Estados com maior aumento de mortes violentas são rota de comércio de drogas

Ceará e Acre registraram variação mais alta de assassinatos de 2016 a 2017, revela relatório

Os estados que tiveram maior crescimento de mortes violentas intencionais em 2017 são rota importante no tráfico de drogas no Brasil. O Ceará registra a maior variação: 48,6% no aumento de homicídios, latrocínios, mortes em confrontos policiais e lesões corporais que resultaram em morte, em relação a 2016.

Em seguida vem o Acre, com alta de 41,8% em 2017, em relação ao ano anterior. Os dados são do 12º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgado nesta quinta-feira em São Paulo pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

— O Brasil faz fronteira com os principais produtores mundial de cocaína. E é a principal rota para esse droga chegar na Europa. O que vemos é que o Ceará se tornou espaço estratégico de escoamento dessa produção. E o Acre claramente vive uma nova rota do tráfico — explica a socióloga Samira Bueno, diretora-executiva do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Leia maisEstados com maior aumento de mortes violentas são rota de comércio de drogas

‘Nós temos que acabar com essa história’, diz Marco Aurélio sobre auxílio-moradia a juízes

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), disse nesta quinta-feira que a Corte deveria julgar logo os processos sobre o pagamento de auxílio-moradia a magistrados Ontem, os ministros decidiram enviar ao Congresso Nacional uma proposta de orçamento para 2019 com previsão de reajuste no próprio salário de 16,38%.

Marco Aurélio foi um dos que defendeu a medida. Segundo ele, o auxílio-moradia é apenas um dos benefícios da magistratura criados para suprir o achatamento no salário da categoria, que estaria com vencimentos defasados desde 2009.

— Votei em 2012 para a necessidade de previsão do auxílio-moradia em lei. Nós temos que acabar com essa história. Remunere-se bem, mas com transparência — disse o ministro.

Leia mais‘Nós temos que acabar com essa história’, diz Marco Aurélio sobre auxílio-moradia a juízes

Ivan Júnior defende a criação do policiamento rural com viaturas e drones

Para garantir a segurança do homem do campo e do sertanejo que produz alimentos na zona rural do interior do Rio Grande do Norte, o pré-candidato a deputado estadual pelo PSD Ivan Júnior, defendeu a criação do policiamento rural para proteger especificamente os produtores rurais de assaltos, roubos e outros atos de violência nas fazendas e sítios. 

Segundo Ivan Júnior, o policiamento rural ira garantir também maior segurança ao homem do campo e combater o aumento da criminalidade nas comunidades rurais espalhadas pelo interior do Estado com viaturas e policiais em pontos estratégicos que usarão drones de alta tecnologia que detecta a presença de pessoas através do calor para fazer monitoramento inclusive a noite.

Escute abaixo o trecho da entrevista de Ivan Júnior a Nova FM 89 do Assú:

Tribunal de Contas determina que Governo do Estado suspenda antecipação de royalties

Ex-deputado e conselheiro Poti Júnior

O Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN) determinou de forma cautelar que o governador Robinson Faria se abstenha de realizar qualquer ato administrativo que implique em operação de crédito com antecipação de receitas de royalties. Caso já tenha sido editado qualquer ato administrativo com esse conteúdo, os seus efeitos ficam suspensos.

Segundo o voto do relator, conselheiro Francisco Potiguar Cavalcanti Júnior – que foi acatado pelos demais conselheiros na sessão do Pleno desta quinta-feira (09), com exceção do conselheiro Paulo Roberto Chaves Alves, que alegou suspeição – o Governo não poderá “realizar qualquer ato administrativo destinado à contratação de operação de crédito que dê em garantia créditos decorrentes do direito do Estado do Rio Grande do Norte de participação governamental obrigatória, na modalidade de royalties, ou que importe em antecipação dos créditos decorrentes deste direito” .

De acordo com o voto, as cessões de créditos oriundos de royalties, regulamentadas pelo Senado Federal, só são permitidas para a capitalização de fundos de previdência e amortização de dívida com a União. A Lei Ordinária Estadual  nº 10.371, que autoriza a antecipação, aponta que os “créditos cedidos serão destinados para a capitalização do fundo de previdência”

Leia maisTribunal de Contas determina que Governo do Estado suspenda antecipação de royalties

Ministério Público investiga gastança com advogados em Itaja e Ipanguaçu

O Ministério Público começou a fechar o cerco contra a gastança e o esbanjamento de dinheiro público nas Câmaras de Vereadores de Itajá e Ipanguaçu. O prefeito de Itajá Alaor Pessoa também é alvo de investigação que apura gastos excessivos com a contratação de advogados.

O promotor de justiça Eugênio Carvalho Ribeiro, da promotoria de Ipanguaçu, instaurou inquéritos civis públicos para apurar gastos efetuados pelos presidentes e vereadores Carlos Marcondes Matias Lopes (ITAJÁ)João Batista Bertoldo Gomes (IPANGUAÇU), com contratação de advogado entre os anos de 2013 a 2016.

Leia maisMinistério Público investiga gastança com advogados em Itaja e Ipanguaçu

Reajuste de ministros do STF terá ‘efeito cascata’ de R$ 4 bi nas contas públicas

reajuste de 16,38% que os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) querem aprovar no próprio salário para 2019 pode gerar uma fatura extra de até R$ 4 bilhões, a ser dividida entre os poderes da União e dos Estados. O cálculo foi feito pelas consultorias de Orçamento da Câmara e do Senado.

Só para a União, o custo adicional pode ser de R$ 1,4 bilhão, incluindo todos os Poderes. Isso acontece porque já há hoje servidores ganhando, no papel, mais que os R$ 33,7 mil mensais permitidos pelo teto atual. Eles são alvo do chamado “abate-teto”. Se for aprovada no Congresso a elevação da remuneração máxima para R$ 39,2 mil mensais, haverá servidores que terão um “reajuste automático”.

Nos Estados, o impacto deve chegar a R$ 2,6 bilhões. Mas os consultores admitem que o número pode estar superestimado, pois a conta pressupõe que todos os juízes, por exemplo, terão ganhos com a mudança. Esse modelo é usado para facilitar o cálculo, pois é muito difícil identificar e excluir da conta aqueles servidores que ganham abaixo do teto atual e, por isso, não sentirão efeito algum. Idiana Tomazelli, O Estado de S.Paulo

Leia maisReajuste de ministros do STF terá ‘efeito cascata’ de R$ 4 bi nas contas públicas

Fafá Rosado e Leonardo Nogueira declaram apoio a Robinson Faria

O apoio de Fafá Rosado (PSB) e Leonardo Nogueira (DEM) à coligação Trabalho e Superação foi anunciado na noite desta quarta-feira (8) e mostra a confiança no projeto proposto por Robinson Faria para o crescimento do Rio Grande do Norte

——————————————————————————————————————–

A coligação de Trabalho e Superação, cuja chapa majoritária é formada por Robinson Faria (PSD), Tião Couto (PR) e Geraldo Melo (PSDB), não para de ganhar novos apoios para dar continuidade ao projeto de desenvolvimento do Rio Grande do Norte. Dessa vez, o apoio político veio de Mossoró.  A ex-prefeita de Mossoró, Fafá Rosado, do Partido Socialista Brasileiro (PSB), e o marido, o ex-deputado estadual Leonardo Nogueira, do Democratas (DEM), declararam aliança para reeleição de Robinson Faria. O apoio foi anunciado na noite da quarta-feira (8).

Mesmo estando fora do pleito eleitoral deste ano, Fafá Rosado é uma importante força política na região. Ela já havia subido no palanque de Tião Couto, nas eleições de 2016, quando ele concorreu ao cargo de prefeito de Mossoró. 

“Achei importantíssima essa chapa de Robinson Faria com Tião Couto, que é um empresário bem sucedido. Ele já vinha ajudando muito a economia potiguar e, agora, decidiu contribuir com o estado de forma mais incisiva ao disputar cargo no executivo. Confio nesse projeto e quando entro é para valer. Vamos em frente, vamos ganhar essa eleição”.

Leia maisFafá Rosado e Leonardo Nogueira declaram apoio a Robinson Faria

Detran implanta sistema para quitar licenciamento e IPVA em qualquer banco

O Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) buscando conceder maior comodidade ao usuário e diminuir as filas no âmbito de suas unidades, colocou em funcionamento o sistema online para pagamento da Taxa de Licenciamento e do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). O programa possibilita agora ao condutor a opção de quitação das taxas tanto pelo Banco do Brasil, como já era feito, como agora, por outras instituições bancárias.

O processo é simples, e basta o usuário acessar o site do Detran (www.detran.rn.gov.br), clicar no ícone “Consulta de Veículos” na página principal, e logo após, digitar a placa e o renavam do automóvel que deseja efetivar a verificação. Feito isso, o condutor alcança a listagem dos débitos referentes ao Licenciamento e IPVA do veículo. Em seguida, é só clicar no imposto que deseja efetuar o pagamento, e imediatamente é aberta uma nova tela com as opções de emissão de boleto bancário direcionado ao Banco do Brasil ou as demais instituições bancárias.

A única diferença entre os dois tipos de pagamentos é o tempo da confirmação da quitação do débito junto ao Departamento. No caso em que o valor for pago no Banco do Brasil, a baixa do débito poderá ser conferida no sistema do Detran 15 minutos após o pagamento. Já na situação em que o usuário optar por quitar o débito em outros bancos, o tempo é de 24h ou no primeiro dia útil após o pagamento.

O Detran também vem trabalhando para que o sistema de escolha de boletos bancários online seja também implantado no processo de quitação de multas de trânsito. A medida reforça a iniciativa da Direção Geral do Órgão em melhorar a qualidade e a comodidade do atendimento disponibilizado aos usuários. “Nosso planejamento é o de facilitar e vida do usuário trazendo ferramentas mais modernas de relacionamento da instituição com o seu público”, informou o diretor do Detran, Eduardo Machado.

Assessoria de Comunicação Detran/RN

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: