Marina Silva perde apoio que teve de evangélicos em 2014 para Bolsonaro

Resultado de imagem para Marina Silva perde apoio que teve de evangélicos em 2014 para Bolsonaro

Única evangélica entre os principais candidatos a presidente nas eleições 2018Marina Silva (Rede) perdeu o embalo do crescimento do eleitorado dessa religião desde 2014. Hoje ela tem entre os evangélicos apenas 12% das intenções de voto, porcentual igual ao obtido entre os católicos ou seguidores de outras religiões, segundo pesquisa Ibope/Estado/TV Globo. Há quatro anos, o quadro era muito diferente.

Quando disputou a Presidência em 2014, Marina tinha desempenho acima da média entre evangélicos: 43%, 12 pontos porcentuais a mais do que a taxa registrada entre os católicos. Se ela não tivesse perdido apoio entre os fiéis de sua religião, poderia liderar a corrida presidencial.

No cenário sem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da SilvaMarina tem 12% das preferências no eleitorado total. Ela está oito pontos porcentuais atrás de Jair Bolsonaro, do PSL, que usa a religião para atacar Marina. Marianna Holanda e Daniel Bramatti, O Estado de S.Paulo

Leia maisMarina Silva perde apoio que teve de evangélicos em 2014 para Bolsonaro

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: