fbpx

Gilmar garante prisão domiciliar de Adriana Ancelmo até julgamento de apelação

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou a ex-primeira-dama do Rio de Janeiro Adriana Ancelmo a permanecer em prisão domiciliar até o julgamento de uma apelação criminal pendente. Com isso, ela não vai precisar se preocupar, pelo menos por enquanto, com a possibilidade de voltar para a prisão em agosto, quando seu filho mais novo completa 12 anos. A informação foi antecipada pela coluna “Radar”, da revista “Veja”, e confirmada pelo GLOBO.

Em dezembro de 2017, Gilmar atendeu um pedido anterior da defesa de Adriana, mulher do ex-governador Sérgio Cabral, e converteu sua prisão preventiva em domiciliar. Entre outros pontos, ele destacou o fato de ela ter filho menor de 12 anos. A legislação permite nesses casos que a mulher possa ficar presa em casa para cuidar da criança. Mas, em 17 de agosto próximo, o filho de Adriana alcança a idade na qual não há mais garantia de prisão domiciliar.

Adriana estava em prisão domiciliar até novembro do ano passado, em razão do filho menor. Mas, na época, por decisão do Tribunal Federal Regional da 2ª Região (TRF-2), foi levada à prisão novamente. Um mês depois foi liberada por Gilmar. O Globo

Dodge diz que Procuradoria vai abrir ação de impugnação contra candidaturas sem ficha limpa

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, afirmou nesta sexta-feira (27) que o Ministério Público irá ajuizar ações judiciais de impugnação contra todos os candidatos cuja candidatura esteja vetada pela Lei da Ficha Limpa, incluindo os condenados por órgão colegiado. Ela manteve reunião com todos os procuradores regionais eleitorais.

“Assinei uma instrução normativa no âmbito da [minha] atribuição eleitoral que visa instruir os procuradores regionais eleitorais sobre uma questão que é importante. […] Orienta que todos os promotores e procuradores ajuízem ação de impugnação ao registro, com base na lei complementar 64, [como na] existência de condenação transitada em julgado ou proferida por órgão judicial colegiado.”

Dodge concede uma entrevista coletiva à imprensa na sede da PGR (Procuradoria Geral da República) nesta sexta-feira (27). Indagada se ela vai mover ação contra a candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva, Dodge disse que haverá “um tratamento uniforme qualquer que seja o cargo disputado pelo candidato. Haverá uma uniformidade nesse tratamento. Não há candidaturas específicas registradas”. Folha de São Paulo

Nélter Queiroz dispara no Seridó. Vivaldo é o segundo

Da festa de Santana, em Caicó, saem as principais avaliações do quadro político estadual, incluindo os nomes mais fortes na disputa para deputado estadual no Seridó.

O deputado Nélter Queiroz (MDB), sem dúvida alguma, aparece como o mais votado na Região, seguido por Vivaldo Costa(PSD), pelo presidente da Assembléia, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB) e pelo pré-candidato Dr. Thiago (PSDB).

As candidaturas de Adjuto Dias (MDB), filho do prefeito Álvaro  Dias, de Natal, e de Terezinha de Paulo Emídio (PR), primeira dama de São Gonçalo, além de Fernando Antônio (SD) e Francisco do PT, precisam trabalhar muito para passar a incomodar.

Nélter Queiroz deve ser líder de votos em mais uma eleição na Região do Seridó. Os observadores políticos o colocam em primeiro lugar nos municípios de Lagoa Nova, Jardim de Piranhas, Bodó, Ipueira, Ouro Branco, Tenente Laurentino Cruz e Serra Negra do Norte.

Nélter dispara em Jucurutu, seu município de origem. Vivaldo Costa deve ser o mais votado em Caicó, Jardim do Seridó, Timbaúba dos Batistas, Acari, Cruzeta, São João do Sabugi, Santana do Seridó e São José do Seridó. As informações são do jornalista Alexandre Cavalcanti, do blog Pinga Fogo/Nominuto.

Avesso a crítica, prefeito do Assu quer censurar programa de notícias na Nova 89 FM

Apesar do grande sucesso de público ouvinte, o programa jornalistico Café com Noticias, que é apresentado de segunda a sexta-feira no período matutino pelos radialista Nelson Dantas, Luiz Eduardo, Delzir Campelo e Tibério Guedes, na Nova 89 FM, está ameaçado de ser retirado da grade da programação da emissora para atender aos caprichos políticos do prefeito do Assú Gustavo Soares e do seu irmão, deputado estadual George Soares que se sentem incomodados especialmente com a linha editorial que permite e dá voz e a vez a todos aos políticos do município e do Estado.

Comenta-se nos bastidores que avesso a criticas da população e dos políticos por acusá-lo de deixar o Assu abandonado, o prefeito Gustavo Soares e o seu irmão, deputado George Soares, acionaram um dos sócios da emissora e ex-vice-prefeito Zeca abreu, para tomar medidas administrativas com a finalidade de amordaçar os radialistas, o povo e políticos, mandando tirar o programa do ar e assim evitar que a administração seja criticada. A outra medida proposta de censura, é mudar um ou dois nomes dos radialistas que integram a bancada de apresentação do programa.

Por enquanto, Zeca Abreu que tem sobrinho e também sócio da emissora Nova 89 FM, Arnóbio Abreu Júnior, exercendo o cargo comissionado na Prefeitura do Assú, como diretor executivo e salário mensal de R$ 2.500,00 ainda não tomou nenhuma medida para censurar ou tolher a liberdade de expressão dos profissionais que apresentam o programa, apontado por populares como o de maior audiência no horário matinal.

Ministro do STF suspende condenação bilionária da Petrobras

Logo da Petrobras é visto em tanque da companhia em Brasília (DF) - 30/09/2015

O presidente em exercício do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Dias Toffoli, suspendeu nesta sexta-feira 27 os efeitos do julgamento do TST (Tribunal Superior do Trabalho), que no fim de junho condenou a Petrobras na maior ação trabalhista de sua história.

A decisão, sobre a política de remuneração da estatal, atendeu a pedido da defesa da petroleira. Na terça-feira 24, os advogados da empresa recorreram ao Supremo para que os efeitos da decisão do TST fossem suspensos até que esgotados os recursos na Justiça.

A suspensão de Toffoli vale até que o Supremo delibere sobre a questão ou que o ministro Alexandre de Moraes, que é relator do caso, se manifeste de forma diferente. Cabe recurso dos trabalhadores no próprio STF.

Aberto pelos trabalhadores, o processo pedia o recálculo de um acordo coletivo de 2007 que concedeu adicionais ao salário, como trabalho noturno, por sobreaviso e confinamento. Os extras têm sido pagos, mas milhares de empregados querem outra conta que, de forma resumida, dobra os adicionais.

Leia maisMinistro do STF suspende condenação bilionária da Petrobras

PCC abre mão de ‘taxa de matrícula’ para recrutar 1 novo bandido por hora

Primeiro Comando da Capital

Em meio à guerra contra facções rivais, o PCC realiza ação para fortalecer o seu exército criminoso pelo país. A campanha ganhou o nome de “adote um irmão”, na qual cada membro do grupo precisa convidar um novo bandido para a facção criminosa.

Com tal campanha, detectada pela Polícia Civil de São Paulo, os criminosos pretendem recrutar uma média mensal de 1.000 novos integrantes (ou mais de 30 novos bandidos a cada dia), tal como teriam conseguido em 2016.

Para impulsionar a ação, os chefões do bando suspenderam há cerca de 40 dias a cobrança em todo o país (a única exceção é São Paulo) da chamada “cebola”, mensalidade que os integrantes do grupo são obrigados a contribuir. Segundo apuração da polícia, essa matrícula e as seguidas mensalidades podem custar até R$ 900 cada, a depender do estado, e a inadimplência pode gerar cobranças e punições.

Os bandidos mais graduados na facção, aqueles “que exercem atividades de elevada hierarquia”, não precisam pagar a “taxa”. Segundo documentos obtidos pela Folha e relatos de pessoas ligadas aos criminosos, a guerra iniciada pelo PCC em outubro de 2016 ocorreu justamente porque facções rivais, principalmente o braço do CV (Comando Vermelho) de Mato Grosso, passou a proibir novos batismos pelo PCC nos estados. Rogério Pagnan – Folha de São Paulo

Leia maisPCC abre mão de ‘taxa de matrícula’ para recrutar 1 novo bandido por hora

Estado deve garantir internação de idoso com doença cardíaca em UTI

Resultado de imagem para uti rn

O juiz Geraldo Antônio da Mota, em substituição legal na 4ª Vara da Fazenda Pública de Natal, determinou que o Estado do Rio Grande do Norte adote as medidas necessárias para internação imediata de um idoso em Unidade de Terapia Intensiva na rede hospitalar pública, ou em rede hospitalar privada, caso não haja vaga nas unidades públicas, arcando com todos os custos necessários com a internação e tratamento médico do paciente.

Para o cumprimento imediato da decisão, o magistrado determinou a intimação pessoal do Secretário de Saúde do Estado, sob pena de aplicação de multa diária no valor de R$ 2 mil. O idoso foi representado por seu filho e assistido pela Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Norte, através do Núcleo de Demandas de Saúde, que afirmou que ele é portador de Endocardite Infecciosa Subaguda e Insuficiência Cardíaca, com diagnóstico firmado em 29 de março de 2018.

Na ação judicial com pedido de liminar ajuizada contra o Estado do RN, o autor alegou ser idoso e usuário do Sistema Único de Saúde, encontrando-se internado no Hospital da Polícia, necessitando com urgência de um leito de UTI. Disse que foi submetido aos exames de ECOTE + CATE, de forma a constatar que se faz necessário trocar a Valvar Aórtica do paciente, tratamento adequado indicado pelo seu médico especialista.

Salientou que experimenta sintomas como insuficiência cardíaca congestiva, miocardiopatia dilatada, além de se fazer necessário o uso contínuo de medicações para a insuficiência cardíaca, o que induz a necessidade da intervenção cirúrgica com urgência, segundo laudo anexado aos autos.

Leia maisEstado deve garantir internação de idoso com doença cardíaca em UTI

Menino de 14 anos assassinado a tiros no RN pediu ‘pelo amor de Deus’ para não ser morto

Ícaro Jackson Dantas de Lima tinha 14 anos e foi morto dentro de casa, na frente da própria mãe (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)
Um adolescente de 14 anos foi morto a tiros dentro da casa onde morava, na praia de Graçandu, Litoral Norte potiguar, na frente da própria mãe. O crime aconteceu na noite desta quinta-feira (26), e os parentes acreditam que o garoto Ícaro Jackson Dantas de Lima foi morto por engano.

Os criminosos, armados, chegaram na residência batendo palmas e a mãe do adolescente abriu aporta, achando que era uma visita. Os bandidos entraram e foram na direção de Ícaro, que caiu deitado no chão e pediu para não ser morto. “Eu abri a porta para matarem meu filho, e ele morreu por engano”.

Segundo a mãe do garoto, que não quis se identificar, os assassinos procuravam por Igor, irmão mais velho de Ícaro, que não mora com a família. “Eles não conheciam Igor, porque chegaram perguntando quem era. Eu disse que Ícaro não era Igor, mas eles me empurraram para dentro do quarto dizendo ‘sai da frente para não sobrar para a senhora”, contou.

De acordo com a mulher, ela ainda escutou o filho dizer “não me mata, pelo amor de Deus, eu não sou Igor” e, em seguida, ouviu os disparos. Ícaro de Lima morreu na hora.

A mãe também disse que o rapaz se preparava para estudar para uma prova que faria nesta sexta-feira (27) quando os criminosos chegaram. Além de ir à escola, nas horas vagas ele vendia bolinhos de macaxeira para ajudar em casa.

Ícaro era o filho mais novo e morava com a mãe e o irmão do meio, que também não é o que os bandidos procuravam. O rapaz estava dentro do quarto no momento do crime e não foi visto pelos assassinos, mas também ouviu o caçula ser morto. G1 RN

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: