Previsão de alta de Bolsonaro é adiada após contaminação de cateter

Após constatar infecção bacteriana no cateter usado no candidato do PSLJair Bolsonaro, a saída do presidenciável foi adiada. A previsão incial era de que o presidenciável iria sair nesta sexta-feira, 28.

De acordo com pessoas próximas ao presidenciável, o quadro foi constatado após a retirada do cateter na quarta-feira. Bolsonaro está internado no Hospital Israelita Albert Einstein desde o dia 7 de setembro após sofrer um atentado a faca em Juiz de Fora (MG) no dia 6. A informação foi antecipada pelo site BR18, do Grupo Estado.

O médico do candidato de Bolsonaro, Antônio Luiz Macedo, confirmou ao Estado que foi detectada uma contaminação no cateter que estava no braço do presidenciável. “Mas sem repercussão para ele”, disse. Segundo Macedo, a bactéria encontrada foi um germe simples de pele, de “fácil tratamento”. O médico afirmou que Bolsonaro deve ter alta já neste fim de semana.  Constança Rezende e Renata Cafardo, O Estado de S.Paulo

Leia maisPrevisão de alta de Bolsonaro é adiada após contaminação de cateter

Suspeita de chefiar desvios de R$ 2,4 milhões da ALRN é liberada da prisão

Ana Augusta Simas, investigada na Operação Canastra Real, deixa sede do Itep onde fez exames de corpo de delito, na manhã desta quinta-feira (27) — Foto: Vinícius Veloso/Tribuna do Norte

Suspeita de chefiar um esquema que teria desviado cerca de R$ 2,4 milhões da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte por meio da nomeação de servidores fantasmas, a ex-chefe do gabinete da presidência da Casa, Ana Augusta Simas Aranha Teixeira de Carvalho, foi liberada da prisão nesta quinta-feira (27).Ela foi presa pela Operação Canastra Real, deflagrada pelo Ministério Público neste mês e estava detida há cerca de 10 dias.

O Ministério Público tinha pedido a manutenção da prisão temporária dos investigados. Além de Ana Augusta, outras cinco pessoas foram detidas em cumprimento aos mandados expedidos pela 3ª Vara Criminal de Natal. As prisões de cinco dias foram renovadas uma vez, mas um novo pedido feito pelo MP foi negado pela Justiça.

Os demais suspeitos presos já haviam deixado a prisão nesta quarta-feira (26). Ana Augusta estava detida no Comando da Polícia Militar do Rio Grande do Norte desde a deflagração da Operação, que apura desvios de dinheiro por meio da nomeação de servidores fantasmas – a maioria ligado ao grupo político dela no município de Espírito Santo, onde a investigada é primeira-dama. Ela foi exonerada do cargo no Legislativo nesta quarta, em publicação do Diário Oficial Eletrônico da Assembleia.  Igor Jácome, G1 RN

Leia maisSuspeita de chefiar desvios de R$ 2,4 milhões da ALRN é liberada da prisão

PF vasculha sede do PP no Piauí em investigação sobre Ciro Nogueira

O senador Ciro Nogueira, presidente do PP, em seu gabinete em Brasília

A Polícia Federal cumpre nesta quinta (27) dois mandados de busca e apreensão em endereços ligados  ao senador Ciro Nogueira (PI), presidente nacional do PP, em Teresina.

Os investigadores vasculham a sede do partido no estado e a casa de um funcionário da legenda. As informações foram confirmadas à Folha por pessoa com acesso ao caso, que tramita em sigilo.

Nogueira concorre à reeleição e tem negado envolvimento em ilegalidades sob investigação. 

As medidas foram autorizadas pelo Supremo Tribunal Federal em inquérito iniciado após a delação premiada de executivos da Odebrecht. 

Estão em apuração crimes de corrupção ativa, corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa, supostamente praticados por empresários de uma grande empreiteira,  políticos e doleiros.

Leia maisPF vasculha sede do PP no Piauí em investigação sobre Ciro Nogueira

TSE barra candidatura de Garotinho ao governo do Rio

Anthony Garotinho

Por unanimidade, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) rejeitou nesta quinta-feira (27) a candidatura de Anthony Garotinho (PRP) ao governo do Rio.

Os ministros entenderam que ele não pode concorrer porque sua candidatura esbarra na Lei da Ficha Limpa.

A decisão tem efeito imediato e ele está proibido de fazer campanha e de receber novos recursos para isso. 

Garotinho tentava reverter uma decisão do TRE-RJ.  Italo Nogueira e Letícia Casado – Folha de São Paulo

Leia maisTSE barra candidatura de Garotinho ao governo do Rio

Tesoureiro da campanha de Haddad é acusado de caixa dois

Workers Party Presidential candidate Fernando Haddad, speaks next to his vice presidential candidate Manuela d'Avila in front of the Federal Police headquarters, where Brazilian former President Luiz Inacio Lula da Silva is imprisoned, in Curitiba, Brazil September 11, 2018. REUTERS/Rodolfo Buhrer ORG XMIT: CWB12

O candidato à Presidência do PT, Fernando Haddad, escolheu como tesoureiro de sua campanha Francisco Macena, que assim como o ex-prefeito de São Paulo, foi denunciado em maio pelo Ministério Público Eleitoral sob suspeita de uso de caixa dois para pagar despesas na campanha de 2012.

Um dos principais aliados de Haddad, Macena foi contador da campanha do petista à prefeitura, que foi alvo da operação Cifra Oculta, desdobramento da Lava Jato que apura o pagamento, pela empreiteira UTC, de dívidas da chapa do petista referentes a serviços gráficos no valor de R$ 2,6 milhões.

Segundo três delatores da Lava Jato, o ex-deputado estadual Francisco Carlos de Souza, o “Chico Gordo” ou “Chicão”, recebeu, por meio de gráficas ligadas a ele, R$ 2,6 milhões em propina da Petrobras para pagar dívidas da campanha de 2012 de Haddad. Folha de São Paulo

Leia maisTesoureiro da campanha de Haddad é acusado de caixa dois

Ivan Junior é recebido com carinho pelo povo de Fernando Pedroza e Angicos

O candidato a deputado estadual Ivan Junior, iniciou a agenda desta quarta – feira, 26, visitando amigos e apoiadores em Pedro Avelino.

Em seguida, foi para Fernando Pedroza, onde visitou casas e participou de grande comício ao lado do vereador Kleverlan e do candidato a deputado federal Benes, falando das ações que chegaram na cidade para melhorar o abastecimento de água, e do compromisso de fazer ainda mais pela cidade.

À noite, seguiu para a cidade Angicos, onde percorreu com amigos várias ruas da cidade, de porta em porta, conversando e mostrando o porque de votar em Ivan Junior e Benes Leocádio, destacou nas visitas que é preciso que Angicos tenha um deputado que esteja presente e trabalhe para atender os anseios e necessidades da população.

Em virtude da extensa agenda, não foi possível estar em Assú, mas Dra. Vanessa deu continuidade as visitas nas ruas Ulisses Caldas e 11 de agosto, foi de casa em casa, abraçando os moradores, ouvindo seus anseios, e mostrando as ideias e propostas que Ivan Junior e Benes, Robinson, Jacome e Geraldo tem para fazer pela cidade do Assú e toda região do Vale.

Petrobras vai pagar R$ 3,4 bi para encerrar investigações sobre corrupção nos EUA

Veja a cronologia do inferno astral da Petrobras

A Petrobras vai pagar multa de US$ 853 milhões (R$ 3,4 bilhões ao câmbio atual) para encerrar investigações do Departamento de Justiça dos Estados Unidos sobre os crimes de corrupção descobertos pela Operação Lava Jato, segundo acordo anunciado nesta quinta (27) pela estatal.

A companhia foi multada também em US$ 933 milhões (R$ 3,8 bilhões) pela SEC, o xerife do mercado de ações americano, mas o valor foi descontado de acordo feito com investidores no início do ano, quando a empresa desembolsou US$ 2,9 bilhões (cerca de R$ 10 bilhões) para encerrar ação coletiva movida por detentores de ações na bolsa de Nova York.

“Os acordos atendem aos melhores interesses da Petrobras e seus acionistas e põem fim a incertezas, ônus e custos associados a potenciais litígios nos Estados Unidos”, afirmou a companhia, em comunicado a investidores divulgado nesta quinta.

Com o acerto, a estatal encerra disputas relacionadas ao esquema de corrupção investigado pela Operação Lava Jato nos Estados Unidos. A empresa enfrenta ainda um processo de arbitragem movido por investidores no Brasil e uma ação coletiva na Holanda. Nicola Pamplona – Folha de São Paulo

Leia maisPetrobras vai pagar R$ 3,4 bi para encerrar investigações sobre corrupção nos EUA

Nelter leva multidão à Serra de João do Vale

Ritmo intenso nesta reta final da campanha para o deputado estadual e candidato à reeleição pelo MDB, Nelter Queiroz. Ontem à noite (quarta-feira, 26) foi a vez do deputado visitar a Serra de João do Vale, localizada entre Jucurutu e Triunfo Potiguar.

De Triunfo Potiguar estiveram presentes o ex-prefeito Gildenor, o ex-vice prefeito e ex-vereador Neto Apolinário, o ex-vereador Chiquinho da Serra, o ex-vereador Chico de Afonso e os vereadores Dandão, Agenor Ribeiro e Juirliton Estevam. De Jucurutu, marcaram presença os vereadores Fagner Brito, Nego do povo, Francinildo Aquino e Edvan Fernandes, dentre outros.

“Uma multidão se fez presente na mobilização. Nosso mandato se empenha constantemente na luta pela questão do abastecimento hídrico e pela retomada/conclusão das obras da estrada de acesso à Serra de João do Vale”, destacou Nelter Queiroz.

Em Assú, vereador Xavier diz que “candidato do lado de lá está querendo comprar o povo”

O vereador Xavier Enfermeiro durante o comício realizado ontem a noite na rua 11 de Agosto, abriu a boca para denunciar um esquema criminoso de compra de voto em Assú.

Xavier que é da bancada de vereadores da oposição e apoia a candidatura de Ivan Júnior, insinua que o grupo liderado pelo deputado estadual George Soares, e o seu irmão, o prefeito Gustavo Soares, está querendo comprar a consciência do eleitor.

Apesar de não citar nome do envolvido(s) que está querendo comprar o voto do eleitor, ele afirmou que “o candidato do lado de lá que não tem trabalho e nem compromisso com a população, está querendo comprar o povo”. 

No comício, Xavier revelou que foi alvo de tentativa de compra de voto, mas não nominou quem fez a oferta de R$ 50, 80 ou 100 mil. Ele contou que eles do lado de lá, pensavam que eu era mercadoria para ser vendida. 

Xavier que recusou a tentativa de compra de voto, disse que não precisava disso e disparou: “que falta remédios nas unidades básicas de saúde da Prefeitura do Assú para as pessoas doentes“.

Justiça do RN declara inconstitucional leis para contratações temporárias

Os desembargadores do TJRN julgaram procedente o pedido para declarar a inconstitucionalidade das Leis Complementares nºs 017/2013, 020/2014 e 022/2014 do Município de Rio do Fogo, as quais autorizavam a contratação temporária de servidores públicos para diversos cargos, tais como médicos em diversas especialidades, fonoaudiólogo, farmacêutico, ASG, dentre outras.

O julgamento apreciou esta Ação Direta de Inconstitucionalidade na sessão dessa quarta-feira, 26, fixando, porém, com base no artigo 27 da Lei nº 9.868/99, os efeitos “ex nunc”, que define a aplicação a partir da publicação do acórdão, nos termos do voto do relator, desembargador Amílcar Maia.

Segundo a Procuradoria Geral de Justiça, tais cargos “são de natureza permanente, visto que suas atribuições estão relacionadas a necessidades perenes da Administração Pública, não apresentando nenhum sentido a investidura a partir de contratações temporárias.

Leia maisJustiça do RN declara inconstitucional leis para contratações temporárias

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: