 postos de trabalho em junho, aponta Caged (Foto: Fernando Madeira/ A Gazeta)

O Rio Grande do Norte teve um resultado positivo na geração de empregos formais no mês de junho passado. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgado pelo Ministério do Trabalho, nesta sexta-feira (20), o estado fechou o mês passado com saldo positivo de 805 postos de trabalho criados.

O número representa a diferença entre a quantidade de admissões e a de demissões no período. Em junho, foram registradas 11.750 novos empregos e 10.945 vagas desligadas.

O desempenho potiguar foi o melhor de junho desde 2013, quando o Rio Grande do Norte contabilizou saldo positivo de 1.112 empregos.

Desde então, o estado contou com saldos negativos nos meses de junho e, em junho passado, 453 postos de trabalho foram criados a mais do que demissões. G1 RN – Felipe Galdino, Inter TV Cabugi

Leia maisRN registra saldo positivo de 805 empregos em junho, aponta Caged

Meirelles diz que matou crise no peito e consertou ‘erros da Dilma’

Foto de arquivo - 2011 - A então presidente Dilma Rousseff recebe o ex-presidente do BC Henrique Meirelles - Crédito: Roberto Stuckert Filho

Um dia após o centrão anunciar apoio ao presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB) nas eleições 2018, o pré-candidato do MDBHenrique Meirelles, intensificou a estratégia de enfrentamento aos adversários, desta vez com foco na economia. Em novo vídeo para as redes sociais, o ex-ministro da Fazenda diz que matou a crise “no peito” e consertou “erros” da presidente cassada Dilma Rousseff.

O filme mostra imagens antigas e sobrepostas de Alckmin, Ciro Gomes (PDT), Jair Bolsonaro (PSL) e Marina Silva (Rede) criticando a falta de crescimento, a inflação alta e apontando os problemas do País, quando um narrador pergunta em que lugar eles estavam no momento em que a economia desandou.

“Você já reparou que todos os candidatos agora têm soluções mágicas para a economia?”, indaga o locutor. “Mas onde estavam eles quando você mais precisou? O que o Ciro fez pra salvar o País? E o Bolsonaro, qual foi a proposta dele? Você se lembra da Marina falar algo? E o Alckmin, apontou algum caminho?”

Em seguida, após a pergunta “o que fez o Meirelles?”, o ex-ministro da Fazenda aparece vestindo o figurino de candidato. “Eu? Eu matei no peito e fui tirar o Brasil da UTI”, responde ele. “Fui lá consertar os erros da Dilma. Agora estou aqui para fazer o País que você e eu queremos! É só me chamar.”  Vera Rosa, O Estado de S.Paulo

Leia maisMeirelles diz que matou crise no peito e consertou ‘erros da Dilma’

%d blogueiros gostam disto: