‘A diabetes ameaça ser a maior epidemia da História’, afirma o médico Andrew Boulton


Andrew Boulton, presidente eleito da Federação Internacional do Diabetes: éntre possíveis políticas de saúde pública, estavelecer um ‘imposto do açúcar’
Foto: Divulgação

A epidemia de obesidade que se alastra pelo mundo traz junto uma ameaça “silenciosa”: a diabetes tipo 2, cujo número de casos vem aumentando em escala global. Então, combater uma é prevenir a outra, e assim poupar os sistemas de saúde dos crescentes gastos em seu tratamento, diz Andrew Boulton, presidente eleito da Federação Internacional de Diabetes.

Ele esteve no Brasil para eventos promovidos pela Sociedade Brasileira do Diabetes (SBD) e a empresa farmacêutica Servier às vésperas do Dia Mundial da Diabetes, na última semana. Confira a seguir entrevista exclusiva de Boulton ao GLOBO.

Como a epidemia de obesidade se relaciona com a diabetes do tipo 2?

Embora a maioria das pessoas obesas não tenham diabetes, grande parte delas já apresenta resistência à insulina e está sob maior risco de desenvolver diabetes do tipo 2. Assim, combater a epidemia de obesidade terá um efeito significativo na redução da incidência da doença. Cesar Baima – O Globo

Leia mais‘A diabetes ameaça ser a maior epidemia da História’, afirma o médico Andrew Boulton

CIA concluiu que príncipe saudita ordenou morte de jornalista, diz ‘Post’

Mohammed bin Salman - Arábia Saudita

CIA (agência de Inteligência americana) concluiu que o príncipe saudita, Mohammed bin Salman, ordenou o assassinato do jornalista Jamal Khashoggiem Istambul, afirmou nesta sexta-feira, 16, o jornal americano Washington Post. A informação contradiz as declarações do governo saudita de que o príncipe herdeiro do trono não estava envolvido no caso. 

Segundo o Post, na avaliação elaborada pela agência, fontes do governo americano manifestaram grande confiança na participação de Salman. O documento seria o mais definitivo até agora a ligar o homem forte de Riad ao assassinato e complica os esforços do presidente Donald Trump em preservar os laços entre os EUA e seu aliado mais próximo na região. 

Uma equipe de 15 agentes sauditas viajou até Istambul em um avião do governo em outubro e matou Khashoggi dentro do consulado saudita, onde ele tinha ido para providenciar documentos necessários para se casar com uma mulher turca. 

Leia maisCIA concluiu que príncipe saudita ordenou morte de jornalista, diz ‘Post’

Advogado Alberto Luis troca emprego na Prefeitura do Assú por Assembléia em 2019

O professor da Uern e advogado Alberto Luis de Lima Trigueiro, agora investido na função comissionada de consultor legislativo com salário de R$ 6 mil mensal na Prefeitura do Assú, negociou com o chefe da centenária oligarquia e deputado estadual George Soares, do PR, a sua saída do quadro de comissionados do governo municipal para a Assembléia Legislativa em Natal.

De acordo com informações de bastidores, Alberto Luiz negóciou  com George Soares, a saída dele com a possível nomeação na assembleia e compromisso também de nomear um concunhado dele de Ipanguaçu na Prefeitura de Assú para compensar financeiramente a sua saída do cargo de consultor legislativo.

Governadores eleitos discordam sobre mudanças no Código Penal

Resultado de imagem para Governadores eleitos discordam sobre mudanças no Código Penal

Primeiro ponto da “Carta dos Governadores ”, apresentada na reunião com o presidente eleito Jair Bolsonaro , na última quarta-feira, em Brasília, a revisão dos Códigos Penal e deProcesso Penal não é consenso entre os chefes de Executivo que tomarão posse em 2019.

O governador eleito do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), propôs que juízes possam sentenciar acusados já na primeira audiência, logo após a prisão em flagrante.

Hoje, os presos precisam ser levados em até 24 horas para a chamada audiência de custódia, na qual o Judiciário analisa se a detenção deve ser mantida. Ex-juiz federal, Witzel defende que, nesse momento, seja possível firmar acordos entre o acusado e o Ministério Público, como ocorre nos Estados Unidos, modelo conhecido como “plea bargain”.

A medida, defendida por Witzel na reunião com Bolsonaro, seria uma forma de desafogar o Judiciário e reduzir custos com os longos processos burocráticos. A proposta, no entanto, não é consensual, entre autoridades e juristas. Amanda Almeida e Renata Mariz – O Globo

Leia maisGovernadores eleitos discordam sobre mudanças no Código Penal

Bolsonaro foi o primeiro presidente a ligar para o Teleton em 21 anos, diz Silvio Santos

Ministros de Bolsonaro

A declaração de Silvio Santos dizendo que Jair Bolsonaro foi o primeiro presidente a ligar para o Teleton em 21 anos, no sábado (10), fez a alegria de apoiadores do capitão reformado. 

Os que são contrários reagiram postando nas redes sociais um vídeo que o então presidente Lula fez em 2008 pedindo doações para o projeto.

A emissora reforça que Bolsonaro foi o primeiro presidente a entrar em contato por vontade própria ao vivo, “e ainda para fazer uma doação”. “Em 2008, a produção fez um pedido para que o presidente Lula enviasse uma mensagem para o Teleton. Nem o Silvio sabia. Entrou gravado”, afirma a empresa.

“Para o SBT, todos os presidentes são importantes. Prova disso é que o próprio apresentador Silvio Santos já recebeu em seu programa vários eleitos como Fernando Henrique Cardoso, Lula e Michel Temer”.  Mônica Bergamo – Folha de São Paulo

Ministro propõe que médicos oriundos do Fies substituam cubanos

O ministro da Saúde, Gilberto Occhi, disse nesta sexta-feira que vai sugerir à equipe de transição, na próxima semana, substituir as vagas abertas com a partida dos cubanos, no programa Mais Médicos, por profissionais formados com recursos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Segundo ele, o tema foi analisado por técnicos e deve ser agora debatido em nível político.

“Uma das propostas que nós vamos apresentar é essa, como outras propostas que estamos trabalhando não só na questão do Programa Mais Médicos, mas também de outras questões do Ministério da Saúde”, disse Occhi ao participar da cerimônia de inauguração das instalações do Centro Especializado em Reabilitação (CER IV), em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

O ministro não detalhou a proposta que será apresentada à equipe do presidente eleito Jair Bolsonaro. O Fies é um fundo de financiamento para estudantes de baixa renda. Um período depois de formados, os estudantes passam a pagar as mensalidades que foram financiadas. Os valores variam de acordo com a negociação prévia feita no momento da matrícula. Revista VEJA

Não se pode dar dinheiro a Estados sem contrapartida do ajuste fiscal, diz Guardia

Resultado de imagem para Guardia

ministro da FazendaEduardo Guardia, demonstrou preocupação com a ideia anunciada esta semana de dividir com os Estados o dinheiro a ser arrecadado com o megaleilão de áreas de petróleo previsto para o ano que vem.

A proposta foi transmitida aos governadores eleitos na quarta-feira pelo presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), que disse que o futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, havia se comprometido a estudar a ideia.

Para Guardia, no entanto, não se pode esquecer que a União passa por um problema fiscal gravíssimo, e os recursos do leilão – previstos em cerca de R$ 100 bilhões – já fazem parte da contabilidade da equipe econômica para ajudar a melhorar esse quadro em 2019. Adriana Fernandes, O Estado de S.Paulo

Leia maisNão se pode dar dinheiro a Estados sem contrapartida do ajuste fiscal, diz Guardia

Justiça decreta prisão de suspeito de matar mototaxista a pauladas em Goianinha

Gerson Kennedy Ferreira, de 23 anos, foi encontrado morto em Goianinha — Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi

A Justiça decretou a prisão preventiva de um suspeito de ter matado o mototaxista Gerson Kennedy Ferreira, de 23 anos. O corpo da vítima foi encontrado nesta quinta (15) em Goianinha. Ele estava desaparecido desde a última segunda-feira (12) em Goianinha. A polícia acredita que ele foi morto a pauladas.

Segundo a Polícia Civil, o suspeito é o homem que teria contratado Gerson para uma viagem. “Segundo depoimento das testemunhas, o investigado alegou que não possuía o valor de R$ 35 acordado pela viagem e resolveu matar o mototaxista e ficar com a moto”, disse o delegado responsável pelo caso, Wellington Guedes.

Gerson morava e trabalhava no município de Santo Antônio. De acordo com familiares, Gerson começou a trabalhar aos 18 anos de idade. Desde que ele desapareceu, amigos e colegas se organizaram para fazer buscas em Goianinha – último destino dele, antes do crime.

A polícia investiga o crime e tenta identificar o último passageiro a pegar uma viagem com Gerson. Os investigadores contam com um vídeo que mostra o momento em que o homem se aproxima do mototaxista e aparentemente explica o destino para onde ia. Em seguida, os dois deixam o ponto de mototáxi. As imagens fazem parte do inquérito policial.

Gerson deixa uma mulher com quem tinha união estável e dois filho, um de três e outro de cinco anos, segundo o G1 RN.

%d blogueiros gostam disto: